1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Xenosaga EP.III - Also Sprach Zarathustra [PS2]

Tópico em 'Jogos Eletrônicos' iniciado por [F*U*S*A*|KåMµ§], 24 Set 2006.

  1. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Provavelmente eu sou a única pessoa nesse site acompanhando a série. :g:
    O que é uma pena pq é uma trilogia que merecia mais do que tem recebido.


    Bom. Vamos ao jogo:

    Prós:
    - Melhoria significativa no sistema de batalhas. Finalmente conseguiram montar um sistema interessante aproveitando alguns dos acertos do Ep.II e implementando outras.
    - História simplesmente fenomenal. E não apenas o main plot (que por si só já é magnífica) mas todo o background story (parte política, organizações, etc), as histórias pessoais de alguns personagens (Shion, Wilhelm, Albedo, chaos, KOS-MOS, etc). Só não ganha um 100% por questões de produção do game (onde o idealizador da série foi afastado da produção para que fosse feito algo mais comercial, o que acabou gerando certos plot holes).
    - Soundtrack maravilhoso. Uma evolução total em comparação ao Ep.I quando nem sequer música havia ingame (apenas em cutscenes). Principalmente nos últimos níveis.

    Contras:
    - Replay praticamente zero, a não ser que você queira revisar a história. Devido a um número ridículo de sidequests (uma involução em relação ao EP.II).
    - A dificuldade mantém o nível dos RPGs que vem aparecendo nos últimos anos. Muito baixo. Principalmente quando você completa uma das sidequests (que nem é difícil) onde se recebe como prêmio um golpe capaz de derrubar qualquer boss em, no máximo, 3 ataques (inclusive o último boss).
    - Coloquei a história nos prós, mas colocarei aqui também só pra mostrar a besteira que a Bamco conseguiu fazer. Sem o mentor da história, em alguns momentos fica completamente ilógico quando você se lembra de fatos dos 2 episódios anteriores. Sem contar um ou dois cliches que estavam conseguindo ser mantidos fora da série nesses mesmos 2 anteriores.




    Bom.
    Para quem reclamou nos episódios I e II sobre o gameplay da série, foi uma evolução muito bem vinda. E que, talvez, se tivesse sido assim desde o Ep.I as vendas poderiam ter sido melhores e a série não teria essa morte prematura.
    Apenas o sistema de construção dos personagens que manteve-se simples (sem aqueles sphere grids do FFX ou coisas do gênero. Algo mais direto como as construções de skills de DQVIII).

    Apesar de a história ter tido problemas, ainda manteve um belo nível. Principalmente nos detalhes que, apesar de dar uma profundidade maior à história, não é acessível para grande parte da população. E também na construção de certos personagens que surpreendem em praticamente todas as vezes em que aparecem (Albedo, chaos e Wilhelm principalmente). Mesmo alguns ainda sendo naquele estilo clichêzão (Shion, Allen, Voyager).

    Outro problema que Xenosaga teve na versão americana foram as censuras (um erro da distribuidora a meu ver, mas que tem sua lógica em termos de vendas).
    Como havia algumas cenas mais violentas, preferiu-se tirar o sangue dessas cenas (ou removê-la completamente em um caso. Como já havia ocorrido nos 2 episódios anteriores) para que não recebesse o selo M e pudesse alcançar todo mundo.
    Problema que essas cenas da forma como ficaram tiram um pouco da emoção e deixam algumas até sem sentido nenhum.



    Bom. É isso. Falei demais. E provavelmente ninguém terá jogado esse jogo.
    Só dá para esperar que a Monolith (ou ao menos seu fundador) se desligue da Bamco e consiga terminar a série (mesmo que, provavelmente, não se chamando mais Xenosaga).
    Mesmo porque, isso já foi feito na época da Square e Xenogears.
     
    Última edição: 24 Set 2006

Compartilhar