• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

500 Dias com Ela (500 Days of Summer, 2009)

Sua nota para o filme


  • Total de votantes
    19
500diascomela_1.jpg
500 Dias com Ela
((500) Days of Summer)

Elenco: Zooey Deschanel, Joseph Gordon-Levitt, Minka Kelly, Clark Gregg, Geoffrey Arend, Chloe Grace Moretz, Matthew Gray Gubler.

Direção: Marc Webb
Gênero: Comédia Romântica
Duração: 95 min.
Distribuidora: Fox Film
Estreia: 06 de Novembro de 2009
Sinopse: Quando Tom, azarado escritor de cartões comemorativos e românticos sem esperanças, fica sem rumo depois de levar um fora da namorada Summer, ele volta a vários momentos dos 500 dias que passaram juntos para tentar entender o que deu errado. Suas reflexões acabam levando-o a redescobrir suas verdadeiras paixões na vida.

Esse filme tem como característica o fato de ser mais intimista do que se tem normalmente em comédia romântica. Faz pensar e é cativante. E o Joseph Gordon-Levitt está mt bem! Eu gostei demais.
 
Última edição:

Ana Lovejoy

Administrador
né? ela é vaca mas é tchotchó. o que inclusive dá um pouco de verossimilhança ao roteiro: qualquer cara viraria um bundão meloso com uma mina daquelas dando mole para ele.
 

Éomer

Usuário
eu não vejo a Summer como vaca. Ela nunca enganou o Tom em matéria de sentimentos. E acho ele bundão e meloso demais.
 

Yullia_

Miss Gabriela Vanessa
Eu acho a Summer uma vaca E o Tom um bundão meloso.

Mas eu curti o filme, de verdade.
Muito bonitinho.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Eu adoro a Summer. Devo ser uma vaca. O filme foi um soco no meu estômago, e no meu ego, claro. Eu não sou uma vagabundaneuróticadissimulada, pelo amor de Deus, eu não sou! Mas a verdade é que eu não conseguia sentir pena do Tom. Para mim, quem mais sofria, era a própria Summer, mas ela era honesta. Desde o início, ela avisava como era, suas concepções, etc. Sair colocando a culpa nela é meio coisa de orgulho ferido do Tom. O quote, abaixo - me deixou intrigada.
Porque, vejam bem, eu já fiz esse discurso, usando outras palavras, por vezes e mais vezes. E, sinceramente, não quero terminar casada com um cara que eu vou conhecer em uma doceria enquanto leio Dorian Gray. Eu nem quero me casar! E, não, não é porque a maioria dos casamentos acaba em divórcio.

McKenzie: Você tem namorado?
Summer: Não...
McKenzie: Por que não?
Summer: Porque não quero um.
McKenzie: Qual é! Não acredito nisso.
Summer: Não acredita que uma mulher gostaria de ser livre e independente?
McKenzie: Você é lésbica?
Summer: Não, não sou. Só não fico confortável sendo namorada de alguém. Não fico confortável sendo nada de ninguém.
McKenzie: Não sei do que está falando.
Summer: Sério?
McKenzie: Sério.
Summer: Está bem, vou tentar explicar.
McKenzie: Explique.
Summer: Eu gosto de ter vida própria. Relacionamentos são confusos, as pessoas ferem os sentimentos, quem precisa disso? Somos jovens, moramos em uma das cidades mais lindas, podemos nos divertir enquanto podemos e ... guardar as coisas sérias para depois.
McKenzie: Cacete! Você é um homem!Ela é um homem.
Tom: Espera, e se você se apaixonar?
Summer: (risada)
Tom: O que foi?
Summer: Não acredita nisso, não é?
Tom: É o amor, não o Papai Noel.
Summer: O que essa palavra significa? Já tive relacionamentos e acho que nunca vi isso. E a maioria dos casamentos acaba em divórcio, hoje. Como o dos meus pais.
Tom: Os meus também, mais...
McKenzie: Eu acho que a moça protesta muito.
Summer: A moça duvida. Não existe isso de amor, é fantasia.
Tom: Acho que você está errada.
Summer: Está bem, então, o quê estou perdendo?
Tom: Acho que você saberá quando sentir.
Summer: Acho que podemos concordar em discordar.
Tom: Claro.
 
Última edição por um moderador:

Ana Lovejoy

Administrador
ae, tem spoiler e talz.


ela foi vaconilda no fim, sim. pode ter dito desde o início que não queria nada com ele, e aí eles romperam e beleza, não é isso que eu julgo nas ações dela. mas depois disso ela é uma escrota do caralho, porque quando eles se reencontram ela tem uma noite inteira pra dizer pra ele que vai ficar noiva do outro cara ou algo que o valha (não lembro mais do filme direito) e blablabla e deixa para ele descobrir isso na festa que ela "super na amizade" convidou ele pra ir. isso foi escroto. tinha que ter dito antes quais eram as condições atuais, até porque uma coisa é ser clara sobre seus sentimentos e não prometer nada para o cara, outra completamente diferente é, sendo tãããão amiga, não perceber que o sujeito ainda tá a fim dela e precisa de um tempo distante pra conhecer sua "outono" e yadda yadda yadda. então, vaca sim. vacona. muuuu.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Eu acho que ele é um emo, e sua única função é fazer todo mundo ficar com peninha do seu 'fracasso'. Eles romperam, se encontraram na festa/dançaram, e tem de ser MUITO retardado para não perceber quando a mulher dá o sinal de querer ser 'só amiga'. Mesmo que ele gostasse da mulher, e isso o cegasse, no fundo, ele sabia, sim, que tinha acabado. Alimentava falsas esperanças? Beleza, coisa de apaixonado. Coisa que ele foi até o último encontro que teve com ela. Ali ele viu que era hora de aceitar que os sonhos de uma noite de verão já tinham acabado.
 

Ana Lovejoy

Administrador
Eu acho que ele é um emo, e sua única função é fazer todo mundo ficar com peninha do seu 'fracasso'.

bom, o filme é contado sob o ponto de vista dele, então isso não me surpreende.

Eles romperam, se encontraram na festa/dançaram, e tem de ser MUITO retardado para não perceber quando a mulher dá o sinal de querer ser 'só amiga'. Mesmo que ele gostasse da mulher, e isso o cegasse, no fundo, ele sabia, sim, que tinha acabado. Alimentava falsas esperanças? Beleza, coisa de apaixonado. Coisa que ele foi até o último encontro que teve com ela. Ali ele viu que era hora de aceitar que os sonhos de uma noite de verão já tinham acabado.

vc não entendeu o que eu disse no post anterior. o problema não é ela querer só amizade e ele continuar gamado. é ela passar uma noite toda com ele e não mencionar o F* NEW GUY que ela tá pegando, fazer com que ele só descobrisse isso indo na festa. isso non ecziste. foi safadeza oculta sim!
 

Melian

Período composto por insubordinação.
vc não entendeu o que eu disse no post anterior. o problema não é ela querer só amizade e ele continuar gamado. é ela passar uma noite toda com ele e não mencionar o F* NEW GUY que ela tá pegando, fazer com que ele só descobrisse isso indo na festa. isso non ecziste. foi safadeza oculta sim!
Entendi, só não penso dessa forma. Acho que não tinha necessidade de ela dizer 'oi, Tom, você dançou na boquinha da garrafa, rapaz, tô com outro'. Maaas, é aquela história: pão ou pães, é questão de opiniães.
 
Não acho a Summer vaca nem o Tom um emo. Bom, talvez porque eu seja meio emo como ele e, bem... o filme foi um tapa na minha cara. Sou muito sentimental, romântico pra caceta mas não sou mais tão idiota como antigamente. Ainda assim o filme foi uma sacudidela. Principalmente o final que mostra que existe sim o amor, o que não existe é toda essa aura de mistério, de destino. As borboletas no estômago até existem, claro que existem, o que não existe é o maravilhoso jardim florido que criamos em torno delas.

Enfim, o filme me marcou bastante. Meio que me vi em algumas situações, me emocionei em muitas. Sim, me identifique bastante com o Tom em várias situações, sentimentos, chiliques. Mas eu entendo a Summer... entendo a forma como ela encara a vida, como ela era cética e não se importava com nada muito mais profundo, pelo menos até certo ponto. O final pré-casamento poderia ter sido menos 'Summer-mu', concordo, mas vai entender... ela não precisa ser perfeita, ela pode se dar ao luxo de ser vaca por ser humana. Tudo o que Tom fez foi ser como todos os românticos são: criadores de fantasias, de castelos na areia. Ela era fiel a si mesma, não se colocava abaixo de ninguém, ninguém acima da felicidade dela e sem se sentir culpada por isso.

Vejo complementaridade aí. Ele mostrou o amor pra ela. Ela lhe ensinou como a vida quebra a fantasia. Houve troca, enriquecimento mútuo, casamento pra ela, recomeço pra ele. Um filme muito especial.

E, sim, só vi o filme ontem, por isso retirei o tópico das catacumbas.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$150,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo