• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Eu gostei, mas jamais lerei novamente.

Ana Lovejoy

Administrador
dia desses fui atropelada por um livro e largada em via pública e dei quatro estrelas para ele. ou, como diz o título do tópico, eu gostei, mas sei que jamais lerei novamente. aí pensando nessa sensação resolvi trazer a pergunta para cá: que livro você achou bom, mas a leitura te judiou tanto que só de olhar para a capa o olhinho começa a trimilicar e você sabe que nunca mais vai reler?

o meu número um era uma vida pequena da hanya yanagihara, o maior feel bad que já tinha lido na vida (ele saiu por aqui pela record)

1666825167592.png

o mais recente é um que eu nem botava muita fé (fui lendo esperando mais um clone da sally rooney), mas enfim, bateu a bad e eu fiquei tão na bad que não consegui ler mais nada desde que terminei a leitura há quase 2 semanas. o nome é cleopatra and frankenstein da coco mellors. não sei se já tem tradução por aqui.

1666825360649.png

comparando os dois eu acho que uma vida pequena ainda é o mais pesado, o cleopatra and frankenstein já entra numa coisa mais subjetiva. mas como eu ainda estou na bad vou citá-lo aqui também.

enfim, vamos lá, amiguinhos, compartilhar livros que judiaram da gente para que os masoquistas de plantão possam engordar a lista de livros para ler. :lily:
 
Fiquei levemente atordoada com a capa de A little life. Esse livro deve ser devastador. Daqueles que a gente termina de ler e pensa que nunca mais voltará a ser feliz, isto é, livro-dementador. Do jeitinho que eu gosto.
 
Última edição:
Fiquei levemente atordoada pela capa de A little life. Esse livro deve ser devastador. Daqueles que a gente termina de ler e pensa que nunca mais voltará a ser feliz, isto é, livro-dementador. Do jeitinho que eu gosto.

eu adoro a capa também. acho doido que o nome da fotografia é "orgasmic man", porque o protagonista sofre demais o livro todo. e tem nada de subjetivo: a pessoa que lê tudo o que o jude passa e não sente pelo menos um desconforto é meio psicopata.

lembrei que falei do livro no bró > https://www.anica.com.br/2016/01/15/a-little-life-hanya-yanagihara/
 
Não sei se tem algum livro que se encaixa exatamente nessa descrição, mas a trilogia millenium eu não pretendo ler de novo, achei muito pesado pro meu gosto, apesar da história ser interessante.

images (4).jpeg
 
A Montanha Mágica do Thomas Mann, e Os Miseráveis do Victor Hugo.
São dois livros que depois que passam o que fica é bom, mas durante a leitura é só carregar pedra.
 
Eu li recentemente um artigo sobre o porquê de A Little Life não ter sido adaptado em série ainda (basicamente por ninguém querer financiar um troço pesado desses, apesar da fanbase grande, e pela autora não largar mão de que a história seja contada direito, sem diminuir o impacto).

Falo isso pq eu queria muito ler esse livro — eu gosto é do estrago 🤭 — mas não tô com a mente pra um calhamaço assim, não importa sobre o que seja...

Mas não consigo pensar em livros assim, ao menos não pela parte de ter sido pesado. Até o A Guerra Não Tem Rosto de Mulher, da Svetlana Aleksievitch, que tem umas partes pesadíssimas que me deixaram com ódio ou me fizeram chorar, eu gostaria de reler. Não releria se fosse ruim ou grande demais e tal... mas talvez isso seja também porque eu leia pouco. Já filmes eu talvez teria alguns títulos pra compartilhar... e mesmo assim provavelmente veria de novo rsrs

Mas se alguém tiver dicas de livros curtos e pesados (desses bem imediatos mesmo) pode recomendar 🤓
 
você falou da svetlana e lembrei do vozes de tchernóbil, não é tão pesadão quanto uma vida pequena, mas saber que aquilo tudo é real e não ficção acho que torna tudo ainda mais descaralhante das ideias.
 
Livro bom é livro que destrói a gente. (Ui!)
Eu só não leria de novo um livro que achasse ruim ou meia-boca. Enfim, se for um livro foda, sempre é candidato a uma releitura (contanto que haja tempo útil na vida e oportunidade para tanto). Podemos criar um tópico para sugestões de livros tristes, deprimentes e tarja-preta. :timido:
 
Mas se alguém tiver dicas de livros curtos e pesados (desses bem imediatos mesmo) pode recomendar 🤓
Não li ainda porque sou vagal e bagunçado, mas super me parece que Declínio de um Homem, do Osamu Dazai, se enquadraria nos quesitos de ser curto e pesado. Se você ler antes de mim, confirme. :hihihi:
 
Que bizarro. Nem imaginava que existia um desenho desses. XD

Mas conte mais sobre aquele Cleópatra e Frankenstein. Fiquei curioso com o título e a capa. :think:
 
Livro bom é livro que destrói a gente. (Ui!)
Eu só não leria de novo um livro que achasse ruim ou meia-boca. Enfim, se for um livro foda, sempre é candidato a uma releitura (contanto que haja tempo útil na vida e oportunidade para tanto).

Rapaz, eu já ia manifestar a minha concordância, mas então me dei conta de que, no que depender de mim¹, não pretendo reler O Senhor dos Anéis, O Silmarillion, Contos Inacabados - O Hobbit, talvez.

Já li e reli esses livros algumas vezes. Foram importantes pra mim e ainda são, afetivamente. Mas tendo a considerá-los página virada na minha trajetória como leitor. Pode ser que isso mude um dia? Pode. Mas por ora, não consigo ver isso acontecendo.

_________
¹ Digo no que depender de mim, porque se algum deles for eleito para o Clube de Leitura de que participo, não terei escolha senão lê-los novamente.
 
Os livros que amo, a principio só pretendo parar de reler quando puder recita-los de cor do começo ao fim rs
 
@Mercúcio
Sim, mas você mesmo disse que já os releu "algumas vezes". Mas te entendo perfeitamente. Tem livros que, mesmo sendo ótimos, são-no apenas para certas fases da vida. Você é tipo o Fernando Sabino dizendo que não leria mais os romances policiais que tanto amava na juventude porque tinha passado dessa fase. :hihihi:
 
O Vidas Secas do Graciliano Ramos é aquele que mais imediatamente me vem a cabeça. É um baita livro e um grande retrato social, mas é uma história bem triste que até hoje só li uma única vez.
 
O único livro que me vem à cabeça é o "Muito Longe de Casa - Memórias de Um Menino Soldado" do Ishmael Beah, no fim das contas é uma história de vitóra, mas eu não jamais lerei de novo porque isso é um livro que me deixou desgraçada da cabeça por um bom tempo.
 
Não sei se tem algum livro que se encaixa exatamente nessa descrição, mas a trilogia millenium eu não pretendo ler de novo, achei muito pesado pro meu gosto, apesar da história ser interessante.

Ver anexo 95264
Eu adorei a franquia.

A real, foi umas das últimas series que tive paciência para ler, e que realmente gostaria de voltar a esse mundo.
Existem alguns outros livros, editados e publicados pelo filho do Larsson né.
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.404,79
Termina em:
Back
Topo