1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Triângulo das Bermudas

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Clarice Starling, 22 Dez 2002.

  1. Clarice Starling

    Clarice Starling Usuário

    Coube a Vincent H. Gaddis cunhar a expressão abrangente que passaria à cultura popular, ao dar o título de "O Mortífero Triângulo das Bermudas" ao artigo publicado na edição de fevereiro de 1964 da Argosy. O Triângulo das Bermudas teve seu primeiro registro em um despacho da Associated Press de 16 de setembro de 1950, no qual o repórter E.V.W.Jones noticiou o que caracterizou como "misteriosos desaparecimentos de navios e aviões entre o litoral da Flórida e as Bermudas". M.K.Jessup tratou dessas mesmas histórias em The Case for the UFO ( A Defesa dos OVNI ), livro de sua autoria publicado em 1955, onde sugere que a responsabilidade pelo incidente cabia a inteligências alienígenas, que teriam capturado os aviões com uma gigantesca nave-mãe, ponto de vista defendido também por outros autores junto à expeculações como: quarta-dimensão, aberrações do espaço-tempo, anomalias magnéticas extraordinárias... Logo, quase todos os livros populares de "mistérios da vida real" passaram a incluir sessões sobre o Triângulo das Bermudas ou "Triângulo do Diabo" ou ainda "Mar do Azar".
    Boletins meteorológicos, relatórios de órgãos oficiais de investigação, notícias de jornal e outros documentos indicavam que a literatura do Triângulo agira levianamente no que dizia respeito às provas. Por exemplo, os mares calmos na literatura transformavam-se em temporais furiosos na realidade; desaparecimentos misteriosos tornavam-se afundamentos e acidentes de causas convencionais, os destroços de navios "dos quais nunca mais se teve notícia" viraram "encontrados há muito tempo".
    Em carta de 4 de abril de 1975 escrita para Mary Margaret Fuller, editora da Fate, um porta-voz da Lloyd's de Londres escreveu: "Segundo os registros da Lloyd's, 428 navios foram dados como desaparecidos em todo o mundo desde 1955 e talvez lhe interesse saber que nosso serviço de inteligência não encontrou provas que corrobem a alegação de que há mais perdas no "Triângulo das Bermudas" do que em qualquer outro lugar. Esta descoberta é acompanhada pela Guarda Costeira dos EUA, cujos registros computadorizados dos incidentes no Atlântico remontam a 1958."
    Apesar de noticiado ocasionalmente nos tablóides vendidos em supermercados, o outrora famoso Triângulo das Bermudas hoje sobrevive como nota-de-rodapé nas histórias dos modismos e sensações passageiras. Em meados da década de 1970, outro dúbio "mistério", que dizia respeito a mutilações de gado supostamente enigmáticas, ocupou seu lugar no imaginário popular.

    Pensem sobre isso.. :roll:
     
  2. Vinci

    Vinci Usuário

    Hahahahahaha...
    O humano vem com necessidade de fazer conspirações utilizando o testemunho! :mrgreen: ... O triângulo das bermudas, acho eu, um total desaforo. É como a área 51. Um lugar normal que eles tem como "detentores de temíveis segredos".
    Para mim, um mar tempestuoso é o que é o triângulo das bermudas.
    Não há explicação alguma para ele ter este sobrenatural...
     
  3. João E. B.

    João E. B. Usuário

    Fugindo um pouco do assunto...
    É claro que a área 51 guarda temíveis segredos, mas não são ETs, mas sim armas de guerra. Um exemplo foi o BlackBird, Primeiro avião a ultrapassar Mach 3 (três veses a velocidade do som) Que foi constuido e testado lá. Se isso já acontecia nos anos 70 imagine hoje! O que nos leva a conclusão que existem pessoas interessadas em manter o mito que existe por tráz desses lugares. Desviando assim a atenção das pessoas para o que acontece de verdade lá...
     
  4. Vatho

    Vatho Usuário

    Pelo número de aviões, embarcações, golfinhos, tubarões, peixes, etc que passam na região, o número de acidentes está na média de qualquer outro lugar.
     
  5. Clarice Starling

    Clarice Starling Usuário

    Mas e quanto ao fenomeno das bussulas e relogios? :o?:
     
  6. Deriel

    Deriel Administrador

    Bom, esses efeitos realmente se comprovam? Eles existem mesmo? Esse é o primeiro passo.

