1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

E se os Valar se seguissem o conselho de Ulmo?

Tópico em 'E Se...?' iniciado por Almirante Ackbar, 21 Abr 2008.

  1. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Antes de fazer a pergunta, vamos nos lembrar 1° dos acontecimentos.

    Vocês se lembra da época em que os elfos acordaram? Onde a 1° derrocada de Melkor foi pelo bem dos elfos, Melko nunca esqueceu disso.

    Depois que ele foi levado para a fortaleza de Mandos onde nada escapa nem elfo, nem Vala nem, homem mortal consegue fugir. Os Valar reuniram-se novamente e diz no Silmarillion que se dividiram no debate. "Pois alguns, e desse Ulmo era o principal, sustentavam de que os quendi deveriam ter a liberdade de perambular à vontade pela Terra-média e, com sua habilidade, ordenar todas as terras e curar seus estragos. Já a maioria temia pelos quendi no mundo perigoso..."

    A pergunta é essa:

    E se os Valar seguissem o conselho de Ulmo?
     
  2. moriel

    moriel Banned

    Bem, possivelmente, haveria bem menos mal no mundo. Afinal, os quendi que não foram para Valinor não se tornaram maus nem apoiaram Melkor.
    Certamente, haveria bem menos mal no mundo, e não haveria alguns dos meus personagens favoritos... Mas, por outro lado, a história das Silmarils não foi coisa boa não.
    Haveria menos mal, e menos coisas belas :(
     
  3. Húrin

    Húrin Amante da Calíope

    Os elfos até poderiam ter arrumado um pouco dos estragos causados por Melkor, mas teriam perdido o conhecimento que os Valar passaram a eles em Valinor.
    Como a Moriel citou, não haveriam as Silmarilli e também não haveria o conhecimento da forjadura dos Anéis de Poder. Eles poderiam ter aprendido sobre as substancias e as criaturas pela experiência da tentativa, e isso demoraria muito mais tempo para ter um ganho ou uso da TM.
     
  4. Dúnadan Thorongil

    Dúnadan Thorongil Mensageiro de Gondor

    Como a Moriel e o MNeithan falaram, haveriam menos coisas belas e os elfos não teriam toda a sabedoria que eles têm. Se eles não ficassem em Valinor, as Silmarili não teriam sido feitas e com certeza as Guerras de Beleriand não seriam como conhecemos, pelo menos sem os elfos querendo as Jóias de volta. Eu também penso que sem tudo o que sabiam sobre Melkor, pode ser que os elfos fossem mais facilmente enganados por Morgoth, quando ele os procurasse para levá-los para serem seus servos.
     
  5. Karnillë

    Karnillë Geologista

    :think:
    Fico pensando se os Elfos influenciariam mais os humanos.

    Penso que sim. Provavelmente os costumes dos quendi atingiriam um grupo bem maior de seres humanos, o que significa que haveriam mais povoados de "homens bons" espalhados pelo mundo. Seria algo positivo, já que os quendi têm bons costumes e uma cultura interessante, provavelmente não haveriam tantos confrontos causados por seres humanos.
    E, outro ponto positivo, haveriam menos orcs.
     
  6. ALF

    ALF The Proudest Monkey!!

    De certa forma eles seguiram o conselho de Ulmo, os Elfos foram para as Terras Imortias seguindo uma convocação dos Valar, mas não lembro dessa convocação ser obrigatória, tanto que os Sindar ficaram na Terra-média.

    Mas vamos ao post...

    Se todos os Elfos ficassem na Terra-média, e não só uma parte deles, provavelmente os Valar teriam ao menos dado uma mãozinha para eles. Como o mundo ainda estava submetido à Escuridão de Melkor, talvez criassem algum tipo de recipiente para colocar algumas folhas de Telperion e frutos de Laurelin e distribuissem entre as Três Famílias como forma de lhes dar um pouco da sabedoria das Luzes dos Valar e também de proteção contra a Escuridão de Melkor. Resta saber se eles se uniriam e formariam um único e poderoso reino para se defenderem melhor contra os servos de Melkor ou se ficariam espalhados pela Terra-média em três ou mais reinos, o que teoricamente os tornaria mais fracos em relação aos servos de Melkor.

    Assumindo que eles se agrupassem em um único reino na Terra-média, ainda haveria a árdua tarefa de se designar um único rei, soberano sobre todos os outros Elfos das Três Famílias. Mesmo que sem a presença de Melkor na Terra-média, a sua influência se faria presente por meio da desconfiança e provavelmente cada uma das Famílias teria o seu próprio Rei e juntos eles governariam em um imenso reino, onde haveria espaço mais que o suficiente para todos eles. O local mais apropriado para isso talvez fosse Beleriand, o mais próximo ao Belegaer possível que os Valar teriam conduzido os Primogênitos, e as fronteiras desse REINO poderiam ser as Montanhas Azuis ao leste; Tol Sirion e as terras onde foi construída Gondolin ao norte; as terras de onde seria o Condado e a Velha Floresta ao sul; e a fronteira oeste seria o prórprio Belegaer.

    (O mapa em anexo tá com uma qualidade bem ruim, mas é mais ou menos isso que eu pensei como limites do Reino)

    Os personagens criados por Tolkien ainda seriam mantidos, incluindo Melian como esposa de Thingol. Ainda haveriam Silmarils, porém seriam meras representações do que teriam sido se feitas em Valinor por conterem apenas o brilho dos frutos e folhas das Árvores dos Valar e por Fëanor não ter tido contato com as técnicas de Aulë. Eventualmente Melkor retornaria de seu exílio e ficaria furioso ao ver a enorme mancha iluminada e de seres belos em seus domínios de Escuridão e seres monstruosos. A princípio Melkor tentaria uma aproximação ao Reino Élfico, uma vez que eles apenas sabiam que ele fora levado preso para as Terras Imortais, mas não sabiam que ele havia fugido. Melkor poderia se insinuar para o lado dos Elfos com uma conversa de ter se regenerado e que precisaria de um abrigo temporário no reino deles até que conseguisse pensar em uma maneira de reparar toda a maldade que havia feito.
    Como os Valar resolveram não levar os Elfos para as Terras Imortais, acredito que levariam um certo tempo ainda para fazerem chegar uma mensagem aos Primogênitos sobre a fuga e reais pretensões de Melkor. Até lá, Melkor já teria lançado suas idéias corruptas e provavelmente teria feito a cabeça da maioria dos Elfos de que eles foram abandonados pelos Poderes de Ara naquela terra infestada de seres malignos e totalmente escura, que apenas os haviam dado alguns presentes pequenos de sua enorme terra e que os haviam conduzido para as margens do Grande Mar, mas não tiveram coragem de levá-los além daquele ponto. E em caso de ataque, quando as forças dos Elfos não fossem mais capazes de segurar seus inimigos, as opções seriam serem capturados e torturados ou se jogarem ao Mar.

    Sabendo que essas mentiras surtiriam efeito desejado em breve Melkor se prepararia e assim que chegasse alguma ajuda dos Valar, ou a desconfiança daqueles mais devotos a eles começasse a crescer, levaria todos os que caíram sob a sua lábia para sua fortaleza em Utumno e lá se mostraria novamente como o Senhor do Escuro e os torturaria, transformando em seus servos. Como ato máximo de sua vilania, ao fugir do Reino Élfico, Melkor ainda teria roubado as Silmarils e provavelmente matado Finwë para provocar os Elfos a virem atrás dele.
    Cego pelo desejo de vingança, Fëanor teria reunido o máximo dos Elfos que pudesse e teriam ido no encalço do Vala renegado. Fingolfin não teria sido deixado para trás dessa vez e provavelmente Fëanor tivesse sobrevivido até a chegada dos Valar e lutado na Guerra da Ira.

    Ao final da Guerra da Ira, quase todo o exército de Melkor seria destruído e ele seria levado preso e atirado no Vazio, além dos Portões da Noite, para nunca mais voltar à Arda. Como efeito colateral de toda essa Ira, todo o território do Reino dos Elfos seria engolido pelo Mar, um grande número de Elfos teriam perecido, incluindo Fëanor e alguns de seus filhos e as Terras Imortais seriam removidas das Esferas do Mundo, pois o sentimento de culpa dos Valar por não terem insistido em levarem os Elfos para Valinor e terem, talvez, evitado essa tragédia toda era muito grande.

    Legal, rodei, rodei e rodei e acabei chagando ao mesmo lugar...8-O daí pra frente segue a história como ela aconteceu???:think: Ainda dá pra viajar mais, mas eu estou com sono agora.
     

    Arquivos Anexados:

    • M-E.JPG
      M-E.JPG
      Tamanho do arquivo:
      149,4 KB
      Visualizações:
      24
  7. Dúnadan Thorongil

    Dúnadan Thorongil Mensageiro de Gondor

    É, e seguindo o raciocínio do ALF de os Valar levarem as Terras Imortais para além das Esferas do Mundo, será que eles não podiam convidar os elfos mais uma vez para irem até lá, para assim os protegeram de algum outro mal, já que de Melkor ele não insistiram e deu no que deu?? Se bem que os elfos podiam recusar por estarem meio "calejados" (não é essa a palavra que eu queria usar - hehehe)de tantas batalhas e agora quisessem continuar suas vidas como estavam. Sei lá, é meio complicado pensar nisso. Talvez alguns fossem à Valinor e outros ficassem.
     
  8. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    É... eu fiquei pensando nisso Moriel. Será que Melkor voltaria para TM?

    ALF em 1° lugar coloque aquele seu antigo avatar, me recuso a falar contigo! To brincando. Mas ALF é a mesma coisa que você numa mão oferecer pão com mantiega e na outra uma pizza. É uma escolha desleal. Olhar todos aqueles seres magníficos e todo o esplendor de Aman!

    Como você disse "de certa forma", eles me ouviram mas não seguiram.

    Não seria bom deixa-los lá, e viver com eles assim como Melian?
     
  9. ALF

    ALF The Proudest Monkey!!


    Pô.... eu nem sabia que o meu avatar de indiano tinha feito tanto sucesso assim... ou você tem alguma coisa contra o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ? É uma tirinha bacana...

    É, é desleal. Mas como saber se o simples pão com manteiga (na chapa ainda, que é para ficar com um gosto melhor) é mais gostoso ou não do que aquela maravilhosa fatia de pizza recém-tirada do forno, sem antes provar dos dois???
    Assumindo que a Terra-média fosse o pão com manteiga e Valinor fosse a pizza: Os Elfos haviam provado do pão com manteiga, e o gosto não tinha sido lá aquelas coisas. Porque não provar da suculenta pizza?

    Já no caso dos Valar, bem... eles haviam provado daquele pão com manteiga e perderam o gosto por ele quando Melkor resolveu estragar a brincadeira, aí eles se mudaram para outro lugar e passaram a gostar de pizza, que para eles era longe, mais saborosa do que o pão.
    Não lembro bem como foi o início da história de Melian, se já havia se fartado da pizza e quis provar um pouco do "pão de além mar". Fato é que ela gostou tanto do que o pão tinha a oferecer que acabou ficando, talvez os outros Maiar e Valar não compartilhassem da mesma opinião.

    O que dizer, entretanto, de Iarwain Ben-adar (vulgo Tom Bombadil)? Ele, até onde me lembro, passou a sua existência toda sem conhecer o sabor da pizza. Será que ele nunca se interessou por novos paladares? Ou será que, para ele, pão era mais do que o suficiente?:think:

    Compliquei né???
     

Compartilhar