• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Fundação (Isaac Asimov)

Tilion

Administrador
Salve, pessoal.

Queria saber quem já leu e o que acha da série Fundação, de Isaac Asimov que, pra mim, é a melhor obra de ficção científica já escrita. :D

São 5 livros principais: a trilogia "Fundação", "Fundação e Império" e "Segunda Fundação", mais o "Fundação II" e "A Fundação e a Terra".
Fora esses, existem outros isolados, como "Prelúdio da Fundação".

É difícil fazer até um resumo da história, então vou colocar o trecho que está nas orelhas da trilogia para quem não leu ter ao menos uma idéia:

"Em termos gerais, a trilogia mostra a evolução de uma crise histórica num imenso Império Galáctico humano. O homem povoa os planetas da Galáxia, a capital localizando-se em Trantor, centro de todas as intrigas, símbolo da decadência imperial.
Graças à psicohistória, uma ciência que estuda os fatos históricas à luz da matemática, Hari Seldon prevê o desaparecimento do Império e o retorno à barbárie.
Tem então a idéia de criar duas Fundações situadas em cada extremo da Galáxia, para reduzir o tempo de barbárie a um milênio.
Seldon acaba sendo detido e julgado como traidor e atentante contra a segurança do Estado, termos que como sabemos são de baixa definição. Seldon entretanto, à diferença da realidade, consegue convencer seus juízes de que deseja apenas preservar o saber do Império através de uma fundação enciclopédica. Obtém então autorização para um tal estabelecimento num pequeno planeta quase isolado e de muito pouco interesse para o Império.
A partir de então começa a trama real da história que se entrelaça de tal forma que prende o leitor até as suas últimas páginas."

E isso é verdade; as intrigas, conspirações, viradas bruscas nos acontecimentos são tantos que você se envolve demais na história.
Uma das características da obra de Asimov é o modo como ele explica cada coisa nela, fazendo uso de seus conhecimentos de químico e físico, e modo que a ficção científica em si fica muito mais crível, a ponto de chegarmos nos perguntar se realmente tal coisa não aconteceria em nosso futuro.

Uma curiosidade: a capital do Império, Trantor, é uma cidade gigantesca que ocupa toda a superfície do planeta de mesmo nome (o planeta-cidade Coruscant, sede do Senado e do Conselho Jedi na série Star Wars, foi claramente inspirada em Trantor).

Para quem adora uma boa ficção científica (nesse caso, a melhor. 8) ) não tem como deixar de ler essa série...e também os outros livros do Asimov, é claro, que são demais. :wink:
 

Conan

Cavaleiro Pendragon
ja li fundação I & II. Naum sabia que tinha outros sobre ela.( ja li outros livros do Isaac Asimov como "827 era galactica"). Saum muito bons todos os livros dele. A série fundação é realmente muito boa.
 

Primula

Moda, mediana, média...
Foi um dos primeiros autores de ficção científica que eu li. Pena que desenvolvi depois um gosto mais britânico que o Asimov oferecia...

Mas é interessante a forma como ele imaginou o mundo/universo em um futuro distante... realmente faz pensar.

Mas tem algo que não me agrada mais em Asimov. Não sei direito o que é...
 

Liurom

Usuário
Acabei de ler no mês passado a trilogia Fundação. Achei interessante. A história é bem construída e bem amarrada e a trama consegue surpreender o leitor. Os livros "Fundação e Império" e a "A Segunda Funadação" são melhores do que o primeiro ("A Fundação"). Aliás, os primeiros anos da Fundação são um pouco chatos, na minha opinião. Especialmente a luta contra os quatro reinos. Falta uma história central, é como se o livro fosse uma sucessão de contos. A partir da saga do mulo a história fica bem mais interessante. A idéia de "controle emocional" é muito legal.
O maior problema do livro, na minha opinião, é que ele está um pouco defasado. Por exemplo, dá importância demais à energia atômica. É meio difícil de acreditar que uma civilização capaz de dominar a galáxia daria tanta importância a uma tecnologia dos nossos tempos primitivos. Ainda que isso fosse possível, não dá para aceitar que os reinos da periferia (capazes de criar naves espaciais e viajar pelo hiper-espaço) esqueceriam uma tecnologia (a energia atômica) de 50.000 anos de idade!!! É como se nós esquecêmos como fazer uma roda. Também é duro de engolir que uma civilização capaz de viajar pelo espaço adotaria como regime político o feudalismo (como aconteceu com Anachreon).
Fora essas críticas (aplicáveis principalmente ao livro inicial), a trilogia fundação é memorável. Não é a toa que foi eleito o terceiro livro mais importante da história da literatura de ficção científia/fantasia, sendo superado apenas por Duna (medalha de prata) e o Senhor dos Anéis (Primeiríssimo lugar).

Então que existem dois outros livros fundação? Faz sentido, afinal a trilogia só trata dos primeiros quinhentos anos do que o livro chama de "interregno".
 

Primula

Moda, mediana, média...
Primula disse:
Mas tem algo que não me agrada mais em Asimov. Não sei direito o que é...

Agora eu percebi o que não me agrada muito em Asimov! Junto com Duna (F. Herbert) e O Homem Bicentenário (I. Asimov) eu verifiquei que Fundação é muito grande e muito pequeno ao mesmo tempo...

O conto do robô bicentenário é algo que tem muita complexidade, mas porque tinha uma restrição de espaço, Asimov não extendeu-se demais. Foi bom, pois de outra forma, o conto ficaria comprometido.

Como o conto é curto, isso auto-explica o porque de ter poucos personagens. Fundação tem muito poucos personagens para algo que é grandioso. Duna tem muito mais personagens, e dá a idéia de universo.

O mundo é um personagem atuante (contra o objetivo de Andrew) no conto de Asimov, assim como em Duna, mas em Fundação o mundo é algo muito passivo. É quase como se não existisse um mundo. Mesmo regido sob as leis da psicologia, o mundo é algo atuante no processo histórico, e sinto isso em Duna, e até no Bicentenário, mas não em Fundação.

Esse senso de coisa hermética, de coisa que não faz nada a não ser obedecer leis feitas por uma fundação (primeira ou segunda... tanto faz) é contrária ao próprio senso de ciência: pois as coisas mesmo a física não se move de forma inexorável conforme os desejos do cientista, mas antes o cientista acompanha o fenômeno e tenta explicá-lo. Asimov em Fundação dá a impressão contrária (mesmo que não seja isso o que acontece "lá fora" em relação aos personagens), acabando por minar até mesmo o conceito fundamental que era "quantizar as leis da psicologia".

No entanto, isso não tira o fascínio que é imaginar a psicologia como sendo no futuro uma ciência exata, e nào baseada apenas em "achismos"
 

Dharma K

Usuário
Liurom disse:
(...)os primeiros anos da Fundação são um pouco chatos, na minha opinião. Especialmente a luta contra os quatro reinos. Falta uma história central, é como se o livro fosse uma sucessão de contos. (...)

A estória original foi escrita em contos, publicados em revistas de F.C. . Depois é que foram reunidos, na forma da trilogia. Parece q o Asimov queria escrever uma FC sobre a queda de um império, um pouco como "Declínio e Queda do Império Romano" de Edward Gibon.

Liurom disse:
(...)Então que existem dois outros livros fundação? Faz sentido, afinal a trilogia só trata dos primeiros quinhentos anos do que o livro chama de "interregno".

Não sabia disso, de outros dois livros... só conheço a trilogia e ela fala de mil anos e não quinhentos. :|

Alguém já ouviu falar de uma teoria de que Osama Bin Laden foi inspirado por esse livro para a criação de sua organização? E que "Al Qaeda" significaria "Fundação" em árabe?
Detalhes podem ser lidos em www.ansible.demon.co.uk/writing/ft158.html (se vc se interessar e souber ler em inglês).
Tem toda uma paranóia sobre esse assunto mas eu achei os argumentos bem furados, além do q, comparar Bin Laden com o Seldon é forçar demais, não é? :?
 

leoff

They will bend the knee or I will destroy them.
Alguém me ajude a tirar uma dúvida... :o?:

Cronologicamente, como se situam os livros da Fundaçao? Me parece ser assim (e corrijam se estiver errado):

1- Prelúdio da Fundaçao
2- Crônicas da Fundaçao
3- Fundaçao [os 3 livros originais]
4- Fundaçao II
5- Fundaçao e a Terra

Por qual livro é o ideal de se começar? Fundaçao? Ou "Prelúdio da....". Pq esse aí está esgotado. Entao, se eu começar pelo "Crônicas..." está tudo bem?
 

*Ceinwyn*

Ogra rosa
Re: "Fundação" (Isaac Asimov)

Nove anos depois, ressuscito o tópico. Engraçado ver um tópico do Tilion de 10 anos atrás... :lol: dá pra ver BEM a diferença pro que que ele escreveria hoje :P Tilion, dez anos depois, sua opinião se mantém? É o melhor de ficção científica?

A pergunta do coleguinha acima, que ninguém respondeu, alguém pode responder? A nível de curiosidade mesmo, porque comecei a ler pelo primeiro da trilogia clássica. Comecei e interrompi, porque só li o primeiro. Adorei. Não continuei lendo pq na época estava sem dindim pra comprar o segundo. O resultado é que vou ter que reler o primeiro pra continuar a trilogia... e acho depois é que vou pros outros. Sei que fiquei entusiasmada quando li, mas agora vou precisar da releitura... o que sei é que a qualidade da obra certamente vale o ressuscitamento de um tópico tão velho. E outra coisa lembro, a narrativa é uma delícia, não dá vontade de parar de ler :g:
 

Tilion

Administrador
Re: "Fundação" (Isaac Asimov)

Continuo achando a melhor obra, sim. E, como eu disse no primeiro post, a série como um todo, não só o primeiro volume, pois é difícil ver como coisas separadas, ainda mais a trilogia central. E não acho que essa minha opinião vá mudar. Não vejo ninguém escrevendo uma obra de ficção científica tão boa ou melhor num futuro próximo (a série tá aí há mais de 60 anos e até agora nada), da mesma forma que não creio que alguém conseguirá fazer algo melhor que o SdA em termos de obra de fantasia. Duna seria a coisa mais próxima, mas não considero como ficção científica propriamente dita. Pra mim é mais como "fantasia espacial". Um paralelo que me serve é que Fundação está para Star Trek assim como Duna para Star Wars, por exemplo.

