• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cinco Livros Favoritos com Giuseppe

Mellime

Ohlala
Usuário Premium
Foi um post de uma linha. :hihihi:
Meu Inglês trava até quando tô lendo algumas das minhas amadas tirinhas sobre dinos.


Kindle tem dicionário clicando na palavra. Sério. Melhor coisa para aprender uma língua nova. Eu sempre aprendo a língua estrangeira que eu me comprometo a aprender em um determinado momento com o Kindle como um instrumento muito importante - talvez o mais importante de todos.

Obs. Não tenho o aparelho Kindle, uso o app
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Kindle tem dicionário clicando na palavra. Sério. Melhor coisa para aprender uma língua nova.
O foda é que tenho medo de tentar ler Drácula em inglês e, se não conseguir, ficar frustrada de um jeito quer faça com que eu desista, de vez, de tentar aprender Inglês.

Vamos fazer uma vaquinha edição Drácula para a Valentina. Com 33 reais
🤭🤭🤭

#brimks
Ela agora é assalariada e anda esbanjando com livros da DarkSide.
Gótico Mexicano foi o mimo que me dei de presente por ter sido empossada. 🤗
 

Finarfin

Usuário
O foda é que tenho medo de tentar ler Drácula em inglês e, se não conseguir, ficar frustrada de um jeito quer faça com que eu desista, de vez, de tentar aprender Inglês.
O Drácula é fácil comparado a outros clássicos da língua inglesa. É uma boa pedida pra quem quer começar a ler os clássicos em inglês, mas não pra quem quer começar a ler inglês no geral.
Se você não lê nada em um idioma, sugiro sempre começar por literatura infantojuvenil.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
O Drácula é fácil comparado a outros clássicos da língua inglesa. É uma boa pedida pra quem quer começar a ler os clássicos em inglês, mas não pra quem quer começar a ler inglês no geral.
Se você não lê nada em um idioma, sugiro sempre começar por literatura infantojuvenil.
A bem da verdade, eu comecei a tentar ler um livro em inglês no ano passado. Quando li Meu ano de descanso e relaxamento, lembro de ter conversado, bastante, com a Anica sobre o livro. Inclusive, até comentei uma interpretação um pouco fora do escopo que eu tive de alguns acontecimentos. À época, ela adorou a interpretação, e pediu que eu desse um jeito de colocá-la na resenha que fiz do livro. No meio da conversa, ela me falou que, na mesma linha do livro da Ottessa Moshfegh, estava o The New Me, da Halle Buttler. Mas falou que ele não tinha tradução no Brasil. Como fiquei muito interessada e, tempos depois, encontrei o e-book em promoção, comprei-o, e tentei ler. Conforme o kindle, li 10%, mas, quando for retomar a leitura, vou ter de começar novamente, porque não me lembro de mais nada, a não ser do fato de que penei para ler os 10%, e, muita coisa, não consegui entender. Quem sabe, da próxima vez, eu sofra menos?
 

Mercúcio

Usuário
Da lista do menino @Giuseppe , eu só li O Senhor dos Aneis e o Harry Potter.

Com relação a Harry Potter, a minha experiência foi diferente. Justamente os dois últimos livros esfriaram a minha relação com a série. É engraçado que eu nem me recordo bem quais foram os motivos que me fizeram não gostar tanto do desfecho da série. O meu livro favorito foi A Ordem da Fênix, seguido por O Cálice de Fogo e O Prisioneiro de Azkaban. Mas vi um vídeo do canal da Vevs Valadares que me deixou bastante intrigado e com essa pergunta na minha cabeça: se eu relesse a série, será que manteria as mesmas impressões sobre os livros? Segue o Pix, que achei bem legal:


Dos outros livros, quero muito ler A Volta ao Mundo em Oitenta Dias e sobretudo Um Conto de Duas Cidades. Coloquei dois livros do Dickens nas minhas menções honrosas, mas uma amiga já me disse que ela aposta que se eu ler Um Conto de Duas Cidades vou colocá-lo acima do Grandes Esperanças. Acho mesmo que vou gostar bastante, pelo pouco que sei do livro.

É curioso, mas esse do Salinger, apesar de conhecer muita gente que ama, eu ainda não fui mordido pela curiosidade de lê-lo. O que me diz desse livro, menino @Giuseppe ? O que te fez gostar dele?

E O Silmarillion é o meu queridinho do Tolkien. :grinlove:
 

Giuseppe

Eternamente humano
Um Conto de Duas Cidades é excelente, quase coloquei no top 5. Na verdade foi difícil pra mim escolher o quinto colocado, tive que praticamente escolher de forma aleatória porque caso contrário eu não decidiria nunca, todos os mencionados nas menções honrosas poderiam tranquilamente fazer parte da lista.

Quanto ao Apanhador: as pessoas têm opiniões bem diferentes sobre o livro e também depende da idade em que se lê. Eu li depois de adulto e pra mim uma das características mais legais e ao mesmo tempo raramente mencionadas é o humor do livro. O protagonista diz umas coisas hilárias, eu ria o tempo todo, mas ainda assim eu raramente vejo alguém dizendo algo sobre o humor dele; mas não é um livro humorístico, tem vários assuntos sérios e trágicos tratados ali.

Outro característica é o conceito de narrador não confiável. O protagonista, o adolescente Holden Caulfield, diz que mente o tempo todo. Mas tem umas histórias que ele conta que são tão constrangedoras que é difícil imaginar o motivo dele estar inventando aquilo; porém, ao mesmo tempo, ele consegue ser extremamente sincero e direto em outros momentos, de um jeito que muitos adultos simplesmente não são.

A voz do Holden é bem única, inconfundível mesmo, então a forma como ele fala é uma das coisas mais marcantes do livro. Mas apesar de falar num tom sarcástico ele é na verdade uma pessoa bastante sensível, e apesar das notas baixas, ele tem um alto nível de inteligência emocional, tendo um olhar bastante afiado para o comportamento das pessoas e as intenções por trás dos seus atos.

Enfim, adoro o livro, adoro o personagem, e poderia estar tranquilamente no meu top 5, e na minha mente realmente está (isto é, empatado com todos os outros).
 
Última edição:

Giuseppe

Eternamente humano
Todos estão. Como eu já disse antes, todos os meus favoritos são meus favoritos e gosto de todos os que eu gosto.
 

Kainof

Sr. Raposo
Usuário Premium
Gostei da lista, porque são livros que eu gosto. Só não li o quinto livro da lista, mas é incrível o impacto da segunda guerra no imaginário e seu poder de gerar histórias.

Tolkien nem preciso falar, obviamente sou fã. Relíquias da Morte provavelmente é o melhor livro do Harry Potter, mas não meu preferido (que é Cálice de Fogo), porque acho que tem pouca conexão com os demais, parece o mesmo esqueleto, mas o restante todo é diferente. Drácula é um bom livro, apesar de eu não curtir muito horror.

Agora Julio Verne é um dos meus autores preferidos da adolescência/juventude, com vários livros dele lidos, e Volta ao Mundo em 80 dias é o meu livro preferido do Verne. Várias culturas retratadas, a sensação de urgência permanente que traz dinamismo e dramaticidade, Phineas Fogg será para sempre símbolo de temperamento fleumático na minha cabeça. Tem uns probleminhas de etnocentrismo, de missão civilizadora europeia, comuns no pensamento de época, mas acho que não tira o brilho de um romance divertido, ápice do estilo do Verne, que mistura inovações científicas e ímpeto humano.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo