1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Pesquisadores da UFRN investigam relação entre os sonhos lúcidos e as psicoses

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 5 Abr 2016.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Pesquisadores investigam sonhos lúcidos e psicoses
    Foto: Anastácia Vaz​

    Imagine-se dormindo em um sono profundo. De repente, você se dá conta que está sonhando e começa a observar tudo que acontece, podendo até mesmo controlar a narrativa do seu sonho, de acordo com sua vontade e fazer coisas “impossíveis”, como voar ou mudar o cenário em seu entorno. Apesar de parecer um delírio, os cientistas chamam essa experiência de “sonho lúcido” e pode ser vivenciado por portadores de transtornos mentais e por sujeitos não-psicóticos.

    Para entender qual a relação entre os sonhos lúcidos e as psicoses, pesquisadores do Instituto do Cérebro (ICe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) investigaram 45 pacientes com sintomas psicóticos, sendo 25 portadores de Esquizofrenia e 20 portadores de Transtorno Bipolar do Humor, e um grupo controle de 28 pessoas não-psicóticas.

    A psiquiatra e pesquisadora do ICe, Natália Mota, explica que tanto nos sonhos lúcidos quanto nas psicoses o indivíduo acredita em realidades fora do normal sem fazer qualquer crítica, como se fosse possível, por exemplo, “os alienígenas invadirem a terra enquanto está tomando café e olhando pela janela a invasão”, exemplifica.

    Um dos resultados do estudo mostra que cerca da metade dos sujeitos com sintomas psicóticos, assim como metade dos não-psicóticos, relataram ter sonhos lúcidos. No entanto, quando o primeiro grupo tem sonhos lúcidos eles conseguem controlar mais frequentemente a realidade do sonho (67% esquizofrenia e 73% transtorno bipolar) que os não-psicóticos (23%).

    Outra descoberta foi que, entre os portadores de transtorno mental, aqueles que apresentaram sonhos lúcidos mostraram ser mais retraídos emocionalmente que os outros os quais não tinham sonhos lúcidos. Além disso, contaram seus sonhos de maneira menos complexa, apresentando nos relatos de seus sonhos, características relacionadas a déficits cognitivos - característica medida por meio da análise de grafos de palavras. “Esse resultado parece revelar que a realidade interna em psicóticos com sonhos lúcidos fica ainda mais fortalecida e dificulta a socialização deles com o mundo exterior”, esclarece Natália Mota.

    Ao despertar do sonho lúcido, a maioria dos participantes (psicóticos e não-psicóticos) afirmou ter uma experiência positiva. A prática produz um fortalecimento psicológico na população não-psicótica, no entanto, a neurocientista chama a atenção para o fato de que, nos pacientes com psicose, o sonho lúcido pode aumentar o engajamento em sua realidade interna, dificultando seu contato com a realidade externa e sua comunicação com pessoas do seu entorno.

    A maior dificuldade do estudo para os pesquisadores foi ter acesso a um fenômeno íntimo como os sonhos. “Foi necessário muito esforço no contato com cada paciente para estabelecer uma relação de confiança, de forma que eles pudessem relatar seus sonhos”, conta Natália.

    O próximo passo da pesquisa é estudar os sonhos lúcidos em laboratório com registro eletrofisiológico em sujeitos não-psicóticos, para que seja possível compreender o que acontece na função cerebral quando ocorre lucidez durante sonhos. Além de Natália Mota, o estudo foi realizado por Sidarta Ribeiro (ICe-UFRN), Adara Resende (ICe-UFRN), Sérgio Arthuro Mota-Rolim (ICe-UFRN e Hospital Universitário Onofre Lopes-UFRN) e Mauro Copelli (Universidade Federal de Pernambuco).
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 4
  2. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Uma vez tive um sonho lúcido.
    Foi a partir de um sonho recorrente em que estava em um bairro desconhecido e com ruas escuras, sendo perseguida por alguém que não via.
    Como já havia tido esse sonho várias vezes lembrei que era sonho e comecei a voar por sobre as casas pra ver onde estava e conseguir voltar pra casa.
    Foi uma sensação maravilhosa e libertadora e desde então venho tentando ter outro sonho lúcido, mas nunca mais consegui.
    Pesquisei na internet, comprei
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    mas nenhum dos exercícios propostos funcionaram comigo.
    Um deles consistia em contar os próprios dedos das mãos, já que supostamente não conseguimos fazer isso enquanto estamos sonhando, pois eu consegui. :-x
    Não sei se sofro de alguma psicose ou algo do gênero, mas numa das pesquisas que fiz li que pessoas que jogam muito video game têm mais facilidade para ter sonhos lúcidos pois que possuem experiência em controlar realidades alternativas.
    Sei que a @Seiko-chan joga bastante e tem sonhos lúcidos (escreveu isso em algum post aqui do Valinor) então talvez eu devesse me dedicar mais aos video games, quem sabe?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Já tive alguns. Depois de ler esse artigo agora vou prestar mais atenção se isso está relacionado diretamente a alguma atividade específica que fiz que antecedeu ao acontecimento.

    Posso até queimar a língua, mas acho bem provável que quando faço alguma atividade de lazer intenso e com muita adrenalina na natureza, como o rafting que eu gosto muito, isso acaba favorecendo.
     
  4. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Tenho sonho lúcido direto... Muitas vezes sonho com uma cachorra minha que morreu, lembro que ela morreu e me dou conta que estou sonhando... Daí me ponho a olhar as coisas em volta e tudo parece bem real e colorido, uma vez até me pus a olhar minha mão e vi detalhes como veias e pêlos (veias que nem lembrava que eram visíveis...)... Aquele negócio de que o que soa vago e falso não é o sonho em si mas apenas a memória do sonho é bem verdade...
     
    Última edição: 5 Abr 2016
  5. J. Hercules

    J. Hercules Usuário

    O que me ocorre direto são espasmos quando estou quase adormecendo, que eu me lembre tive sonho lúcido apenas uma vez.
    Lembro que eu estava em um sonho normal quando eu simplesmente parei e pensei "perai eu estou num sonho, quero acordar" entrei em desespero porque eu não sabia como despertar. Depois de um tempo em um ato de desespero fechei os o olhos com força e comecei a gritar "Acorda! Acorda! Acorda!" e acabei dando um pulo da cama. Hahahaha.
    Uma coisa que eu pesquisei alguns anos atrás e que admito me deu medinho de dormir na época é a "Paralisia do sono" que é quando o cérebro desperta do modo REM e o corpo continua paralisado. Resumindo você literalmente SONHA acordado.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Nossa, tive isso uma vez, é horrível!
    Tinha um homem desconhecido no meu quarto, olhando em volta, como se estivesse assustado ou procurasse alguma coisa e aparentemente ele não me via; e eu via o cara e o meu corpo deitado e tentava gritar e me mover e não conseguia.
    Nunca mais tive outro assim, graças a Deus. :/
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  7. fcm

    fcm Visitante

    Engraçado que muitas vezes consegui controlar os meus sonhos. As vezes percebo que estou sonhando e começo a alterar minhas ações. Vai ver tenho alguma psicose :wacky:

    Vocês não conseguem "entrar no sonho" algumas vezes e alterá-lo?
     
  8. Nihal

    Nihal Ventinha xD

    Tive sonho lúcido apenas uma vez, quando eu tinha uns 14 anos. Agora paralisia teve uma época que tinha direto, mas só a paralisia sem alucinações nem nada mais estranho, mas mesmo assim só o fato de ficar completamente imóvel sem ter certeza se dormindo ou acordada, tentando gritar e não conseguindo, já é muito assustador. Faz um tempinho que não tive mais, desde que comecei a tomar uns remedinhos pra controlar a ansiedade. Eu contei sobre isso pro médico, mas ele meio que ignorou. :o?:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  9. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Algo perfeitamente possível e plausível de acontecer.

    Tive poucos sonhos com a percepção de que eu estava em um sonho, e isso só aconteceu quando eu era criança. Na época era bom, eu gostava de ir dormir para ver se naquela noite eu conseguiria sonhar e ter a minha consciência dentro do sonho, isso trazia uma sensação de liberdade muito grande, poder fazer o que quiser, sem restrições. Porém, nunca consegui voar, e na verdade, em nenhum sonho eu era capaz de correr, mas não sei o que isso significa.
    Fora isso, o que eu mais fazia era sair do sonho (acordar) quando eu não estava mais gostando, era como "se desligar", eu fechava os olhos como se fosse dormir, e sentia meu corpo caindo, então acordava.
    Infelizmente nunca consegui ter controle absoluto, como o Neo em Matrix.

