1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Base das línguas tolkienianas

Tópico em 'Idiomas Tolkienianos' iniciado por Lingwilóke, 17 Set 2002.

  1. Lingwilóke

    Lingwilóke Usuário

    Gostaria de saber dos expertos em línguas tolkienianas qual foi a base usada pelo Mestre para definir o vocabulário. É sabido que a principal fonte de inspiração do quenya foi o finlandês, e gostaria muito de ver algum estudo comparativo das duas línguas. Mas, e o sindarin, a língua comum e a dos anões em que se baseiam? Por uma olhada bem por cima suspeito que o sindarin tenha sido inspirado nalguma língua céltica, pela sua característica lenição. Expertos, ajudem-me!
     
  2. Tilion

    Tilion Administrador

    O sindarin foi inspirado no galês.

    O khuzdul (idioma dos anões), parece ter sido inspirado em idiomas semíticos, como o árabe e o hebraico.
     
  3. Sauron- o Grande

    Sauron- o Grande Usuário

    A Língua negra de Mordor foi inspirada no alemão_O Mestre Tolkien achava esta língua agressiva, feia e portanto achou que deveria ser usado por nazgûls, senhores do escuro e orcs. :wink:
    O westron é uma mistura de línguas criadas por Tolkien, eu não tenho certeza mas acho que está explicada no apêndice F. :twisted:Era usado na Terceira Era do Sol pelos Orcs. :wink:
     
  4. Lingwilóke

    Lingwilóke Usuário

    Admira-me muito que a língua negra seja baseada no alemão, porque Tolkien achava essa língua grosseira, feia. Ele amava o inglês arcaico, ou seja, o anglo-saxão, e o saxão é um dialeto baixo-alemão, bem ligado ao holandês. Se Tolkien amava as línguas germânicas, não faz sentido que tenha-se baseado em uma para criar a língua negra de Mordor.
     

Compartilhar