1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Pacto (Joe Hill)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Anica, 8 Nov 2010.

  1. Anica

    Anica Usuário

    Chegando pela Sextante agora no fim de outubro como O Pacto (título escolhido pelo público), Horns de Joe Hill não deixa de ser boa diversão. O problema principal é que a associação Joe Hill – filho – Stephen King – pai é quase inevitável, e aí do filho do “Mestre do Horror” você espera horror também, certo? Mas Horns não é exatamente uma história do horror, tende mais para o fantástico.

    O mote é excelente: sujeito acorda depois de uma bebedeira com um par de chifres na testa. Literalmente. Essa primeira parte do livro me conquistou completamente, porque enquanto o protagonista (Ignatius Perrish) começa a ter contato com as pessoas, a reação delas para os chifres é simplesmente genial: não chegam a notá-lo, e ainda por cima começam a confessar para ele seus maiores segredos.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    :sim:

    Isso está na capa do livro e quando li fiquei bem curiosa.
    Não comprei porque estava meio caro, eu achei, mas agora parece que está mais barato, por volta de R$ na Saraiva.

    Mas e o final da história, Anica, o que você achou?
    Bacana, mais ou menos ou porcaria?
     
  3. Anica

    Anica Usuário

    maizomeno. eu não sei, qdo partiu para o drama o hill foi me perdendo. a história *é* legal, mas eu queria que ele tivesse ficado só com o mote original, teria rendido uma história muito melhor. envolver a história do assassinato da namorada diminuiu um pouco o fator terror, digamos assim.

    mas uma coisa que esqueci de comentar, que gostei bastante: joe hill continua fazendo referências à cultura pop. principalmente música, é óbvio, mas morri de rir na hora que ele compara uma mulher ao snape, e chama de "professor snail", comentando que tinha decidido deixar ler os livros depois, com o filho. :rofl:
     
  4. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    hehehehe
    legal

    Eu gostei muito do outro livro dele " A Estrada da Noite", esse livro O Pacto está na minha lista de leitura, comprei no natal e ainda não li :timido:

    A Resenha ficou muito boa . Curti :joy:
    agora acordar com aqueles pares de chifre hummm XD
     
  5. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Estava a fim de ler algo mais diferente do que estava lendo, *peguei esse dos livros esquecidos da lista q estou com vontade em ler* :lendo2:
    Estou curtindo muito, a curiosidade aumenta de como ninguém se assusta com aqueles chifres o_O
    O que acontece!!!
    E esse cara me lembra Hellboy com os chifres lichados xD
    Eu estou acreditando que Joe Hill não leva a fama por ser filho de SK, o Joe tem talento :sim:
    A Estrada da Noite é boa, dá medo! E estou até agora gostando do O Pacto :traça:
     
  6. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Terminei de ler, gostei do final
    O Ig teve um final feliz até, consumido pelo fogo pelo que entendi foi ele mesmo que botou fogo em si, e pelo um delírio viu-se entrando na casa da mente em meio ao fogaréu e dentro das chamas esperava a sua amada pelo seu casamento, seria Merrin que ele viu de certo?

    Gostei ainda mais com a indireta que Terry e Glenna iam ficar juntos :amor:
    Depois que Glenna passou a se valorizar e deixar aquela submissão pelo Lee, tornou-se mais atraente e confiante, acho que foi isso q chamou atenção do Terry.

    Uma leitura gostosa para distrair :joy:
     

Compartilhar