    Hoje em dia eu mal lembro o que sonhei, mal percebo que dormi, e já to acordando.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Ué, isso acontece só nos sonhos normais, onde várias absurdos são encarados como realidade, sem crítica. No sonho lúcido você sabe que está sonhando, então isso que ela falou não se aplicaria... você encara os absurdos como sonho e não algo "como se fosse possível".
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  11. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Merchan time: O filme Waking Life, do Richard Linklater (Boyhood), funciona todo ele no modo de sonho lúcido, e acaba usando esse formato para discutir sobre arte, criação, coincidências, todos os tipos de sonhos e sonhadores, as relações humanas, ciência, enfim, a vida o universo e tudo mais, literalmente nesse caso. É uma baita viagem, uma em que provavelmente você terá de embarcar mais de uma vez, pode cansar um pouco de início, mas é absolutamente incrível. Fica jogada a indicação ;)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Nihal

    Nihal Ventinha xD

    Exato, o sonho lúcido acontece justamente quando você percebe que algo é tão absurdo que só pode ser sonho, então passa a ter controle sobre ele. Essa fala dela não fez muito sentido mesmo.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    Tipo assim: eu estava de pé assistindo meu corpo imóvel na cama. Sensação mais estranha e bizarra. Quando "retornei" pra cama, eu acordei . Lembro disso claramente e foi uma situação muito estranha e ao mesmo tempo boa.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  14. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

  15. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Tenho muito sonhos lúcidos. Geralmente o que me faz perceber que é sonho é que não consigo ler nada dentro do sonho.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  16. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Os sonhos "lúcidos" são os que melhor consigo lembrar de todos os detalhes, desde os diálogos aos detalhes físicos dos lugares onde se passou e em grande parte ocorre com pessoas mais próximas do meu convívio. Já nos demais vejo pessoas que nunca tive contato.
     
  17. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    • LOL LOL x 2
  18. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Esse filme é lisérgico. E para quem se identifica, muito bom.
    Recomendo assistir em pausas, porque o assunto é de uma profundidade filosófica considerável - além de os gráficos darem enjôos e dor de cabeça. =)


    Creio que isso seja um 'desdobramento', e não necessariamente um sonho lúcido. É uma outra faixa de frequência mental, visto que cada frequência é uma realidade e uma faixa de consciência diferente.


    Eu consigo voar. Dá um medo danado, e é uma delícia. Mas por algum motivo, nunca consigo voar muito alto.

    Mas é bizarro olhar em um espelho, a imagem é totalmente distorcida. E é engraçado, na maioria das vezes que tenho sonhos lúcidos - acontecem mais intensamente quando estou bem descansada, e durmo até mais tarde - e caio no sono, eu consigo sentir a frequência cerebral mudando, não perco totalmente a consciência me ouço ressonando e penso "já começou". Deste ponto em diante me entrego ao sonho. É divertido pacas!
    Obviamente isso não é possível com cansaço físico. Caio no sono sem perceber, mas em 90% das vezes eu consigo saber que estou sonhando.

    Outras coisas que adoro fazer, a partir do momento em que me reconheço sonhando: escolho minha roupa, sapatos, e como quero aparecer. Geralmente gosto de me imaginar com um belo vestido chinês de cetim vermelho, bons sapatos, cabelo bacana e, cof, cof, 15kg mais magra. :lol:
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  19. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Uma vez sonhei que me olhei no espelho e só via (dentro de espelho) um espaço vazio e escuro, meio doentio.
    Me deu um puta medo e acordei apavorada!
    Freud explica? o_O
     
  20. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Creio que tenha uma explicação de fundo psicológico, sim. Minha imagem é distorcida porque eu tenho, e estou consciente, de um distúrbio de autoimagem que foi varrido para debaixo do tapete (looonga história), e só hoje parei para observa-lo e pensar sobre ele.

    Um buraco vazio e escuro pode representar um desejo mais profundo de autoconhecimento. Por vezes pode ser o seu subconsciente, ou o inconsciente, gritando pela necessidade de que você se veja como você quer ver - ou o temor de não se conhecer como acha que se conhece. É uma questão interessante para se debruçar, Clarinha. :wink:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1

Compartilhar