A ordem de leitura ideal é:

1) Fundação (Foundation)
2) Fundação e Império (Foundation and Empire)
3) Segunda Fundação (Second Foundation)
4) Fundação II (Foundation's Edge)
5) A Fundação e a Terra (Foundation and Earth)
6) Prelúdio da Fundação (Prelude to Foundation)
7) Crônicas da Fundação (Forward the Foundation)

Os dois últimos livros são prequels, mas não devem ser lidos na ordem cronológica interna porque possuem todos os spoilers imagináveis que estragariam a leitura dos cinco primeiros livros. Foram escritos propositalmente para serem lidos depois.

É a ordem que o próprio Asimov sugeriu. Tem outros que ele colocou também, da série sobre robôs, que se passam no mesmo universo, mas bem antes de Fundação (milênios). Estes podem ser lidos antes ou depois de Fundação (eu particularmente li depois e achei que ficou mais interessante assim), nesta ordem:

- The Complete Robot e/ou I, Robot
- Caves of Steel
- The Naked Sun
- The Robots of Dawn
- Robots and Empire
- The Currents of Space
- The Stars, Like Dust
- Pebble in the Sky
 
Última edição:

*Ceinwyn*

Ogra rosa
Bom saber que comecei na ordem certa :g:

Brigada, seu moço :g:

Agora fiquei com vontade de botar minhas outras leituras de lazer de lado, e voltar pro "Fundação". Deus, pq o dia não tem 36h??? Tanto a ler, tão pouco tempo...
 

Fefe_Helena

Who's that girl
Issac Asimov > all
EU SILMPLESMENTE AMOOO I.A...ele para mim é o PAI da ficção cientifica...minha paixão por ele se originou quando li pela primeira vez Eu, Robô!
 

Fernanda

Andarilho de Eriador e
Fundação é uma das melhores coisas que eu já li. Recomendo demais da conta. Dos 15 para mim falta um.
 

Mohanah

Usuário
Estou lendo na ordem certinha também. \o/

Estou na metade do Prelúdio.

Para mim, o melhor livro até agora é o primeiro da trilogia mesmo. É de explodir cabeças, totalmente genial.

O segundo, eu gostei até a metade.

Achei a parte do Mulo muito chata.

O terceiro livro se recupera um pouco, mas ainda sim não chega nem perto do primeiro.

Fundação II reacendeu meu ânimo com a série.

Todas aquelas disputas entre Trevize, a Prefeita e a galera da Segunda Fundação. Gostei também do lance da Terra tanto que fui correndo ler Fundação e a Terra, apesar de não ter gostado muito daquele lance de Gaia no final.

Fundação e a Terra foi uma decepção. O que foi aquele final???

E o Prelúdio até agora estou gostando bastante.

Muito legal ver o Seldon todo perdido no início da criação da Psico-história. Gosto muito das reflexões sobre os comportamentos humanos. Acho que é o mais gosto na série como um todo.
 

Clara

Perplecta
Usuário Premium
Uia que bacana!
Uma mensagem da minha vida passada aqui no Valinor!
(Eu era a Dharma K. :dente:)


A estória original foi escrita em contos, publicados em revistas de F.C. . Depois é que foram reunidos, na forma da trilogia. Parece q o Asimov queria escrever uma FC sobre a queda de um império, um pouco como "Declínio e Queda do Império Romano" de Edward Gibon.

Não sabia disso, de outros dois livros... só conheço a trilogia e ela fala de mil anos e não quinhentos.

Alguém já ouviu falar de uma teoria de que Osama Bin Laden foi inspirado por esse livro para a criação de sua organização? E que "Al Qaeda" significaria "Fundação" em árabe?
Detalhes podem ser lidos em www.ansible.demon.co.uk/writing/ft158.html (se vc se interessar e souber ler em inglês).
Tem toda uma paranóia sobre esse assunto mas eu achei os argumentos bem furados, além do q, comparar Bin Laden com o Seldon é forçar demais, não é?

attachment.php


D 001.jpg

Nessa ocasião a edição que li foi uma antiga (e muito mal feita) de A Fundação em volume único.

Hoje conheço e já li a série toda (essa que o Tilion discriminou aí em cima) e reli a trilogia naquela edição bacana da editora Aleph.
 

Mohanah

Usuário
Terminei de ler Prelúdio, minha cabeça explodiu com o final. Melhor livro da série fora da trilogia.

Quem já leu responda, por favor.

A Psico-História falhou?
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$125,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo