1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Transfusão de Sangue e Liberdade Religiosa

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Anigel, 27 Mar 2003.

  1. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!

    Esse assunto já está um pouco batido, mas acho que vale a pena ser discutido aqui.

    Recentemente eu estava discutindo com um pessoal da faculdade sobre o que fazer, depois da formatura, com um paciente com indicação de hemotransfusão que se recuse a receber sangue... A Aniel, aqui do fórum, também me perguntou a mesma coisa, então...

    De maneira geral há trÊs coisas a se fazer quando o paciente não aceita um hemotransfusão: fazer a hemotransfusão mesmo contra a vontade do paciente, não fazer a hemotransfusão ou entrar na justiça para conseguir autorização para a hemotransfusão (esse é bastante comum no caso de crianças).

    Conheço algumas pessoas que defendem a idéia de fazer a hemotransfusão sem que o paciente saiba. Para fazer isso há alguns artifícios que podem ser usados, tais como sedar o paciente, dizer que ele está recebendo um medicamento fotosensível e "enrolar" a bolsa de sangue e o cateter com algodão para que o paciente não veja que está recebendo sangue, etc.

    Também conheço pessoas, eu me incluo nesse grupo, que acham que se o paciente não quer receber sangue então o problema é dele. Porta da rua serventia da casa. é claro que se o paciente em questão for uma criança eu sou plenamente a favor que a criança receba sangue, independente da vontade dos pais, afinal ela não tem culpa da ignorância dos pais.

    Gostaria de saber o que para vocês é o mais correto, respeitar a vontade do paciente ou impor o tratamento?
     
  2. Ash Nazg

    Ash Nazg Usuário

    Para mim nao ha duvidas. Impor o Tratamento é o mais correto. Quando um médica se forma ele faz aquele juramento de preservar a vida e tals. Bom se o paciente quer é dever do medico sob quaisquer condicoes, impor o tratamente na forca, nao é esse o dever do médico? Nele depositamos a nossa vida, e eu espero que quando eu estiver num hospital, o que ele disser seja o melhor pra mim. É Claro que ai depende do hospital e do medico, pq tem uns ai q ja viu né?

    Se estou enganado, me corrijam :D!!
     
  3. Eu tenho a mesma opinião da Anigel, se for uma criança...ela deve sim receber o tratamento, mesmo contra a vontade dos pais, o q siguinifica entrar na justiça...pq eu acho q não tem cabimento enganar a criança ou adultos... :|

    Mas se for uma pessoa maior de idade, ela deve decidir pelos seus atos...e se ela decidiu não receber sangue...ela não deve ser obrigada a fazer isso contra a vontade...afinal, ela já tem maturidade para opinar na propria vida... :tsc: :wink:
     
  4. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!

    O problema é que se o médico impõe um tratamento ao paciente pode responder um processo por lesões corporais... Tem graça? Salva a vida do infeliz e ainda corre o risco de ir parar na cadeia por causa disso?

    Eu tenho um motivo bem forte para ser contra "enganar" o doente e fazer a trasfusão sem que ele saiba, é para não alimentar esse tipo de ignorância. Já imaginou os "testemunhos" que essas pessoas não irão prestar em suas igrejas se receberem uma transfusão e não ficarem sabendo disso? Imagine: "... e os médicos falaram que se eu não recebesse o sangue eu iria morrer, mas com fé no Senhor eu recusei e o Senhor me curou. Aleluia!!!"

    Só de imaginar uma coisa dessas eu fico apavorada, e esse tipo de coisa é escutado por dezenas de pessoas, corre de boca em boca, e quando essas pessoas ficarem doentes ou tiverem seus filhos doentes também irão recusar uma possível transfusão, com fé que também serão salvas...

    Eu não quero bancar Deus e decidir quem deve ou não deve viver, ou dizer que vida vale ou não vale a pena salvar, mas tenho muito medo de onde esse tipo de atitude pode levar.

    Acho que se pessoas que encorajam outras a recusar tratamento médico, pondo assim em risco as suas vidas deveriam ser responsabilizadas criminalmente por esse tipo de ato.
     
  5. Ellion Cold

    Ellion Cold Usuário

    Se tratando de um menor no qual os pais não aceitam o tratamento, o caso deve ir à justiça. No caso de uma pessoa com idade igual ou superior à 18 anos que não queira ser tratado, não deve ser imposto a ele o tratamento.

    O que o médico pode fazer nestes casos é apenas conversar com o paciente, torcendo para que este veja a razão em fazer o tratamento. Caso o médico não consiga, ainda pode apelar para o setor de psicologia do hospital, onde psicólogos treinados poderão ter conversas profundas com os pacientes. Se toda a conversa não funcionar, cabe ao paciente suportar os efeitos colaterais de sua decisão. Não deve-se, em hipotese alguma, ser lhe tirada sua liberdade de escolha.
     
  6. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    Eu acho que todos tem o direito de decidir sobre si mesmos, intaum seria violar um pricimpio universal forçar um paciente a passar por um tratamento. Ja conheci uma pessoa que descobriu que estava com cirrose, mas decidiu beber até morrer.
    No caso de uma criança já é mais complexo, pois naum acho que os pais tenham o direito de decidir entre a vida e a morte para seus filhos, e nem a criança tem muito discernimento para decidir. Neste caso acho que vale o que for melhor para a saude da mesma.
     
  7. Ash Nazg

    Ash Nazg Usuário

    cada um com a sua opiniao........
    Mas eu prefiro a vida à morte :D......e volto a falar se eu estiver no leito de morte eu espero que o medioco faca de tudo pra me manter vivo.....
     
  8. -Feanor-

    -Feanor- Usuário

    Suicídio é evitado pelas autoriadades, não? Isso não seria uma forma de suicídio?
     
  9. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    Acho que naum é considerado suicidio pelas autoridades porque é a doença que mata o cara e naum ele mesmo.( o que é idiota)
     
  10. Ellion Cold

    Ellion Cold Usuário

    Autoridades não evitam suícidio. Evitam atos tolos de pessoas que gostam de chamar atenção e que às vezes por algum acidente de percurso podem se ferir e até morrer. Tentativas de suícidio evitadas pelas autoridades, para mim não passam de pessoas com problemas que querem chamar a atenção e ganhar a pena de outros. Quem quer se matar, se mata. Não há como impedir.
     
  11. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Cada um na sua. O cara não quer, problema dele. Se for criança e os pais não querem devem ter bons motivos pra isso.
    Eu não aceitaria transfusão. Sangue é sangue, o de cada um é diferente.
     
  12. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!

    :o?: Por que você não aceitaria a transfusão Saranel? :o?:
     
  13. Donamira Ladeira

    Donamira Ladeira Rainha do Conselho Etílico

    Não aceitaria???

    Vc tem um acidente grave, com hemorragia interna.... e falaria... Não, eu não quero receber uma tranfusão, prefiro morrer aos poucos e deixar tudo a receber sangue.... fala serio né...

    Sou completamente contra essa negação de receber sangue...

    Minha mãe já me contou vários casos de que os médicos se recusaram a fazer uma cirurgia de risco q precisaria de transfusão pq os paciente naum acietavam a transfusão.... e sinceramente acho q eles estaum certos... Imagina só, vc estuda a vida inteira e faz um juramento de salvar todas as vidas que puder, e por causa de uma "ignorancia" vc não pode fazer nada.... vc esta com a pessoa na mesa de cirurgia e só pode ver ela morrer.... ahhhh é revoltante isso
     
  14. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Se é o desejo da pessoa, o que podemos fazer? Se ela quer morrer não é a gente que deve contrariar o desejo dela e fazer a transfusão sem que ela saiba ou contra a vontade dela. Acho que no caso da criança tudo bem, ela é muito pequena para decidir e seus pais podem ser ignorantes, mas quando o paciente é um maior de idade não acho certo fazer se for contra a vontade dele.
    A mesma coisa no caso daquela droga que mata o paciente. O cara quer morrer, está sofrendo... Poxa, deixa ele morrer em paz, melhor do que sofrer. Se é a vontade dele eu acho que o médico deveria faze-lo. Imaginem estarem tetraplégicos sofrendo e não poder nem se matar? Que horror...
    Pior só estar em estado vegetativo e não poder nem opinar...
     
  15. Waters

    Waters Usuário

    Acho que a consciência religiosa de cada um deve ser respeitada, se a pessoa não quer receber transfusão que arque com as consequências físicas e fique em paz com a sua religião. desde que tenha IDADE para isso. Muitas vezes achamos alguns princípios religiosos estranhos e absurdos, mas para a pessoa auilo representa a sua própria maneira de vida e se ela escolheu esse caminho, que siga.
     
  16. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!

    Concordo com a Donamira, é extremamente frustrante você ver uma pessoa, saber que há recursos para salvar a vida dessa pessoa e ter que cruzar os braços, porque pessoa recusa a transfusão.

    A lei permite que os médicos façam uma transfusão de sangue mesmo contra a vontade do paciente se este estiver em eminente perigo de vida, isto é, se ele não receber o sangue naquele momento irá morrer dali a instantes, o problema é que aí é muito tarde e em geral o paciente morre...

    Saranel, eu gostaria realmente de ouvir seus argumentos. Dialogando talvez a gente consiga se entender.
     
  17. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Deve ser frustrante você não querer o sangue de outra pessoa correndo em suas veias contra sua vontade também, Anigel.
     
  18. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!

    Por isso quero ouvir os argumentos dela, além do mais já parou para pensar que a alternativa é a morte?
     
  19. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Claro, mas não cabe a nós julgar se a pessoa deve morrer ou não. A vida é dela, e apesar de ser um egoísmo e uma covardia tremenda cometer suicídio, é uma opção que deve ser feita pela própria pessoa.
     
  20. Anigel

    Anigel Eu atropelo duendes!


    Eu acho que não. A pessoa nesse caso não quer morrer, ela acredita que será salva. E quem fez um juramento de salvar vidas deve simplesmente "cruzar os braços" e assistir uma pessoa que tem chances de sobreviver morrer por estupidez?

    Gostaria de tentar entender o que leva uma pessoa que não quer morrer a tomar esse tipo de decisão.
     

Compartilhar