    Suponhamos (perigosamente que sim) isso indicaria que existe alguma espécie de distúrbio magnético (para afetar bússolas). Eu tenho aqui uma teoriazinha... ali por aquela região é onde ocorreu uma grande impacto )(que dizem ter causadoi o fim dos dinossauros) e ele afetou a constituição geológica do local (tanto que é por isso que sabemos do impacto). Talvez isso possa ter algo a ver.

    :D
     
  7. *.Sarawood.*

    *.Sarawood.* Usuário

    Quanto ao triângulo das bermudas tenho uma pequena conspiração 8-) talvez naquela época, os navios desaparecidos poderiam ter sido raptado pelo governo americano, pq talvez naquela época aquela área escondia algum grande segredo e que o tatal de navios desaparecidos haviam avistado tal segredo, se viram então obrigados a desaparecer com essas pessoas e 'causando' sua destruição. Bom, pode ser imaginário, mas vejam só esse outro lado, hoje em dia não se perde tanta embarcação como antigamente e não é pela tecnologia e sim pela área não haver mais nenhum segredo :mrgreen:
    Já sei muito imaginário, mas quem me garante que nunca existiu isso?! :o?:
     
  8. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    Pãtz, começar com papo alienígena no Triângulo já é demais.
    SIM, existe alguma espécie de distúrbio ou anomalia magnética lá, contudo, isso não tem relação alguma com ETzinhos verdes e fofinhos.

    A Terra tem falhas. Existe uma grave falha geográfica na região de San Francisco, nos EUA. Quem nunca ouviu falar disso? Pra mim o Triangulo das Bermudas é uma áre marítima "defeituosa".
     
  9. Omykron

    Omykron far above

    concordo com isso
    uma grande presenca de material pesado(densidade ok?!) na região, como Ouro, niquel, cobre, chumbo, afeta, a precisam, e podem causar variações no campo magnético ali

    se essa parada da bussula for verdade, seria um ótimo lugar para tacar sondas e ver q q tem no fundo...
     
  10. Clarice Starling

    Clarice Starling Usuário

    Achei mais algumas coisas:
    Evitado por aviadores experientes e desprezado por pilotos céticos, a zona foi pouco estudada. Um dos que notaram seus fenômenos de modo científico foi o professor Wayne Moshejian, físico da Universidade de Longwood, Virgínia. Observou que, a partir de 1975, satélites da órbita polar ANOA ( Administração Nacional de Oceanografia e Atmosfera ), a uma altitude de 1500km, apresentavam defeitos apenas quando se situavam sobre a região das Bermudas. O prof. Wayne crê que haja algum tipo de energia externa sob a água ou um enorme campo magnético que apaga as fitas magnéticas nas quais as imagens são registradas, mas que por causa misteriosa, tal energia não interfere no padrão orbital do satélite.
    Defeitos nos instrumentos são comuns na superfície marítima do Triângulo, situado no Caribe, antigamente batizado de Mar dos Sargaços devido à quantidade de algas e entulho submarino; pilotos de pequenas e grandes embarcações, assim como os de aeronaves comerciais falam de freqüentes mudanças de navegação por bússolas desorientadas, a ponto de isto ter se tornado uma piada entre profissionais: um piloto começa a suar frio manejando os botões enquanto o co-piloto lhe diz: "Sabia que estamos no Triângulo da Bermudas?" - O comandante interrompe: "Não posso me preocupar com isso agora, nossa bússola se descontrolou!".
    Piada ou não, de 1800 a 1976 foram computadas pesadas perdas de aviões e navios na área e que não deixam rastros ou sobreviventes: 143 sumiram sem deixar traços de óleo, destroços ou corpos flutuando. Relatos de testemunhas alarmadas ou gravações de comandantes prestes a morrer nos revelam cenas de pesadelo:

    Um Cessna 172 é literalmente caçado por uma "núvem", com perda do piloto;
    Um avião da Eastern Airlines sofreu perda de altitude, aterrizando em outro local, não programado. Os passageiros verificaram que seus relógios pararam na hora da sacudida, sendo que a fuselagem estava quase derretida por hipotético jato de calor;
    Um membro da tripulação do Queen Elisabeth II vê um avião em rota de colisão com seu navio, mas aquele desaparece no mar como se este se abrisse para ele;
    Uma grande "Lua Nascente" emerge do oceano, sendo observada pelo pessoal da USS Josephus Daniels, destróier; o navio é forçado a mudar de curso e o diário de bordo é apreendido no porto;

    Alguns oficiais e comandantes afirmam que sentem uma sensação de estranheza e que a visão do mar os engana, fazendo crer que não há terra sob a nave, que o aspecto do oceano muda de cor, que não distinguem o horizonte, ou seja, não observam a habitual linha divisória entre o mar e o céu, mas sim um nevoeiro esbranquiçado ou mesmo verde.

    Outro mistério, aparentemente sem ligação com o Caribe, é o desaparecimento da família Gerard Gilbert do iate Luny, encontrado à deriva a trinta milhas da praia de Almofala, Ceará; a embarcação vazia de tripulantes, vagava repleta de objetos de valor em seu interior, o que descarta a ação de piratas. O diário de bordo dava como última localização do Luny a ilha de Cabo Verde, Atlântico, em 3 de Dezembro de 1993, sendo o Iate encontrado em 16 de Janeiro de 1994. O Triângulo maldito, na verdade um trapézio, vai da Flórida a Porto Rico, local de forte presença ufológica, e de Bermuda até Flórida novamente. Existem mais onze regiões no mundo, onde a gravitação e o magnetismo fazem das suas, alterando o espaço e o tempo: entre Marrocos e Algéria, Planalo do Irã, Pacífico Norte, Polo Norte e o Mar do Diabo (Japão-Filipinas); ao sul temos Ilhas Caledônias, no mar Índico temos a região entre
    Madagascar e Moçambique, Ilhas Tubudi no Pacífico Sul, Ilha de Páscoa e a nossa ensolarada Cabo Frio... além do Polo Sul, claro.
    Pequenos submarinos de pesquisa (leia-se espionagem) encontram, vez por outra, uns animaizinhos estranhos que os paleontologistas distraídos supõem terem sido extintos: os Plessiosauros. Acidentes mais prosaicos são motivados, na região, entre embarcações e baleias e até enormes cargueiros que atropelam barcos menores. Existem ainda as proverbiais e violentíssimas tempestades com redemoínhos gigantescos, que podem engolir um barco de médio porte. Mas quando se trata de aviões, a coisa se complica, embora os erros de leitura, de direção, do piloto, do mau tempo repentino custem vidas. Por essa razão, estudos feitos reservadamente pelo exército americano sugerem aos pilotos que contornem a área o mais possível, se bem que aeronaves comerciais e navios a cruzam sem nada relatar. Firmas particulares e multinacionais conhecidas demonstram interesse no local e no Atlântico norte (Açores), mas nada divulgam sobre suas pesquisas.

    Até hoje, as hipóteses variam sobre o desaparecimento de tantos veículos:

    Acidentes técnicos, erro humano, tempestades repentinas, choques com animais marinhos, vulcanismo submarino (Anel de Fogo), anomalias magnéticas, síndrome do pânico na população sem motivo aparente, bolhas d’água que se elevam e tragam tudo o que estiver ao redor, OVNIs e OSNIs, ação de piratas, ação de rede de tráfico de drogas e contrabando, empresas particulares ou governamentais que sequestram tonelagem para fins escusos, armadilhas de tempo em que os pilotos não identificam o local e as condições, abalroamentos não declarados entre duas embarcações e mais...
     
  11. Fencas

    Fencas Usuário

    Pra mim, são os ET's infiéis que estão invadindo nosso planeta e querendo acabar com nossa crença para tirar Jesus de nossos corações, aliados aos americanos (leia, Bush) que acham que tais alienígenas irão caçar o Osama pra eles se ajudarem. :roll:

    ...

    Ok, falando sério, achei interessante a Teoria do Deriel. Bem formulada e organizada. Porém, é necessário que:
    1 - Será MESMO que os fênomenos das bússulas lá ocorrem ou não passa de lenda?
    2 - Será que existe algum vestígio do Meteoro, mesmo que microscópico, ou um fênomeno que possa comprovar?

    FELIZ NATAL! :mrgreen:
     
  12. Goba

    Goba luszt

    Quanto ao ultimo post de Clarice, o que me dá a veracidade desses fatos? obrigado!
     
  13. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    Mas o meteoro que (supostamente) acabou com os dinos caiu no México, em algum lugar perto de Yucatan... Nao que algum outro impacto de menor escala nao possa ter ocorrido ali.
     
  14. Anna Cwen

    Anna Cwen Ourificada

    posso estar errada, mas acho que pode haver uma explicação geológica pra essa estoria das bussolas e aparelhos magneticos...
    dependendo da composição do solo naquela região (por exemplo, se por debaixo da água estiver uma alta concentração de um tipo de óxido de ferro que é o que a gente chama de imã natural - acho q é o óxido salino, mas não tenho certeza - ), as bússolas podem mesmo ficar malucas, e os aparelhos podem sofrer interferência... não me lembro onde já li sobre isso, mas vou tentar achar...
     
  15. #_Slash_#

    #_Slash_# Philip Marlowe Follower

    Campo magnético ??? pode ser isso o nivel de magnetismo do local ...
     
  16. Deriel

    Deriel Administrador

    Mas isso é facilmente testável... se já não tiver sido.
     
  17. Anna Cwen

    Anna Cwen Ourificada

    bem, talvez seja fácil testar, mas talvez não... afinal, não esqueça q estamos falando de uma região basicamente coberta de água, o que dificulta qualquer estudo geológico. não é simplesmente chegar lá no fundo e pegar uma pedrinha, primeiro porque deve ser fundo de verdade, segundo porque teriam que haver escavações, porque o ferro na presença de água (especialmente salgada) se oxida mto facilmente - ou seja, se houver mesmo mto minério de ferro, ele tem que estar no subsolo...
     
  18. muäh

    muäh Usuário

    leiam isso:

    Piada ou não, de 1800 a 1976 foram computadas pesadas perdas de aviões e navios na área e que não deixam rastros ou sobreviventes: 143 sumiram sem deixar traços de óleo, destroços ou corpos flutuando. Relatos de testemunhas alarmadas ou gravações de comandantes prestes a morrer nos revelam cenas de pesadelo:

    - Um Cessna 172 é literalmente caçado por uma "núvem", com perda do piloto;
    - Um avião da Eastern Airlines sofreu perda de altitude, aterrizando em outro local, não programado. Os passageiros verificaram que seus relógios pararam na hora da sacudida, sendo que a fuselagem estava quase derretida por hipotético jato de calor;
    - Um membro da tripulação do Queen Elisabeth II vê um avião em rota de colisão com seu navio, mas aquele desaparece no mar como se este se abrisse para ele;
    - Uma grande "Lua Nascente" emerge do oceano, sendo observada pelo pessoal da USS Josephus Daniels, destróier; o navio é forçado a mudar de curso e o diário de bordo é apreendido no porto;



    Resolvi reviver esse tópico pelo fato q me interesso muito pelo "desconhecido"... e lanço uma pergunta: Triângulo das Bermudas = Portal para outra dimensão?
    Sem brincadeira, mas o que acham da teoria de que essa área seria um tipo de transporte; o qual discos voadores utilizam para vir para a terra, levando em consideração que este é o único planeta de vida inteligente do nosso sistema solar? Não se sabe se os aviões e navios foram parar em outro lugar. Ciêntificamente existem provas de que existe mais do que um universo...

    ...opiniões?
     
  19. Tb me interesso por essas coisas desconhecidas, mas não acho q seja um portal pra outra dimensão, concordo mais com a teoria de que o lugar tem um forte campo magnetico, apesar disso penso q há outra explicação mais plausivel do q essa... os E.U.A devem estar fazendo pesquisas no local, a NASA não deixaria isso passar, talvez em 30 ou 40 anos saibamos a verdade sobre o misterioso local...
     
  20. Stein

    Stein Usuário

    Até onde eu saiba, a questão de outros Universos é puramente teórica.

    Sobre a hipótese de extraterrestres estarem visitando nosso planeta, não há provas nem embasamento.

    Antes de indicar que algo é obra do "desconhecido", é interessante analisar inicialmente os fatos.

    Para uma introdução concreta ao assunto, junto com uma compilação de links com argumentos céticos, indico novamente o Skep Dic:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar