1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Page not Found...

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Hérmia, 10 Jun 2008.

  1. Hérmia

    Hérmia Usuário

    Pessoal, achei uma brincadeira interessante.... Tem um blog no OGlobo, com um concurso em que vc completa a história. Dei uma olhada aqui no Meia e acho q dá pra fazer, mas só por diversão e mostrar nossa criatividade. Quem quiser participar do concurso de lá, o link é:/oglobo.globo.com/blogs/moreira/
    Vejam se funciona aqui.
    Vou usar a mesma frase inicial de lá:
    "ACORDEI NO MEIO DA NOITE AGITADO (A) POR CAUSA DE UM PESADELO. LEVANTEI-ME DA CAMA E FUI ATÉ A JANELA, QUANDO VÍ......
    Agora é com vocês..... alguém complete essa história...
     
  2. Marco

    Marco may the force be with... wait

    "ACORDEI NO MEIO DA NOITE AGITADO (A) POR CAUSA DE UM PESADELO. LEVANTEI-ME DA CAMA E FUI ATÉ A JANELA, QUANDO VÍ...... "

    ... que não havia nada na rua, voltei a dormir.

    fim
     
  3. Breno C.

    Breno C. Usuário

    O Marco é o pior, quando criança era sempre ele que acabava com a brincadeira da galera...
     
  4. Jorge Leberg

    Jorge Leberg Palavras valem por mil imagens

    Continuação:

    "Mas aquele pesadelo recorreu novamente ao meu cérebro. Eu era perseguido por algo indefinido envolto por trevas por todos os lados, e um barulho ensurdecedor me afligia. Acordei de repente, suando frio, e até que vi no meu quarto..."
     
  5. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    um pacote de jujubas do dia anterior... hummmm... jujubas! :)

    mas o gosto estava estraho... será anis?!? não.. não... era...
     
  6. Jorge Leberg

    Jorge Leberg Palavras valem por mil imagens

    Continuação:

    "Era um gosto realmente muito estranho. Chupei dez jujubas, uma atrás da outra, e só na décima-primeira descobri que gosto era aquele. Era um gosto de terra molhada pela chuva..."
     
  7. kholdan

    kholdan Usuário

    Continuando:

    "Procurei algum problema naquelas jujubas. Pareciam tão reais, mas o gosto não me enganava. Sentei-me e quase adormeci olhando para o pacote. Foi então que me veio uma idéia brilhante..."
     
  8. Jorge Leberg

    Jorge Leberg Palavras valem por mil imagens

    "Corri até a cozinha, com o pacote de jujubas preso à minha mão. Abri o armário da despensa, tentando procurar o objeto, quase de maneira desesperada, pois não me aguentava de curiosidade. E então achei..."
     
  9. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    ... no fundo do armário um espelho da verdade... ele mostrava meu rosto, inteiro deformado e as jujubas eram insetos asquerosos...

    E eu...
     
  10. Zuleica

    Zuleica Usuário

    paralisada percebi que minha respiração congelava enquanto pressentia a aproximação de ...
     
  11. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    algo escuro e sombrio em volta de mim; como uma nuvem de mistérios e pêsadelos tivesse parado bem acima de minha cabeça, que estava focada somente...
     
  12. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    numa espinha horrível bem no meio da minha testa... :P
     
  13. E eu não resisti! Tive que espremer aquele treco horroroso...
     
  14. Jorge Leberg

    Jorge Leberg Palavras valem por mil imagens

    "Espremi com força aquela meleca asquerosa. Senti um pouco de dor; saíam sangue e água da espinha espremida. Espremi até secá-la de vez, e então saiu uma sombra da minha espinha; ela foi saindo gradativamente, tomando forma de corpinho de criança. Seria aquela sombra saída de minha espinha a infância que perdi?"
     
  15. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    "Não podia ser! Minha infância eu vivi com plenitude, quase com o ar da graça da felicidade, ou não? Estaria eu enganado sobre meu passado...não, eu não estaria! E nem poderia duvidar de mim mesmo, não posso me forçar a desacreditar da minha pessoa..."
     

Compartilhar