• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Reencarnação humana na obra de Tolkien

  • Criador do tópico Criador do tópico Skylink
  • Data de Criação Data de Criação

Skylink

Squirrle!
Caso a Segunda profecia de Mandos se cumprisse, isso seria uma prova de que os espíritos dos homens não desaparecem mas continuam existindo e podem retornar (quem mataria Morgoth seria Turin)?
 
Não deve ser levado em conta justamente por ter sido rejeitado pelo próprio Tolkien.
Nele, Túrin realmente acaba (!!!) com Morgoth de vez na Dagor Dagorath, a Batalha no Final dos Tempos.
Após isso, Túrin é colocado entre os valar...algo completamente impossível pelas definições posteriores que o próprio Tolkien fez na sua mitologia.
 
Complementando o Tilion, aqui vai um trecho importante da "Segunda Profecia de Mandos"

"Naquela luz os Deuses novamente sentir-se jovens, e os Elfos despertão e todos os mortos levantarão, e o propósito de Ilúvatar estará completo em relação a eles. Mas dos Homens naquele dia a profecia não fala, com excessão de Turin apenas, e a ele o nomeia entre os Deuses."

A referência aos "mortos se levantarem" pode parecer que a profecia está citando os homens, mas... o final é claro ao dizer que, à exceção de Turin, os homens estão de fora dessa.

É uma pena, eu queria mesmo ver a luz das Silmarills... :P

Texto completo da 'Segunda Profecia de Mandos'
 
Peraí, não é dito que o espírito deos Homens "desaparece"... O destino deles não ir para o lado do Criador, Eru? Enquanto os elfos devem permanecer em Arda até o Fim?
 
O destino dos Homens não é conhecido, mas podemos descartar a hipótese de que seus espíritos desaparecem da Criação, simplesmente deixam de ser. Posso estar trocando as bolas, mas ao espírito de Beren não foi dada a oportunidade, única entre os atani, de retornar à vida em Beleriand junto de Lúthien? Isso refuta a hipótese de as almas humanas desaparecerem após a morte de seus corpos (mesmo pq isso não condiz com a filosofia católica seguida por Tolkien), mas ainda nos deixa a dúvida partilhada por todos em Arda, exceto por Eru, Manwë e Mandos: qual será o verdadeiro destino dos Homens, e pq a mortalidade é uma "dádiva", e não um castigo?
 
Deriel disse:
o Destino dos Homens NÃO é conhecido :)

concordo plenamente.mas eu acho q Tolkien sempre se mostrou inclinado a colocar os homens no destino q Maglor disse:Junto a Eru.
 
Gente acho que em momento nenhum Tolkien quis dizer que a alma dos homens desaparecesse, simplesmente porque grande parte da história é fundamentada nos ensinos católicos, principalmente de que a alma é imortal, que no caso do Silmarillion, fica melhor falar que a alma humana é eterna. (para poder diferenciar os elfos dos humanos)

No caso dele não revelar o destino dos homens, talvez fosse para representar nossa situação, já que não sabemos nosso destino, se existe vida pós morte ou não. E também para melhor mostrar a natureza humana, todos os seus medos e desejos.

E sobre essa questão, eu acho que está toda a temática dos livros da Terra-Média... que é a Mortalidade X Imortalidade...

:)
 
Deriel disse:
o Destino dos Homens NÃO é conhecido :)

Mandos convoca os espíritos dos homens, não? Daí em diante é que ninguém se sabe para onde eles vão.. Então na mitologia de Tolkien, os humanos tem uma alma eterna, pelo menos que sobrevive após a morte do corpo.
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.524,79
Termina em:
Back
Topo