• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Radicalismo: estamos virando velhos rabujentos?

Beriadar

And I will see it all before
Eu só espero que agora que o Thrash está voltando(vide Kreator, Tankard, Testament)
Não .. eu acho q o Metallica ñ volta a essas raízes, até pq o Trash é limitado (fama). E se há algo q o Lars faz questão de deixar claro é q o Metallica ñ vai se limitar, pois eles sempre estam "expandindo" (musikalmente ñ, mas comercialmente).


E quando eu falo de piorar, eu falo de mudar da mentalidade inicial para uma comercial e voltada para agradar a maioria, não os verdadeiros fãs e admiradores. E foi isso que o Metallica fez.
Não vejo problema no q bandas como o Metallica fizeram. O Metallica já provou ter qualidade, já provou q pode conquistar fãs e já provou q está aí pra seguir os modelos comerciais. Isso ñ é de surpreender mais ninguém ...
:|
Afinal, desde o início eles keriam conquistar fãs, e vêm fazendo isso. Atingiram um mercado muito maior a cada mudança ... (ainda q desapontassem os antigos fãs). O Metallica ker manter o seu alto "padrão de vida" e pra isso precisar seguir os modelos de música comercial ..

Ainda assim, são muito bons no q fazem, e muito melhores do q qualquer banda de nu-metal ..
 

Krebain

Banned
Que isso. Até System of a Down é melhor.

O Metallica era uma banda famosa, com milhões de fãs, tocando uma música de qualidade e se mantendo fiel a sua proposta. Até que mudaram a cabeça e perderam grande parte dos seus fãs.

NADA CONTRA MUDAR, mas eles tem que mudar sem ferir a integridade da banda. Se o Burzum quiser fazer um albúm de música clássica, nada contra. Mas se mudar para Nu Metal (nada contra) estaria ferindo a sua integridade (por pior que seja).
 

Thico

The Passenger
NADA CONTRA MUDAR, mas eles tem que mudar sem ferir a integridade da banda. Se o Burzum quiser fazer um albúm de música clássica, nada contra.Mas se mudar para Nu Metal (nada contra) estaria ferindo a sua integridade (por pior que seja).
Porque se ele fizesse de música clássica estaria tudo bem. Se ele fizesse de Nu metal estaria ferindo a sua integridade?
 

Felagund

Usuário
Porque tru metal odeia Nu, e acha isso a pior traição de uma banda metalera, como foi na epoca do grunge que algumas bandas passaram de lado
 
Acho isso muito relativo. Muita coisa já foi dita aqui pela Idril, pelo Thico e pelo Bruno, então vou resumir minha opinião ao máximo.

Os caras do Metallica tem todo direito do mundo de mudarem seu som. É a arte deles e ponto final. Se quiserem mudar, foda-se.
Da mesma forma, eu também tenho todo direito de dizer que pra mi eles viraram uns morféticos, viados que tocam música de corno e tudo mais. É a minha opinião e ponto final. E era isso que eu fazia, até cair na real.

O Metallica traiu seus fãs ? O Metallica virou Pop ? Foda-se !! Vão atrás de outras coisas. Se não gostam do St. Anger, não comprem, não ouçam (eu não comprei também). Tem muita banda boa por aí fazendo o que o Metallica fazia antigamente, vamos ouvi-las. O Metallica não me incomoda mais. Apaguei a banda já. Morreu. Simples assim.

É claro, eu não gosto de mudanças nas bandas que eu curto. As vezes funciona, mas na maioria das vezes não, mas o que eu posso fazer a respeito ? ada. Então nem esquento.


Fly Pan Am disse:
aqueles artistas que nao usam formulas mas nao experimentam nada. Eles criam o estilo deles e ficam naquilo pra sempre.
Como por exemplo o AC/DC, que ainda sim é uma das maiores bandas da história do Rock'n'Roll.

Shadowrunner disse:
Um exemplo de mudança com qualidade é o Sepultura. Eles no começo faziam um som agressivo e cru, mas claramente influenciado por outras bandas (mas isso não tira a qualidade da banda, lógico). Com o tempo eles foram adquirindo características próprias que distingue-a das outras bandas tornando-a uma banda de qualidade e sucesso. Depois da saída de Max, o som teve uma modificada,mas mesmo assim continuou sua agressividade, continuando no mesmo estilo mas de uma forma própria. Muitos dizem que depois de Arise Sepultura é lixo. Já pensou se eles continuassem do mesmo jeito de outrora?
Desculpe, mas você tá erradp. O Sepultura de hoje em dia é o mesmo da fase Beneath The Remains ?!? Eles seguem no mesmo estilo ?!? Cara, o Sepultura de hoje não tem nada haver com o de antigamente. Se isso é bom ou ruim, aí vai da opinião pessoal de cada um (eu pessoalmente gosto até o Chaos AD, mas dizer que se trata da mesma coisa é absurdo.

Seria mais um Rhapsody da vida. :)
AC/DC, Ramones, Motörhead, Manowar, Running Wild dentre tantas outras nunca mudaram seu estilo e humilham o Sepultura em todos os aspectos. Isso de falar "seria mais um Rhapsody da vida" é apenas um exemplo de como você é infantil, procurando alguma forma de denegrir uma banda que você não goste, mesmo estando fora do contexto. Porque não disse "é mais um AC/DC da vida"

Gandalf disse:
NADA CONTRA MUDAR, mas eles tem que mudar sem ferir a integridade da banda. Se o Burzum quiser fazer um albúm de música clássica, nada contra.Mas se mudar para Nu Metal (nada contra) estaria ferindo a sua integridade (por pior que seja).
Porque se ele fizesse de música clássica estaria tudo bem. Se ele fizesse de Nu metal estaria ferindo a sua integridade?
Eu concordo com o Thico. Qual a diferença? O Burzum dos bons tempos (Aske) não era Música Clássica, assim como o Metallica dos bons tempos (Ride The Lightning) não era New Metal. Em ambos casos não seria mais Burzum ou Metallica.

Seu argumento não tem fundamento. Você acabou de dizer algo como:

O Burzum tocando música clássica é foda, porque eu gosto de Música Clássica. O Metallica novo é uma bosta, porque eu odeio New Metal.

Tipo, não teria nada relacionado a integridade. É relacionado ao seu gosto pessoal. E eu até concordo com isso (seugosto pessoal) viu cara ! :lol:
 

Krebain

Banned
Porque se ele fizesse de música clássica estaria tudo bem. Se ele fizesse de Nu metal estaria ferindo a sua integridade?
Eu me expresei errado. O Burzum foi um exemplo. Porque ele prega contra o Nu Metal. Se você prega com todas as forças contra algo e depois vem e faz exatamente isso para ganhar dinheiro, isso seria certo? Vamos esquecer o Nu e trocar pelo WhiteMetal. Se o Burzum tocasse White Metal seria certo? Depois de tudo o que ele pregou?
 
Aí, uma vez formada uma banda, entramos na questão de mudaças de estilo. Nesse momento a palavra chave é qualidade. Qualquer mudança será bem vinda, desde que que a tal qualidade não se perca.
Não concordo. Acho que a arte não depende de qualidade, e sim de intenção. Porque? Por que todo e qualquer julgamento quanto a qualidade está diretamente ligado a critérios subjetivos. E quando a subjetividade entra em jogo, nada pode depender dela. A intenção é própria de cada artista, e portanto, discutível como veículo de transmissão de mensagem. Mas se a intenção do artista foi alcançada, seja ela qual for, a arte se torna válida.
Além disso, é importante que se avalie a honestidade de cada trabalho. O caso do Metallica é emblemático, apesar de não se poder ter conclusões definitivas sobre o assunto: desde que eles começaram a mudar o som que fizeram durante um tempo, fãs atacaram incessantemente a trajetória que o trabalho deles parecia tomar. O que esses fãs esquecem, e o que muitos já disseram aqui, é que isso não depende INTEIRAMENTE dos fãs, mas sim do que os integrantes do Metallica tentavam fazer com seus novos trabahos.
Isso por si só não validaria o trabalho.
O que o tornaria passível de julgamentos quanto a qualidade ou não, é a interferência externa que o Metallica sofreu durante a produção de seus novos álbuns. Ou seja, o nível de honestidade. O quanto, afinal, produtores, gravadoras, ou até mesmo os próprios fãs influenciaram em algo que é, por definição, uma forma subjetiva de apresentação de idéias?
 

Knight

Rider On The Storm
Hum, certo, teoricamente nada impede que um trabalho sem qualidade seja apreciado, isso de fato é uma questão subjetiva. Mas a existência ou não de qualidade não é algo subjetivo, ela está lá ou não está.

E creio que seja muito mais fácil um trabalho com qualidade ser apreciado do que um sem.
 
E creio que seja muito mais fácil um trabalho com qualidade ser apreciado do que um sem.
Concordo. Mas pra quem isso funciona?
Pra nós que, teoricamente, conhecemos um pouco mais de música do que a maioria das pessoas porque temos contato com música de qualidade TÉCNICA. Esse é o ponto.
A qualidade percebida pelo público em geral não é essa. É a qualidade da melodia fácil, do solo bonitinho (mesmo não tendo nem 20 segundos de duração), e daquela voz que pode ter ou não seus méritos, mas que de excepcional não tem nada.
A qualidade que nós, muitas vezes procuramos, vai além disso. É o virtuosismo (Dream Theater), a inovação (Hendrix, Zeppelin), ou o simples fato de ter uma identidade tão forte que é capaz de mudar muito do cenário músical em sua própria época (Ramones, Nirvana etc.)

Mas a existência ou não de qualidade não é algo subjetivo, ela está lá ou não está.
Discordo =P Mais uma vez, tem de se perguntar: qualidade pra quem? E aí, mais uma vez, estamos entrando em critérios subjetivos.
 

Knight

Rider On The Storm
Discordo =P Mais uma vez, tem de se perguntar: qualidade pra quem? E aí, mais uma vez, estamos entrando em critérios subjetivos.
Discordo.

Qualidade não se julga baseado em opinião pessoal. Qualidade é algo inerente a coisa, quer você goste ou não. Você pode gostar de uma música sem qualidade porque ela lhe traz boas lembranças ou então porque ela lhe emociona por certa razão, ou por diversos outros motivos, mas isso não muda o fato dela não ter qualidade.
 
Pode até ser. Mas existem infinitos critérios para que, de alguma forma, se tenha a percepção de qualidade dentro de uma música. E algumas pessoas preferem se ater a alguns critérios, ou por gosto, ou comodidade, ou falta de conhecimento mesmo. Desse jeito, fica difícil medir qualidade como um valor absoluto em detrimento de uma avaliação em que esses aspectos sejam tidos como variáveis.
 

Beriadar

And I will see it all before
Gandalf disse:
NADA CONTRA MUDAR, mas eles tem que mudar sem ferir a integridade da banda. Se o Burzum quiser fazer um albúm de música clássica, nada contra.Mas se mudar para Nu Metal (nada contra) estaria ferindo a sua integridade (por pior que seja).
Porque se ele fizesse de música clássica estaria tudo bem. Se ele fizesse de Nu metal estaria ferindo a sua integridade?
Também ñ entendi!!! :o?: :o?: :o?:

Eu me expresei errado. O Burzum foi um exemplo. Porque ele prega contra o Nu Metal. Se você prega com todas as forças contra algo e depois vem e faz exatamente isso para ganhar dinheiro, isso seria certo? Vamos esquecer o Nu e trocar pelo WhiteMetal. Se o Burzum tocasse White Metal seria certo? Depois de tudo o que ele pregou?
Como esse exemplo pode se referir ao Metallica??
Eles sempre foram uma banda comercialíssima!!!! Sempre, sempre, sempre, até durante as raízes. Só q eram mais jovens, mais atitude, tal; e estavam naquela onda de estilo (thrash metal, blablablá). Muita gente na mídia está se lixando pra estilo ... discutir estilo é coisa pros fãs frustrados.

O Metallica perdeu muitos fãs .. (eu inclusive), mas eles ganharam vários outros, pois o pessoal q escuta por exemplo Avril Lavigne e Korn (público bem vasto) hoje escuta o Saint Anger e até o Reload.
 

Shadowrunner

Usuário
Seria mais um Rhapsody da vida.


AC/DC, Ramones, Motörhead, Manowar, Running Wild dentre tantas outras nunca mudaram seu estilo e humilham o Sepultura em todos os aspectos. Isso de falar "seria mais um Rhapsody da vida" é apenas um exemplo de como você é infantil, procurando alguma forma de denegrir uma banda que você não goste, mesmo estando fora do contexto. Porque não disse "é mais um AC/DC da vida"
Não foi meu intuito denegrir a banda Rhapsody com meu exemplo. Além do mais eu gosto do som da banda, mas tenho que admitir que a banda não evolui. Apesar de gostar da banda, não sou cego para o que é óbvio. Infantilidade é não ver os defeitos de uma banda por que você gosta da música.

Eu não poderia dizer que é um AC/CD da vida, por que nã conheço muito a banda para dar minha opinião.Sobre as bandas que você citou, infelismente conheço pouco. Exceto Ramones. Ramones não mudaram? Escute os primeiros Cd´s e os últimos. Até para mostrar a mudança, compare It´s Alive com Loco Live. São dois Cds ao vivo mas as mesmas músicas eles mostram uma forma diferente de tocar(Loco Live músicas mais rápidas). Compare o CD Ramones e Mondo Bizarro. Nota-se claramente que no último as músicas são mais trabalhadas. Ramones não mudou! Faça-me o favor!

E quando disse que Sepultura continuou no mesmo estilo quiz dizer ainda agressivo mas com características próprias. É obvio a mudança entre o Beneath The Remains e o Nation, por exemplo. Mas continuam a tocar seu som. Da mesma forma que o Ramones, mudaram um pouco mas continuaram característicos.
 

Krebain

Banned
Como esse exemplo pode se referir ao Metallica??
O Metallica perdeu muitos fãs .. (eu inclusive), mas eles ganharam vários outros, pois o pessoal q escuta por exemplo Avril Lavigne e Korn (público bem vasto) hoje escuta o Saint Anger e até o Reload.
A discução não é do metallica e sim se é aceitavel mudar de estilo. Aquilo da música classica e Nu metal eu errei. Mas eu mantenho o que eu disse: Não se pode mudar para algo que você prega contra, só para vender mais. A banda aí perde a indentidade.
 

Unholy Master

Chess Piece
Os caras do Metallica tem todo direito do mundo de mudarem seu som. É a arte deles e ponto final. Se quiserem mudar, foda-se.
Essa frase foi perfeita.Realmente,Se os caras sãoos donos da banda,eles acham que isso é o melhor para eles,não podemos fazer nada senão olhar e lamentar,pois até eu que gosto de New metal,não gostei do St.Anger.Achei mal produzido,até uma gravação de a banda de um amigo meu tem a bateria com um som melhor....
Tá isso foi exagero...
Mas enfim,se a banda souber produzir o próximo alum,eu posso gostar.Afinal de contas,Thrash e New Metal são dois ótimos estilos,na minha opinião.É esperar para ver...
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.225,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo