1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Polêmico Pré-Sal

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Wilzterman, 4 Set 2009.

  1. Wilzterman

    Wilzterman Banned

    Esse é um assunto que me deixa muitas indagações porque até hoje não consegui formar uma opinião definitiva.. então deixo aqui minhas perguntas.. as princiapais.. pra compartilhar com todos..
    Na boa.. saber que nosso país pode na teoria dobrar a capacidade de produzir petróleo um combustível fóssil que polui muito com todos prós e contras no final isso será realmente bom? Continuarmos dependentes disso é realmente bom?
    Corremos o sério risco de manter ou até aumentar um vicio altamente negativo que é o fato da grande maioria das nossas cargas serem transportadas por caminhões a diesel enquanto os paises desenvolvidos fazem por trens e hidrovias que tem custo bem menor??
    O dinheiro do petróleo vai mesmo fazer o Brasil ir pra frente ou com o nivel de corrupção que temos corremos o sério risco do abismo entre os mais ricos e mais pobres aumentar ainda mais?
     
    Última edição: 4 Set 2009
  2. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Boa pergunta. Todo mundo fica eufórico com essa história de pré-sal e nem parou pra pensar nos vícios culturais e na desgraça ambiental que isso representa. Investir bilhões na recuperação da Amazônia ninguém quer...
     
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Desde os tempos do "Projeto Transamazônica" há 3 décadas atrás que prometia no papel revolucionar completamente o pais prometendo bastante desenvolvimento, geração de riquezas e milhares empregos no Norte-Nordeste do Brasil nunca se viu tanta euforia como agora.

    Falam do pré-sal como se fosse extremamente fácil e barato espetar uma broca no mar em media 7 km solo adentro e "ouro negro" jorrará com a maior facilidade. Lembrando que mesmo dentro da área onde no papel existe petróleo haverão vários trechos que mesmo espetando a camada presalina não existem garantias de encontra-lo, ou seja vão gastar várias brocas que podem dar em nada.

    Se ainda tívessemos as garantias que a maior parte do dinheiro desse petróleo ajudasse a resolver todos os problemas de saúde, agricultura, educação e do desmatamento do nosso país... eu seria capaz de soltar rojões, mas no momento fala-se mais em apenas criar um substituto pra famigerada extinta CPMF. Não ficarei nem um pouco surpreso se o governo de forma oculta criar um novo imposto só pra bancar o custo das perfurações do pré-sal.

    Como disse no inicio tomara que isso não tenha o mesmo desfecho melancólico da Transamazônica que prometeu um verdadeiro Oásis, mas na prática só trouxe pra Amazônia desmatamento, poluição nos rios por garimpo clandestino, prostituição e vilarejos com pessoas vivendo na absoluta miséria e uma rodovia medonha que ficou dessa maneira.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 5 Set 2009
  4. Raphael S

    Raphael S Desperto

    O Brasil vai dançar bonito com essa história de petróleo.

    o ser humano é criativo, existem outras alternativas de combustível. Eu achei o biodiesel uma delas pelo apelo ambiental, menos poluente, mas ainda assim existem outras alternativas de cair o queixo, quando elas forem corretamente controladas o petróleo perderá todo este poder que tem hoje.

    Procurem no youtube sobre o motor magnético e o motor a hidrogênio. O Magnético é incrível, autosustentável, há um vídeo de uma moto desenvolvida com a tecnologia e eu acredito que será o sonho futuro dos consumidores. O Hidrogênio tem força superior à gasolina mas não sei se estou bem informado sobre a velocidade ser inferior. Em todo caso o maior perigo do hidrogênio é que a explosão também é muito superior em caso de um acidente. Mas vocês vão encontrar vídeos de loucos fazendo testes nos carros. O que sai do escapamento é vapor e o escapamento fica gotejando água. A força produzida com apenas um litro de água é impressionante. O lugar de menos poluente mesmo no entanto fica com o magnetismo.

    By Raphael Silvério
    The Kid Chameleon Pink
     
  5. Liero

    Liero Asperger

    Muito bem colocado, colega, essa é a aplicação prática do Método Socrático que todos deveriam fazer: perguntas. Hoje em dia todo mundo opina sobre assuntos que não domina, porque vivemos na era da Hiperdemocracia que acaba resultando em barbárie.

    Bem, e já que devemos para fazer perguntas para atingir um , permitam-me colocar as minhas também:

    - O fato do continente africano ser tão abundante em minérios preciosos, semi-preciosos e até radioativos trouxe algum benefício para sua população de modo geral?

    - Com a prevalência da corrupção e dos negócios excusos, quanto dessa riqueza chegará a ser aplicada em melhorias sociais para a população?

    - Numa época de debates tão acalorados sobre mudanças climáticas, fontes alternativas de energia e caos social, será que é uma boa notícia achar mais petróleo, quando muitos estão tentando exatamente se desvencilhar dele?

    - Já vimos como a cobiça pelo "ouro negro" fomenta guerras e conflitos onde quer que apareça. Que dizer do Brasil, será que o novo acordo militar com a França oculta algum propósito ainda não revelado?

    - Alguém já leu Asimov?
     
  6. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Enquanto o governo divulga na mídia que isso será uma bélissima fonte de empregos, ná pratica sabemos que não sera essa a realidade.

    Como sempre acontece os melhores empregos ficarão mais uma vez pros gringos.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Falta de profissionais pode ameaçar Pré-Sal


    A medida que o pré-sal for deslanchando, a demanda por gente no setor vai crescer

    A falta de engenheiros na construção civil e de mão-de-obra especializada para camada pré-sal podem se tornar ameaça ao crescimento econômico do país. De cada 800 matriculados no ensino fundamental, somente um opta por Engenharia e apenas 0,02 por cento dos estudantes fazem doutorado na área.

    Segundo especialistas, uma das razões para a falta de engenheiros que o País enfrenta hoje é a deficiência no ensino de matemática, química e física nas escolas. Além das obras do PAC, o crescimento de setores como os de construção civil, tecnologia e automotivo, impulsionam a procura por esses trabalhadores.

    O Plano Decenal de Energia, lançado em agosto, adverte que haverá aumento da procura por profissionais, de nível básico, técnico e superior. No último Programa de Avaliação Internacional de Estudantes, os brasileiros não conseguiram sequer resolver problemas simples de cálculo. Saiba mais!
     
  7. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Estava lendo o site "Jornalismo B" e achei interessante a crítica de como o jornalismo tem deixado a questão do petróleo do pré-sal de forma "não-transparente" para o público. =/

    Segundo o texto o que tem sido apresentado são dados técnicos de exploração e comercialização enquanto o panorama amplo tem sido jogado para as sombras.

    Antes que o público possa responder se o projeto do pré-sal pode ser ou não algo bom ele precisa antes saber se aquilo que o governo busca se harmoniza com as necessidades do país.

    Como nós sabemos, as maiores empresas do Brasil estão organizadas em torno de estratégias de longo prazo, que são implementações de desenvolvimento ao longo de vários anos.

    Esses planos plurianuais das maiores empresas (Petrobrás, Eletrobrás, CVRD, Telebrás), convergem em direção ao plano plurianual do governo. E o plano plurianual do governo converge em direção a planos plurianuais de outros países (A China, por exemplo) e tendem a ser organizados dentro de um panorama mais amplo, projeções que podem considerar até séculos ou milênios como é o caso das Nações Unidas.

    Poderia parecer coincidência, mas é muito significativo o fato de a Cvrd projetar um aumento de 50% na produção de aço do Brasil nos próximos anos, justamente quando um dos maiores projetos da Petrobrás (Pré-sal) começará a produzir. Os planos plurianuais estão convergindo e macacos me mordam se eles não estiveram escondendo algumas informações estratégicas ao longo de décadas para abrirem justamente agora.

    A máquina que começou a girar (investimentos levantados de 160 billhões de dólares), se corretamente aplicada teria o mesmo impacto do projeto que levou uma das naves americanas para lua nos anos 60. Descontado o tamanho da economia do mundo (menor na época), nós temos praticamente um projeto Apolo em terras tupiniquins (que nos anos 60 precisou de uns 60bi).

    Penso que a tecnologia gerada pode ser altamente benéfica (como foi o programa espacial americano) mas também há impactos que virão no futuro (como o que resultou no nosso espaço sideral cheio de destroços).

    A logística desenvolvida agora pode trazer avanços enormes no estudo do planeta, mas por outro lado devemos pensar em quem irá colocar as mãos nela. Será que os melhores sócios são os chineses? Transparência não parece ser o forte das estatais por lá...
     
    Última edição: 8 Set 2009
  8. Alcarcalimon

    Alcarcalimon Usuário


    Concordo. De que adianta investir tanto em algo que nem é garantido, enquanto a nossa maior riquesa (pelo menos eu considero), está sendo destruida. (sem drama, ela realmente tá sendo destruida, infelismente...:neutral:)
     
  9. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Eu ficaria infitinitamente feliz se tivessem descoberto um grande aquífero de água potável, já que muitos se esquecem que o bem mais precioso do mundo tá ficando cada vez mais escasso e a cada ano que passa pagamos cada vez mais pra termos o conforto de ter água potável chegando nos encanamentos de nossas casas.
     
  10. Indu

    Indu MANDALORIAN

    Muito bem colocado!
    Politica e petróleo não se misturam, não vejo com bons olhos esse invetimento. Pode ser que de inicio renda muitos empregos, como de fato é o esperando, mas as consequencias são maiores que podemos imaginar.
     
  11. Karnillë

    Karnillë Geologista

    Acontece que petróleo não é só para fazer gasolina e diesel.

    É claro que a maior parte da produção de petróleo está voltada para o óleo leve, (que é o melhor óleo para se produzir gasolina, uma vez que suas moléculas são menores do que as do óleo pesado) pois a produção de combustível é responsável pela maior parte da renda que o petróleo dá, e é o que torna economicamente viável perfurar mais de 2 mil metros de rocha para se conseguir o tal óleo.

    E eu francamente espero que os combustíveis verdes substituam os fósseis, porque o petróleo é fundamental para fabricar uma infinidade de derivados sem os quais a atual sociedade não poderia continuar, como os óleos lubrificantes, tecidos sintéticos, tintas, plásticos dos mais variados, cosméticos e outros produtos. O que torna praticamente irracional queimar um minério tão difícil de ser formado e extraído, transformar em fumaça e calor algo que levará outros tantos milhões de anos para se formar novamente.

    O meu ponto é o seguinte: explorar o petróleo é importante para que a sociedade continue a evoluir e porque seus derivados são fundamentais, o governo precisa aprender a lidar com algo que envolve tanto dinheiro quanto isto e também precisa investir mais seriamente nos combustíveis verdes, e não colocá-los em segundo plano, como se não passassem de coadjuvantes dos combustíveis fósseis.
    E, é claro, que toda a pressão que as empresas relacionadas com combustíveis fósseis exercem sobre o governo e sociedade, para que o atual modelo de consumo continue, também deverá ser superada por aqui.

    Só espero viver para ver isto.
     

Compartilhar