1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Estado do Pará "fatiado" em 3

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Fúria da cidade, 6 Mai 2011.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Eu sinceramente eu ainda acho desnecessário. Fatiar o Pará em mais estados não sei se vai resolver todos os problemas, mas...

    -----------------------------------------------------------------------------------

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Câmara aprova plebiscito sobre criação de dois novos Estados no Brasil

    Se aprovado, Carajás e Tapajós farão parte de um desmembramento do Pará


    A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (5) um plebiscito para a população decidir se concorda com a criação de dois novos Estados no Brasil: o Estado do Carajás e o do Tapajós, ambos como desmembramento do Pará.



    Conforme o texto, Carajás terá 39 municípios, no Sul e Sudeste do Pará, com área equivalente a 25% do território atual do Estado e Tapajós terá 27 cidades e ficará localizado a oeste do Estado, ocupando 58% de sua área atual.

    As duas propostas voltam agora para o Senado, onde também precisam ser aprovados para que o plebiscito seja realizado.

    A Constituição determina que a criação de novos Estados só aconteça depois de um plebiscito em que a população diretamente interessada participe.


    Em seguida, um projeto de lei complementar é enviado ao Congresso que, depois de aprovado e assinado pela presidente, permite a criação do novo Estado.
     
    Última edição: 6 Mai 2011
  2. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Alguém pode me dizer o motivo disso? tem haver com disputas indígenas, rurais ou algum motivo histórico?
     
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    É certo que o Pará um dos poucos estados do país com 2 fusos horários e a maior parte da população está concentrada mais próxima a Belém

    E tem municipios com área maior que alguns estados brasileiros.

    Mas se fosse surgir um estado praticamente "indigena" em que o governador fosse um representante fiel e verdadeiro dessas comunidades e se volte totalmente pros interesses deles aí eu apoio a iniciativa, pois fica mais dificil eles esperarem isso vindo do governo paraense.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  4. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    No caso do Tapajós pode até ser um Estado fortemente indígena.

    Carajás ficaria com a parte "que interessa" do Pará e mais bem integrada ao território nacional, sob o ponto de vista econômico.
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Se o município amazonense de
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    que é maior que RJ e ES juntos fosse um Estado, seria um estado verdadeiramente indígena com mais de 70% de sua população com essa origem e onde se fala de forma oficial além do português mais 3 idiomas nativos.

    Já tive o prazer de ter visitado esta cidade e é um dos lugares mais bonitos que já vi desse país.
     
  6. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Mais 6 senadores, 2 governadores, mais alguma coisa para entrar na conta?
     
  7. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Deputados federais, e estaduais.

    Campeonato tapajosense e capeonato carajásense...
     
  8. Tek

    Tek Girls tend not to like me

    :lol:

    Bom, o motivo que geralmente dão é que o território é grande demais para governar. Mas eu acredito que seja jogada política.
     
  9. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Além dos deputados..

    Um monte de acessores, servidores e aquela turma de paraquedistas, parentes dos eleitos que querem um empreguinho público fácil caindo no colo sem precisar fazer concurso público.


    Vai ser complicado hein? No Pará em Belém ao menos tem Remo e Payssandú que são clubes respeitáveis, um degrau mais abaixo a Tuna Luso mas saiu da capital, mesmo sendo um estado gigantesco se for realmente dividido fora de Belém será muito dificil juntar times em nivel profissional pra jogarem dois novos estaduais e sair 2 representantes pra disputar a Copa do Brasil.

    No entanto existe no norte do país um campeonato indígena muito bom. Quem sabe dali sai a solução.
     
    Última edição: 7 Mai 2011
  10. Lörien_vb

    Lörien_vb Usuário

    a pergunta que eu faço, pois não conheço muito este estado é.... apos a divisão em mais 2 estados como ficaria a economia desses?
     
  11. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Campeonato carajaense com o Águia reinando unânime, até que o time de Parauapebas fique mais forte.
     
  12. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

  13. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    São estados que nascerão no papel pobres, com suas maiores cidades ainda carecendo muito de infra-estrutura e muito dependentes de acesso fluvial ou áereo já que em matéria de rodovias a precariedade é enorme.

    Vejo muita semelhança com o inicio do estado do Tocantins
     
  14. Lörien_vb

    Lörien_vb Usuário

    com base na economia futura, não seria melhor continuar como esta?
     
  15. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Como disse no meu primeiro post aqui, Carajás ficaria com a parte "que interessa" do Estado. Teria a usina de Tucuruí e a maior mina de ferro do mundo, além de a região estar mais incluída na dinâmica nacional, numa situação diferente de Santarém (no hipotético Tapajós), cuja rodovia para Mato Grosso (por tabela, para o Centro-Sul) até hoje não é asfaltada.

    Mas parece ser um projeto de interesse político, vinculado às pretensões econômicas das elites locais. Não vejo um fundo de emancipação cultural nisso, já que o Pará tem uma identidade razoavelmente sólida, e comparo com aquele pessoal do Norte da Itália, que quer se separar do Sul para não ter que sustentar os vizinhos mais pobres.
     
  16. Deriel

    Deriel Administrador

    Com certeza é um projeto político. Com dois novos estados no mínimo serão 16 novos Deputados Federais (8 por estado) e 6 Senadores (3 por Estado) - o que vai aumentar consideravelmente o peso político da região sem que existe uma população maior a ser representada. Mesma população, muito mais peso político. Também cria-se mais 2 Governadores, 2 Vice-governadores, Trocentos Deputados Estaduais, e toda a máquina administrativa ao redor (cargos em comissão, assessores)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  17. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Não sou contra, até porque a sociedade brasileira tem o direito constitucional para decidir isso. Claro que todas essas questões passam majoritariamente pelos interesses políticos, afinal somos inerentes a tais práticas.

    Se a divisão "é para tentar resolver ou amenizar as demandais locais de cada região" tudo bem, mas o X da questão é saber se as divisões vão realmente resolver.

    Se criados como bem disse Deriel vai onerar ainda mais os gastos da união e não temos certeza da eficácia. Em Minas Gerais novamente uma bancada do Triangulo voltou a discutir isso e querem criar o Estado do Triangulo, se "livrando" assim do chicote mineiro.

    Achei essa imagem muito bacana:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  18. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    No caso de Minas eu sou favor da criação do estado do Triângulo. A região tem cidades importantes e pujança economica pra seguir em frente sozinho.

    E que Juiz de Fora decidisse em plebiscito local se quer continuar pertecendo a Minas ou ser anexado ao Rio de Janeiro, pois de mineira essa cidade não tem a menor identidade.
     
  19. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    É mais fácil o pessoal de lá se mudar para o Rio :roll:

    Por falar nisso, tem esse artigo aqui muito interessante que trata da divisão dos estados brasileiros.

    Vale a pena ler, o artigo é do início da década passada. Claro que algumas divisões mudaram, mas a lógica é a mesma.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 8 Mai 2011
  20. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Esse é um problema. As UFs pequenas têm no Brasil uma representatividade desproporcional na Câmara. Isso se contrasta com os EUA, onde Estados menores podem ter apenas um Deputado Federal.

    Não acho que apenas um para Roraima, por exemplo, seria interessante, já que romperia com o princípio de representação proporcional das diversas tendências políticas dentro do Estado. Mas uns 3 ou 4 como mínimo já estaria bom demais, 8 ou 9 DF's a menos.

    Mas, voltando ao assunto, desde que eu morava lá já se falava nesse hipotético estado de Carajás. A diferença é que eles falavam em algo perto do Núcleo Urbano da mina de Carajás como capital, mas essa história provavelmente tem variações egocêntricas de região a região.
     

Compartilhar