1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Sobre sensibilidade e spleen

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Anica, 2 Fev 2009.

  1. Anica

    Anica Usuário

    “Vinte anos. Mas meu peito tem batido nesses vinte anos tantas vezes como o de um outro homem em quarenta.”Álvares de Azevedo falando através de Macário.

    Tenho um curioso receio de escrever sobre certos livros. Na verdade, tanto escrever como comentá-los. Algumas obras acabam sendo tão especiais que você não se sente à altura de conversar sobre elas. Mencioná-las numa conversa casual então pode acabar parecendo profanação.

    Tudo isso só serve como introdução para tentar falar de Macário, um dos filhos da maior promessa das letras brasileiras. Jovem, Macário já está entre os perdidos, assolado pela descrença, pelo tédio e imerso no spleen (reflexo do Mal do Século). Essas são as principais características do personagem homônimo do livro, atributos que terminam por chamar a atenção de um sujeito bastante singular: o próprio Satã.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar