1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Evolução!

Tópico em 'Música' iniciado por Thico, 25 Abr 2002.

  1. Thico

    Thico The Passenger

    Como foi a evolução de vcs pra chegarem ao estilo de musica e as bandas q gostam hj?

    Eu, por exemplo; comecei minhas tranformações em 1998 ouvindo mt Green Day, ou seja, mt Dookie! Depois em 1999 continuei gostando mais ainda de Punk Rock, comecei a ouvir mt Offspring e tbm grunge... como o classico Nirvana (quem q nunca gostou de Nirvana aqui q atire a primeira pedra.)... Em 2000, parti para um Punk mais ´´adulto`` ouvindo MUUUUITO Bad Religion e comecei a escutar Pennywise(Muito bom por sinal). Em 2001, no Rock`n Rio estava curtindo muito grunge, principalmente Silverchair, acho que foi pq eles viram pro RIR, né?!
    Mais pro meio de 2001 comecei a escutar muito Led Zeppelin, graças a um amigo meu q me mostrou o caminho das pedras. No fim do ano passado, em dezembro pra ser mais exato, comecei a frequentar o forum valinor e assim, ouvir Blind Guardian e Rhapsody... Hj, em 2002, ouço de td mais minha banda favorita eh de fato, Led Zeppelin!
     
  2. Telp

    Telp Usuário

    po eu vou reconhecer que era fan de Nirvana...
    eu ouvia nirvana nos tempos de colegio.
    lá pra 96, eu acho, começei a ouvir Metallica, e fiquei ouvindo metalica até o final de 97 se nao me engano quando conheci Rhapsody... ai mudou todo, depois eu conheci Blind Guardian, Gamma Ray e outras bandas de metal...
    deu um ano pra cá tenho escutado muito Black Sabbath, Deep Purple, e recentemente, muuuito Jethro Tull. E tenho escutado bastante música folk tb.
    acho q é isso
    alias acho q minha tragetoria é classica
    =]
     
  3. Faram¡r

    Faram¡r Dr. Benway

    Eu tive, por pura sorte, uma mãe que sempre gostou de rock. Então, desde que me entendo por gente, escuto rock. A minha infância e pré-adolescencia foi muito marcada por Led Zeppelin, Jethro Tull, Janis Joplin, Rolling Stones, Crosby Stills Nash & Young, Lou Reed, Pink Floyd, Genesis ... por ai ... Nessa época eu também peguei o gosto pela música clássica.
    Com 15 anos, eu comecei a prestar mais atenção ao Heavy Metal. Escutei Iron Maiden, Metallica, Motorhead, Black Sabbath ... Depois Parti para o Black e o Death ... com uns 18 anos, depois de passar boa parte do meu tempo vasculhando o underground do metal, resolvi olhar mais para a minha formação, o rock setentista ... e música clássica. Estou fazendo ainda a coleção de cds da Deusch Grammophon ... faltam poucos.
    Hoje em dia, eu curto metal em geral, especialmente o NWOBHM, e rock progressivo e música clássica em geral. A internet me possibilitou encontrar muitas coisas novas, e assim eu compro menos Cds
     
  4. .Gabil-Nala.

    .Gabil-Nala. Bloody member

    Bom quando eu tinha tipo uns dez anos eu escultava muito Sepultura, Viper, MotorHead e coisas do genero,,,,um pouco depois comecei a ouvir nirvana, alice in chains, sound garden e coisas do genero....Bom lá pros 15 anos quando eu me mudei de cidade e conheci um monte de gente nova, um amigo em especial me apresentou THE CURE, que até hoje é minha paixão e eu comecei a curtir muita coisa do anos 80 nessa linha new wave....The Smiths, Siouxie, New Order e coisas da mesma época porém caindo mais para um pós punk tipo Sisters of Mercy, Joy Divison, Velvet Underground etc. Cerca de dois anos atras comecei a ouvir Iron de novo que era uma cois que eu sempre ouvia mas tinha dado um parada e tambem conheci os "Metais" da vida, o que hoje eu não ligo muito tipo isso eu falo de power, melodi co etc, mas ainda ouço muito gotic, doom e afins......
    Mas a minha descuberta mais recente no campo musical foi as possibilidades e elementos oferecidos pela musica eletronica, a qual eu descobri ser mais velha do que todos os estilos que eu ja disse, contraditoriamente ao que eu pensava, como um produto da ultima decada.....KraftWerk Rox!!!
    É isso ai hoje eu ouço um pouco de tudo isso, é uma grande massaroca musical pois eu descobri que é no minimo coisa de gente mesquinha e tapada ser bitalada num estilo ou linha musical...por isso eu falo,,,gosta de metal? blz ótimo, tem coisas maravilhosas, mas vamos tambem abrir os olhos para os horizontes da musica, pois essa é maior maravilha que o homem possui, mutavel, ora complexa ora simples, porem linda e envolvente... :)
     
  5. Lady Greenleaf

    Lady Greenleaf Usuário

    Que engraçado... parece que o povo aqui tem o mesmo gosto!

    Baum, minha tragetória para chegar ao que sou é meio mistureba!
    Desde os meus 10 anos de idade ouvi muuuito dance, techno (se bem que até hoje ouço um pouco) devido à grande influência de minha mana aqui em casa.

    Com o passar do tempo, lá pelos meus 15 anos, comecei a ter opiniõ própria e coragem para mudar da estação do rádio(pois antes recebia uns cascudos da mana) e parei no Rock!!!

    Inicie com algo light, Silver Chair(acho eu) e cheguei ao mais pesado como Irom Maden, Metallica, Black Sabbath...

    Hoje em dia meu gosto varia muito, vou desde Tears for Fears, The Smiths, Apocalyptica, Queen, Pink Floyd, Enigma... ao Led Zeppelin, Blind Guardian! Daí naum parei mais. Que ZONAAAAA!!!

    Falow!
     
  6. Dagorlad

    Dagorlad Usuário

    eu cpmecei com uns 7 anos a gostar de rock, minha mae sempre colocava simon and garfunkel, beatles, led zeppelin.... mas eu soh gostava, naio sabia nada sobre rock ou nem que o metal existia hehe

    depois com uns 12 anos comecei a gostar de nirvana, off spring, metallica, iron maiden.... bem poser mesmo :lol:

    ai com 13 foi que eu descobri o Blind Guardian, que literalmente mudou minha vida, comecei a gostar de metal melodico, eu tava completamente viciado em BG naquela epoca. depois vieram rhapsody, gamma ray, depois edguy, nightwish, escutava todos esses.

    e um dia me apresentam rhapsody, o que me fez gostar de metal epico, comecei a gostar de thy majestie, elvenking, luca turilli....

    hoje em duia escuto todas essas, e meu irmao gosta de viking metal, entao eu curto bastante vintersorg, fintroll, monsorrow, otyg.

    eu gosto de death metal tb, mas nao eh tipo krisiun, morbid angel, deicide.... eh mais in flames, children of bodom, catamenia, nigh in gales, kalmah.

    haggard e estatic fear detonam tambem.

    ai hoje em dia eu escuto principalmente as bandas que eu citei desde meus 13 anos.

    pronto, acabei a biografia hehehe
     
  7. Niniel Turambar

    Niniel Turambar Usuário

    Acho q a minha tragetoria é a mais diferente (e absurda)

    Quando era criança, ouvia de tudo no radio, mas o que mais gostava era axe music (na epoca nao era tanto sucesso quanto a pouco tempo, e ainda nao existiam bandas como É o Tchan), gostava bastante de Timbalada, Daniela Mercury, etc.. até porque nas radios do Nordeste isso sempre tocou muito. Meu gosto musical começou a mudar depois q conheci o Bon Jovi, me apaixonei pela musica deles, comprei meu primeiro CD, e passei a me interessar mais por musica internacional.
    As coisas mudaram ainda mais quando em 96, instalou TV a cabo em casa, e passei a ter acesso a MTV... nossa, podem falar tudo de ruim da MTV (realmente, hj em dia o padrao caiu demais), mas o meu interesse por rock foi "culpa" dela, naquele tempo a programaçao era melhor, e bandas como Sepultura ficavam facil, facil em primeiro lugar na parada. Pouco a pouco, fui conhecendo diversas bandas e fui deixando de gostar do Bon Jovi, para gostar de bandas como Foo Fighters, Bush, Spice Girls (sim, eu adorava), enfim, as bandas atuais e de sucesso.
    A terceira parte da minha tragetoria musical foi quando, por meio de uma coluna muito bacaninha de uma jornalista daqui de Pernambuco (que agora trabalha na revista de cinema SET, ele tb é super fã de Tolkien, quem comprou a SET com a capa do filme sabe quem é, foi ele q fez a reportagem, o Rodrigo Salem), tive contato com a dita musica alternativa (ou underground, tanto faz). Passei a querer saber mais sobre musica, as bandas menos conhecidas, os primordios de tudo - e deu nisso. Hj só esculto musica "velha", do rockabilly dos 50 até os anos 80 (que adoro), artistas geralmente desconhecidos do grande publico, e que dá um trabalho danado para conseguir comprar os CDs.
     
  8. BlackBeard

    BlackBeard Usuário

    perai...
     
  9. BlackBeard

    BlackBeard Usuário

     
  10. Quando eu li o título do tópico, pensei que estava-se falando da evolução musical de alguma banda... Mas essa idéia tb é legal, então lá vai:

    Comecei a ouvir música mesmo aos 12 anos, bem na época do Monsters Of Rock de 96, um colega meu me emprestou um CD da Showbizz que tinhas três músicas do Black Sabbath, Venom, Bruce Dickinson, Helloween... Aí não teve jeito, vidrei em Black Sabbath que não conseguia largar (até hoje, Sabbath é uma das minhas preferidas). Então, conheci bandas da NWOBHM, como o Maiden (outra paixão) e Judas (gosto muito tb). Até então eu SÓ ouvia Maiden e Sabbath. Depois disso conheci bandas de `melódico`, como por exemplo Rhapsody, Hammerfall, etc... Também foi um estilo que eu admirei MUITO, porém ultimamente, infelizmente, as bandas andam se repetindo, o que eu achei muito chato. Depois disso comecei a ouvir umas bandas mais "pedradas", mais Thrash e Death, como Testament, Exodus, Death, Sadus, Carcass, Cannibal Corpse, etc... Até meio que "abandonei" um pouco o dito melódico, pois não tenho mais achado nada de realmente relevante nos últimos tempos... Ah, aqueles dois primeiros discos do Rhapsody são perfeitos...
    A última novidade pra mim é música extremamente técnica, tipo Spastic Ink, Atheist, Cynic, Watchtower, Spiral Architect, etc...

    Bem, acho que é por aí... Ultimamente ando ouvindo os clássicos do melódico, tipo os dois primeiros do Rhapsody, Death, Cannibal Corpse, Sadus (essa banda detona!!!) e música técnica...
     
  11. Raziel

    Raziel Usuário

    eu escutava punk-pop até o começo de 2001, tinha 14 anos, depois em março um amigo me "forçou" a ouvir A Past and Future Secret do Blind Guardian, fiquei loko, depois me passaram a Nightfall, tres dias depois fui na galeria do rock e comprei o NiME, depois começei a ouvir Helloween, Hammerfall, Rhapsody, Gammaray, Iron, Angra, Edguy, Iced Earth, Nevermore, Sepultura e por ai vai...
     
  12. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Nem ligava pra música até uns 12 anos. Comecei a ouvir pop rock, tipo Legião, Paralamas, Titãs. Virei fãzão do Oasis e lembro que fui até no show que teve, era muito fã mesmo.
    Mas foi num belo anoitecer de outono em 1998 que minha vida mudou. Liguei na MTV e tava passando o clipe de Unforgiven II do Metallica. Foi só o que bastou pra eu perceber que tava perdendo tempo ouvindo aqueles popzinhos sem graça e despertar o espírito do metal que dormia inquieto em mim. :twisted: Corri pra casa do meu primo e fuçar a coleção de cds dele e conheci muito do que conheço hoje com ele.
    Virei fã número um do Metallica e corri pra ouvir todos os discos. Descobri que tive um tremendo azar porque aquele já era o fim do GRANDE Metallica de antigamente... do Ride The Lightning, do Master e do poderoso And Justice For All.
    Nessa época(meados de 98) eu terminava o ADT e passei a procurar bandas que se inspirassem em Tolkien. Inevitavelmente cheguei ao Blind Guardian. Mas como não gostava de Power Metal na época, nem quiz ouvir, só gostava das capas. Num acesso de curiosidade coloquei pra tocar aquela música The Bard's Song, só pelo título mesmo. Aí já viu... :twisted:
     
  13. Inho

    Inho Usuário

    Bem, minha relação coma música começou devagar. Desde pequeno meu pai tocava violão pra mim e meus irmãos. O repertório dele é o mesmo até hoje, e foi como eu começei: Belchior, Zé Ramalho, Ivan Lins, enfim MPB pra caramba! No começo curita muito mais música nacional como Paralamas, Engenheiros e Titãs (foi o 1 cd q comprei). Até que um dia meu irmão comprou o clássico In Utero do Nirvana e meu pai um dos Beatles, que eu mal conhecia mesmo já tendo uns 11 anos.
    A partir daí bem... eu começei a tocar violão e ouvi muito mais: Led Zeppelin, U2, os Rolling Stones entraram de vez, e Legião eu ouvia o tempo todo!
    Porém, foi-me concedida a graça de vir morar no ponto para onde todos os ritmos tendem a fluir: Recife! E nessa mistureba de sons q tem aki, eu me senti em casa. Chico Science, Lenine, Lula Queiroga, Mestre Ambrósio. Mais recentemente, Chá de Zabumba, Caluncha, bandas depifes. Depois, veio o cd Vô Imbolá, do Zeca Baleiro, q é ótimo e foi um grande marco na minha história. Tratei de arranjar logo o anterior, o "Por onde andará Stephen Fry?". E ouvia e ouva e ouvia...
    Recentemente entrei na fase mais contrastante: procuro as guitarras e as mais ricamente instrumentadas. no 1º ponto estou com BG (sou novo aki...), Angra, Joe Satriani (amor antigo), Victor Biglione, Metallica, Paco de Lucia e um pouco até de Cradle of Filth, q eu num curto tanto. No 2. ponto, entraram apocalyptica, Jethro Tull, música espanhola (paco de lucia de novo, Estopa, Mercedes Sosa (num é espanhola mas canta e espanhol)), música celta, Trio Mocotó (é sério, legal pacas!), muita música clássica também (Bach RLZ!!)
    Taí, agora acho q vendo tanta exaltação ao metal nesse fórum, vou acabar caindo presse lado também... :(
     
  14. Pô, meu, porquê a expressão negativa??

    Música boa é música boa em qualquer lugar, qualquer estilo, só vai depender de você 'filtrar' o que é bom ou não para você! Boa sorte na sua jornada pelo mundo do metal!
     
  15. BlackBeard

    BlackBeard Usuário

    teve alguem ai q escreveu q " havia tanta exaltação de metal aki q ele irria acabar caindo pra esse lado tb". Olha meu não vai na onda dos outros, curta metal se vc realmente gostar cara. Eu comecei a curtir metal sem a influencia de nehum tio, pai, primo, amigo, inimigo... ou etc.
     
  16. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    O que eu acho mais engraçado é quando alguém fala que "vai acabar caindo pra esse lado", como de fosse uma coisa terrível, muito perigosa. Como se ouvir metal fosse realmente algo muito ruim, uma regressão musical inaceitável. Eu sugiro ouvir algo bom antes de falar besteira.
     
  17. Inho

    Inho Usuário

    Caramba, o meu caindo pra esse lado deu o q falar... ó, eu realmente naum sei oq a expressão negativa tem a ver com akilo. Preu me explicar: o q eu tava dizendo era q eu realmente naum tinha nenhum interesse pelo metal. Agora eu to começando a ouvir e conhecer... tipo, eu num tenho nenhuma idéia se vou me tornar um metaleiro e tal, mas acho q naum porque naum bate comigo. Eu sou mais calmo e tal. Já ouvi e to curtindo o metal melódico (tá vendo, já to até sabendo combinar [classificação inútil] + Metal). Naum queria fazer nenhuma alusão ou previsão aos meus futuros gostos musicais. Vai q amanhã eu esteja a fim de dançar um "pagodão", uns "funkão" e tal, embora isso seja bem impossível porque eu detesto essas músicas (num tem essa de q é preconceito, eu detesto mermo!). Bem como pode ocorrer de amanhã eu sair por aí todo de preto e ir pro Recife Antigo, pro bar do Guns, onde se encontram os metaleiros da cidade e ficar lá agitando a cabeça :x ... Bem, nada contra o metal, nem tampouco a favor! Ao menos por enquanto...
     

Compartilhar