1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Orson Scott Card

Tópico em 'Autores Estrangeiros' iniciado por Gigio, 30 Out 2011.

  1. Gigio

    Gigio Usuário

    Os livros do Card já foram comentados em outros tópicos, mas acho que ele merece um espaço exclusivo...

    Já havia lido "O Jogo do Exterminador", e gostado bastante, e terminei ontem "Orador dos Mortos". Não havia dado muita fé ao que me haviam dito, mas é verdade: o segundo livro da série é muito melhor. Na verdade, como o próprio Card contou, é o ponto central da série. O anterior foi escrito como uma maneira de fundamentar melhor as circunstâncias em que o Ender se encontra, como um prólogo estendido (embora tenha ultrapassado em muito esse papel), enquanto a terceira parte veio para tentar fechar os pontos que permeneceram em aberto. (Na introdução da edição que estava lendo, o Card conta também que a sua agente vendeu os direitos de publicação do livro, por engano, como sendo uma trilogia e que, sendo assim, ele foi lá e, tudo bem, transformou em uma trilogia.)

    Em "O Jogo do Exterminador", grupos de crianças são selecionados para integrar a Escola de Guerra, onde devem ser treinadas em táticas de combate em gravidade zero. Elas são a grande esperança da Terra, que se encontra em conflito como uma civilização alienígena tecnologicamente mais avançada, chamada de "abelhudos" ("buggers"). Ender, o personagem principal, é um terceiro filho, em uma época em que existe controle de natalidade e apenas duas crianças por família são permitidas, e por isso é perseguido desde pequeno. Depois, quando se destaca na Escola, passa a ser maltratado também pelos outros alunos. O livro tem um nível assim meio juvenil, com essa história de "bullying", etc, (quando isso ainda não tinha virado assunto da mídia, é bom ressaltar), mas a história é bem empolgante.

    Não dá para fazer uma sinopse de "Orador dos Mortos" sem já cometer alguns spoilers, mas dá contar algumas coisas... Um dos pontos fortes do livro é que ele explora uma terceira espécie alienígena, que tem características bem diferentes e que são muito bem trabalhadas, ao longo da história. Uma boa parte do livro é dedicada a descrever os cuidados necessários no contato entre os humanos e os porquinhos, e nos inevitáveis equívocos que acontecem, na interpretação mútua das duas sociedades. Outro ponto positivo é que o desenvolvimento da história é mais maduro. Embora anda haja um certo tom de thriller, não há mais aquele "mocinhos conta bandidos" tão comum em histórias infanto-juvenis (mesmo assim não esperem que seja um Dostoievksi, né). Por fim, uma coisa que não se encontra em nenhum outro livro de nenhum outro autor americano de FC: parte do livro foi escrito em português. Como passou alguns anos como missionário no Brasil, o Card aprendeu algumas coisas e resolveu colocar a colônia humana do planeta em que vivem os porquinhos (o nome em português foi ele mesmo que escolheu) como sendo composta por descendentes de brasileiros. O mais divertido é que quase todas as vezes em que os personagens usam o português eles cometem erros gramaticais... Não sei se a Devir corrigiu esses erros, mas para quem puder ler em inglês, aproveitem, é impagável.

    Depois vieram outros livros na série do Ender, inclusive uma série paralela que se passa no mesmo período, mas contada por um personagem diferente. E o Card possui já escreveu também uma série de fantasia, chamada "The Tales of Alvin Maker", que também recebeu elogios, embora não conheça maiores detalhes dela.

    Para quem se interessar, a parte principal da série do Ender foi publicada no Brasil pela Devir.

    O Zzeugma já comentou em outro tópico que leu os dois primeiros volumes. Alguém mais conhece a série de Ender ou outro livro do Card?
     
  2. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    O Ender's Game é mega bem cotado nas listas de top-(insira-um-número) de Ficção Científica. Fiquei mais curioso ainda agora.

    Fui só eu que não gostei dessas capas da Devir (embora seja bem o estilo de capas de FC gringas)?
     
  3. Anica

    Anica Usuário

    Eu li O Jogo do Exterminador e não gostei, achei infantilóide. Não sei se por conta da tradução (que pode ter esse tom pq o protagonista é uma criança), mas não curti.
     
  4. Gigio

    Gigio Usuário

    Também achei toscas essas capas da Devir. O trabalho todo de edição do livro deixa a desejar. Até o título poderia ser outro. "Exterminador" é um termo gasto por conta do Terminator... O livro tinha bem mais potencial, quem sabe eles conseguem uma revisão quando sair o filme...
     
  5. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    Mas ó, uma coisa que não se pode negar, apesar de eu achar meio tosco, é que essas capas deixam aquele clima meio de pulp fiction meio de vintage, sei lá. Parece que você está adentrando numa daqueles FCs obscuras e underground. XD
     
  6. Anica

    Anica Usuário

    nuss, nada a ver com a estética dos pulp. é só feio mesmo.
     
  7. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    Acho que me confundi, com pulp quis dizer underground. Troquei as bolas. XD
     
  8. Rahmati

    Rahmati Grub grub grub uáááááá

    Dele eu li "O Segredo do Abismo", que é a adaptação do filme, e ao contrário dos livros nesse gênero, de adaptação, ficou muito melhor que o filme, ele teve a liberdade de se aprofundar na história e criar todo um background para a ação que aparece no filme. Bem legal!
     

Compartilhar