1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A origem dos homens: Ainulindalë

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Duilin, 29 Mai 2008.

  1. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Começo citando um trecho do Silma:


    E a partir dessa música se formou o mundo.

    A música que cada um compunha sozinho, agora em conjunto, criou as formas de Arda. Sob a masteria de Eru, temas lhe eram apresentados e a música inspirada na chama imperecível criou o mundo, e lhes deu inspiração a continuar seu trabalho como criadores, juntos.

    E dessa forma todos tomaram conhecimento do que estava por vir.
    De todos eles, Námo, senhor de Mandos, é quem estava mais ciente dos acontecimentos, de todos, ele que percebeu melhor toda a orquestra.

    E ainda assim um fato esteva totalmente fora de seu conhecimento: O Destino dos Homens.

    --
    Inspirado em diversas publicações aqui na Valinor (entre discussões, artigos, fanfics, etc) surgiu uma dúvida.

    Seria mesmo os homens uma criação de Ilúvatar?

    Os elfos provavelmente tenham sido influenciados pela música dos Ainur, todo muito belos, muito parecidos com seus criadores e muito próximo em essência e postura.

    Porém os homens eram diferentes.
    Eram os homens que eram os mais incontroláveis, os mais imprevisíveis. Que seque se sabia o destino, nem mesmo Mandos. Dito na profecia que estava reservado à Eru tal destino.

    Porém, Por que foram criados mais parecidos com Melkor, o inimigo, entre todos os Valar, se Eru tudo via, sentia e sabia?Teriam sido eles influenciados na música pela melodia produzida por aquele que seria o Senhor do Escuro?
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Talvez a dissonância de Melkor tivesse afetado mais aos homens de certo modo e na criação dos elfos não. Afinal de contas, se houve homens que se assoaciaram e lutaram ao lado de Melkor é porque provavelmente a influência dele sobre os homens foi maior. Mas quanto aos homens serem filhos de Iluvatar eu acho que não há dúvidas. Tanto que ao repreender Aulë pela criação dos anões ele mesmo disse "haverá pouca amizade entre teus filhos e os meus, os de minha criação e os de minha adoção.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  3. Ok, bem eu acho que na essência dos homens ouve interferência da música de Melkor... agora, o pq influenciou apenas os homens eu não sei...lógico que os homens são filhos de Ilúvatar! Se bem que há muitos motivos pra discordar...eles eram bem diferentes...

    Agora a parte em que o Tiberius pegou do livro é um pouco confusa "haverá pouca amizade entre teus filhos e os meus, os de minha criação e os de minha adoção.

    Da pra discutir muito a partir dessa frase.. pode ser uma frase ambígua...
     
  4. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Me admiro de você Elfo que nenhum Vala tenha lhe contado sobre os homens alguns dizem que a música parou com o nascimento dos homens. Para mim isso significa um estagio diferente no corre do mundo. Eu explico isso mais detalhado amanha ou mais tarde, tenho que ir...
     
  5. Vinícius Harlock

    Vinícius Harlock Vinícius "O Bizarro" Macêdo

    sic et simpliciter! Concordo totalmente. Os Filhos de Ilúvatar são os elfos e os homens, os Primogênitos e os Sucessores. Os Filhos de Ilúvatar foram concebidos somente por ele, e surgiram com o terceiro tema. Eles não estavam no tema que Ilúvatar propusera no início, e nenhum dos Ainur participou de sua criação. Lembre-se que:

    Portanto, Morgoth não teve nenhuma participação na concepção dos homens
     
    Última edição: 29 Mai 2008
  6. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Eu acho que não há ambigüidade. Ao citar os filhos de sua adoção ele se referia ao Anões criados por Aulë, que ele adotou, isto é "concedeu vida", e aos filhos de sua criação aos que ele criou diretamente enquanto ele regia a música dos Ainur ou seja os homens e os elfos. Pois não existe vida que não seja devida a vontade de Eru. Agora como qualquer maestro ele poderia ter sofrido influências de um músico "rebelde", por assim dizer, e isso ter se manifestado mais nos homens. eu digo mais nos homens, pois na verdade nem os elfos eram totalmente puros e perfeitos. Não podemos esquecer que Eru propos o tema, mas quem executou a música foram os Valar.
     
  7. Vinícius Harlock

    Vinícius Harlock Vinícius "O Bizarro" Macêdo

    no exactly papitoo
    Se voçê ler a miha resposta aí em cima verá que quem criou os Primogênitos e os Sucessores foi só, e somente só Ilúvatar. OK?
     
  8. Mas pra mim a frase ainda é esquisita...:think:
     
  9. Vinícius Harlock

    Vinícius Harlock Vinícius "O Bizarro" Macêdo

    Como assim?
     
  10. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Do Silma

    E afinal pareceu haver duas músicas evoluindo ao mesmo tempo diante do trono de Ilúvatar, e elas eram totalmente díspares. Uma era profunda, vasta e bela, mas lenta e mesclada a uma tristeza incomensurável, na qual sua beleza tivera principalmente origem. A outra havia agora alcançado uma unidade própria; mas era alta, fútil e infindavelmente repetitiva; tinha pouca harmonia, antes um som uníssono e clamoroso como o de muitas trombetas soando apenas algumas notas. E procurava abafar a outra música pela violência de sua voz, mas suas notas mais triunfais pareciam ser adotadas pela outra e entremeadas em seu próprio arranjo solene.


    Houve na verdade a influência de duas músicas durante o terceiro tema. O engraçado é que parece que uma das músicas descreve os elfos: profundos, vastos e belos, de uma tristeza incomensurável e sua beleza dependia em parte dessa tristeza. Já a segunda música poderia bem descrever a partitura dos homens, lenta, repetitiva, fútil e desarmônica. Bom, acho que agora eu viajei.
     
    • Ótimo Ótimo x 1

  11. Bom analisemos a frase...

    "haverá pouca amizade entre teus filhos e os meus, os de minha criação e os de minha adoção.

    Com certeza ele está se referindo a elfos (meus filhos) e anões(teus filhos) mas... como eu tenho "uma coisa" com frases ambíguas eu não posso deixar de interpretá-la assim....

    No caso, Ilúvatar disse que os seus filhos não se darão bem com os filhos de Aulë..e logo depois ele diz que "os de minha criação e os de minha adoção " pra mim quando ele fala de seus filhos por adoção não está se referindo aos nãos...pq? bem, se for assim então ele está dizendo que os anões não se darão bem com os anões...tão entendo? A´ele poderia estar falando dos elfos ( filhos de sua própria criação) e homens (filhos de adoção)...

    Mas só porque eu interpreto desse jeito não quer dizer que eu realmente acredite nisso...talvez Tolkien colocou essa frase para nos confundir, para dar mais mistério á questão, ou isso é um erro de tradução...ou até mesmo do escritor (o que eu acho impossível)...

    Enfim como eu disse antes eu tenho "uma coisa" com frases assim...não posso deixar de interpretar...

    Maaaassss.... eu acredito que Os Homens sejam filhos de Ilúvatar sim!..

    obs: fugi da questão do tópico mas tudo bem...:roll:
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  12. Pode ser mas de qualquer forma, acho que esses dois temas "são" Os Filhos de Ilúvatar, elfos e homens...pois vc pode ver que, os elfos não eram todos perfeito e não era todos os homens que tinham essas "qualidades" da segunda parte da música...De qualquer forma, acho que o tema "se dividiu" e o começo do tema "foi para um (elfos)" e o final do tema "foi para o outro (os homens)" quer dizer, cada um foi mais influenciado com uma parte do tema...
     
  13. Fëahin

    Fëahin Aurë entuluva !!!

    Para mim, Os Homens são sim filhos de Eru. Por causa de vários fatores já citados aqui. Além do fato de que se o destino d'Os Homens pertence aO Único, podemos inferir que eles vêm dele, são seus filhos, criação. Quanto a isso não tenho dúvidas. :mrgreen: Mas eu sempre vi Os Filhos de Eru como uma criação apenas dela. Tipo, Eä foi criada nas músicas e Os Elfos e Homens por Eru e só. E para mim eles não foram criados à imagem de Morgoth, só são, digamos, mais corruptíveis, o que eu acho que não mostra uma preferêcia ou coisa assim.

    Porém achei interessante e bem pertinente a observação feita pelo Tiberius, das músicas descreverem Os Filhos de Eru.
     
  14. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Uma outra hipotese talvez é que a natureza dos homens fosse assim por serem características necessárias aos homens que iam herdar a terra média, pois não podemos esquecer que os elfos estavam na terra média de passagem. E como os homens iam herdar um mundo que, apesar de belo, não era nenhum reino abençoado, eles tinham que ter uma certa malícia, um pouquinho de maldade. Características às vezes necessárias para quem vai ter que lidar com um mundo por vezes hostil e imcompreensível para quem estava destinado a viver tão pouco. E se pensarmos assim a própria união de dos Eldar com os Edain tenha sido determinada por Eru para misturar características importantes entre as duas raças e que pudessem ser úteis aos homens sucessores.
     
  15. Gosto muito mais dessa hipótese...:yep:
     
  16. Imrahil

    Imrahil Kyknos kyknón

    Eu acho que não dá pra discutir que os homens são criações exclusivas de Eru.

    A opinião dos elfos de que há um "lado Morgoth" nos homens pode ser facilmente explicada pelas lendas de que, quando os homens acordaram, Morgoth foi correndo para o leste da Terra-média tentar corrompê-los. E isso inevitavelmente acabou mudando, de certa forma, a raça humana. É uma analogia da Queda bíblica, com certeza, como o próprio Tolkien diz nas cartas.

    E o tema cheio de barulho e sem harmonia na Canção é o gerado por Melkor, não o tema de Ilúvatar que tem a ver com a criação de elfos e homens.

    Finalmente, o conflito entre os anões e os filhos de Ilúvatar certamente é uma "profecia" das grandes guerras entre anões e elfos. Humanos tb brigaram bastante com anões durante a história de Arda, mas bem menos que os elfos.

    Abraços,
     
    • Ótimo Ótimo x 3
  17. Tilion

    Tilion Administrador

    E que o próprio Tolkien colocou no papel no "Conto de Adanel", que está disponível aqui na Valinor. Confiram que vale a pena.

    Exato. Melkor introduziu seu tema na parte da Canção que dizia respeito à criação de Arda, da Terra, não dos Elfos e Homens, que foram criação exclusiva de Ilúvatar.
     
    • Ótimo Ótimo x 1

  18. :yep::yep::yep: é isso aí...não dá pra concordar com o fato de Homens não serem filhos de Ilúvatar.
     
  19. Edu

    Edu Draper Inc.

    Os homens foram criados como eram por Ilúvatar, isso é fato e já foi afirmado aqui. Mas o porquê deles terem se tornado tão suscetíveis à Melkor não foi falado; isso é abordado nesse trecho de um post do Proview no tópico "
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ", que está a vias de ser ressuscitado pelo
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    :

    Há também um artigo do Michael Martinez que eu andei lendo aqui na Valinor há um tempo atrás que fala sobre essa dissipação do poder de Melkor em Arda, mais especificamente na questão do ouro. O link para ele é
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    Um trecho do texto, só pra atiçar a curiosidade das pessoas a lerem o artigo inteiro :dente::

     
  20. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Talvez fosse dessa forma que o Um anel sentisse a presença dos outros quando eram usados. Ele era de puro ouro e outros eram de ouro, cada um com sua pedra característica.
     

Compartilhar