• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Os 1/4-Elfos, ou descendentes de Aragorn

Puxando de outro tópico, gostaria de levantar um indagamento: é sabido pela maioria que leu O Silmarillion da linhagem dos meio-elfos. Porém, no final da Terceira Era, ocorreu mais uma união entre Elfos e Humanos, por meio de Arwen e Aragorn. Então, teriam os descendentes de Aragorn (um-quarto-elfos? :P) o direito de decidir sobre o futuro ou não?
 

JPHanke

Usuário
Não, os filhos de Aragorn e Arwen não têm direito a escolher seu destino. Isso porque Arwen abriu mão de sua imortalidade para ficar com Aragorn na Terra-média, então, para todos os efeitos, Arwen seria uma mortal também, não justificando seus filhos poderem escolher entre serem Elfos ou Homens se seus pais eram ambos mortais.
 

Dúnadan Thorongil

Mensageiro de Gondor
Eu li, acho que nos apêndices do Senhor dos Anéis, que com a união de Aragorn e Arwen a linhagem dos meio-elfos se uniria de novo. Talvez por causa disso também os filhos dos dois não podem escolher seu destino?
 
Sim, eu imaginei isso, uma vez que apesar de ter aberto a mão da imortalidade, a escolha da imortalidade ou não deveria ser, por direito, dos descendentes deles.
 

Passo'Gigante

Aran adan
Eu acho que não...que não podem escolher o seu destino...
Arwen redimiu-se à mortalidade e Aragorn já sabemos que o era... ou seja Arwen tornou-se mortal e isso implica a mortalidade na sua descendencia...apesar de terem uma vida muito prolongada...
Mas e pedissem com muito jeitinho pode ser que fossem para Valinor LOL (ou não) :P
 

Éomer

Usuário
Olha a questão certa nessa história de mestiços elfosXhumanos é analisar quem é o pai. Quando o pai é humano os filhos sempre serão humanos. E,se não me engano, só os descendentes de Eärendil é que têm o direito de fazer a escolha.
 

Ar-Nirthol

Usuário
Não poderia escolher que nem os descendentes de Elros, pois quem tinha o direito de escolher ser imortal (por exemplo Elros e Arwen) escolheu ser humano, fazendo que seus descendentes não tivessem o direito de escolhe mesmo tendo sangue elfico, como os reis numenorianos em diante.
Sobre pedir pra Valinor com jeitinho, creio que só se fosse um caso muito, muito especial como ocorreu com Tuor.
 

JPHanke

Usuário
Não poderia escolher que nem os descendentes de Elros, pois quem tinha o direito de escolher ser imortal (por exemplo Elros e Arwen) escolheu ser humano, fazendo que seus descendentes não tivessem o direito de escolhe mesmo tendo sangue elfico, como os reis numenorianos em diante.
É verdade. Elros tinha sangue élfico, mas por escolher ser mortal seus descendentes não tiveram direito a escolher a qual raça pertencer. Acho que vale a regra então de que os imortais podem abrir mão dela, mas os mortais não podem pedir por ela (isso na casa de Eärendil, que foi onde Eru concedeu o direito da escolha).
 
Olha a questão certa nessa história de mestiços elfosXhumanos é analisar quem é o pai. Quando o pai é humano os filhos sempre serão humanos. E,se não me engano, só os descendentes de Eärendil é que têm o direito de fazer a escolha.
Ué, mas se fosse só pela descendência do pai, os filhos deste primeiro casal de humano e elfa não teriam direito, pois a mãe é que era elfa.

Acho injusto que só os descendentes de quem escolheu ser elfo pudessem escolher ser humano ou elfo (como no caso de Arwen). e o contrário nunca (os humanos não poderem optar pela imortalidade).

Eu li, acho que nos apêndices do Senhor dos Anéis, que com a união de Aragorn e Arwen a linhagem dos meio-elfos se uniria de novo. Talvez por causa disso também os filhos dos dois não podem escolher seu destino?
Acho que isso é mais em relação à benção dos gondorianos.
Pois é dito que os gondorianos estavam decaindo por se misturarem com outros povos... Estavam com tempo menor de vida e etc...
Com a união deles, pelo menos na linhagem dos reis, essa benção voltou a Gondor.
 

JPHanke

Usuário
Ué, mas se fosse só pela descendência do pai, os filhos deste primeiro casal de humano e elfa não teriam direito, pois a mãe é que era elfa.
Este 'primeiro casal' ao qual você se referiu são os pais de Eärendil? Porque, se for, a regra não se aplica. Esse direito de escolha foi dado somente aos filhos de Eärendil, Elros e Elrond, não só por terem ascendentes elfos e homens, mas principalmente pelo papel fundamental de Eärendil na luta contra Morgoth.
 

Arien Sun

Usuário
Acho estranho os filhos de Elrond também terem o direito de escolha, uma vez que a escolha entre a mortalidade e a imortalidade já havia sido feita por ele, e consequentemente se aplicaria aos seus descendentes, assim como aconteceu com Elros. Não estou contestando a obra em si... mas também não consigo achar uma justificativa plausível para tal imposição... talvez nem haja uma...
 

Éomer

Usuário
Acho estranho os filhos de Elrond também terem o direito de escolha, uma vez que a escolha entre a mortalidade e a imortalidade já havia sido feita por ele, e consequentemente se aplicaria aos seus descendentes, assim como aconteceu com Elros. Não estou contestando a obra em si... mas também não consigo achar uma justificativa plausível para tal imposição... talvez nem haja uma...

É que o direito de escolha cabia a Elrond e todos os descendentes diretos, pois ele escolheu ser um elfo. Já o filho de Elros não pode escolher ser elfo pois seu pai já havia escolhido ser humano.
 
Última edição:

Sindar Princess

Que deselegante...
Não.
Simplesmente porque Arwen já tinha decidido anteriormente por sua mortalidade e posteriormente todos seus descendentes estariam atados a esse mesmo destino.
 

Arien Sun

Usuário
É que o direito de escolha cabia a Elrond e todos os descendentes diretos, pois ele escolheu ser um elfo. Já o filho de Elros não pode escolher ser elfo pois seu pai já havia escolhido ser humano.
Mas é justamente isso que eu acho "estranho" Éomer... por que "quem" escolhe a imortalidade, escolhe pertencer a raça dos elfos não impoem automaticamente sua escolha aos seus descendentes sendo que com quem escolhe a vida mortal é assim? Contudo, talvez haja uma justificativa e isso eu não sei...
 

Sindar Princess

Que deselegante...
Mas é justamente isso que eu acho "estranho" Éomer... por que "quem" escolhe a imortalidade, escolhe pertencer a raça dos elfos não impoem automaticamente sua escolha aos seus descendentes sendo que com quem escolhe a vida mortal é assim? Contudo, talvez haja uma justificativa e isso eu não sei...
Tassia, a dádiva, digamos assim, de poder escolher pela mortalidade ou imortalidade foi dada aos descendentes da casa de Ëarendil: Elrond escolheu pela imortalidade. Já seu irmão, Elros, escolheu pela mortalidade, o que fez com que seus descendentes tivessem o mesmo destino, sem opção de escolha. O mesmo aconteceu com Arwen: a imortalidade lhe foi passada, assim como para seus irmãos. Mas a partir do momento em que ela optou pela mortalidade, não poderia voltar atrás, e seus filhos teriam o mesmo destino. Fora da casa de Ëarendil, os meio-elfos teriam uma vida um pouco mais longa, porém morreriam um dia.
 
Última edição:

Arien Sun

Usuário
(...)Fora da casa de Ëarendil, os meio-elfos teriam uma vida um pouco mais longa, porém morreriam um dia.
Sim... agora etendi o por quê da coisa toda! :yep:
O negócio é a Casa de Ëarendil... eu realmente estava colocando a questão no campo geral...
 
Última edição:

Roger

HEXACAMPEÃO BRASILEIRO!!!!!!!
Qualquer elfo poderia desistir da imortalidade e se tornar humano, por um motivo muito forte. pois alem da casa de Earendil, Luthien se tornou humana.....
Quando da escolha entre qual raça seria, os filhos de Earendil optaram tambem pelos "poderes" da raça a qual preferiram, afinal, os humanos morriam, e os elfos, mais poderosos, eram imortais.
Mas volto a dizer, essa questão de elfos se tornarem humanos e geral, qualquer elfo que tivesse um motivo muito forte poderia se tornar mortal, como nos casos de arwen e luthien.
 

Ar-Nirthol

Usuário
É, e do mesmo jeito um humano poderia se tornar um elfo, por um motivo muito forte, como ocorreu com Tuor, mas isso seria algo tão especial que é como se Luthien e Tuor fosses exceções certo? Além disso, Arwen não pode optar por ser mortal por ser da casa de Earendil, diferente do motivo de Luthien?
 
Última edição:

Éomer

Usuário
É, e do mesmo jeito um humano poderia se tornar um elfo, por um motivo muito forte, como ocorreu com Tuor...

Na verdade não se tem certeza se Tuor foi incluído entre os eldar. No Slmarillion está escrito assim:

"Em dias mais recentes contou-se que apenas Tuor de todos os homens mortais, foi incluído entre os da raça élfica..." Isso não nos da certeza de que ele foi realmente incluído.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo