1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Filho de Turin

Tópico em 'E Se...?' iniciado por Indily, 2 Mar 2009.

  1. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Vi inúmeros tópicos tanto no "E Se..." como em outras áreas falando sobre o que poderia acontecer se Turin não matasse Glaurung, se Nienor não se matasse, se o filho nascesse e tudo mais.
    Mas, levando a estória mais a sério, suponhamos que Turin morresse ao "duelar" com o dragão, e que sua irmã/esposa não se matasse.
    Na minha concepção existiriam duas situações, Glauring por maldade contar a Nienor que na verdade ela era irmã de seu amado e que o filho deles é "fruto de pecado" e creio eu, que ela se mataria enlouquecida da mesma forma... OU que o dragão por qualquer que seja o motivo ficasse quieto, não desfazendo o feitiço que a prendia....

    Nesse caso, como vcs acham que se seguiria a estória, no sentido do tipo de homem (supondo ser homem) esta criança seria. Como e onde seria criado? E se ao passar dos anos alguém matasse Glaurung finalmente, qual seria a reação de Nienor, ao, depois de anos, e com o filho já um homem, descobrir que ele é fruto de um amor proibido?

    Eu acho que ela definharia em tristeza até o fim dos dias, mas agora, com o filho ali, diante dela, não teria coragem de tirar a própria vida. No entanto, acredito que ele, o filho puxaria a veia inconsequente e impetuosa da família, agir antes e pensar depois, mas ao saber da verdade, começaria a rever toda sua linhagem e se tornaria um grandioso guerreiro, talvez com as mesmas pessoas que acolheram Turim e Níenor, ou talvez vagasse mais e fosse ao encontro de quem tentou proteger Turin quando mais novo.

    E o que vcs acham???
     
    Última edição: 2 Mar 2009
    • Ótimo Ótimo x 2
  2. Oromë

    Oromë Purge 'em all

    Então, eu já não sei se Nienor se mataria mesmo que Glaurung revelasse a ela que Túrin era seu irmão. No Silma, até onde me lembro, e foi algo que me chamou a atenção, não existe menção a ela se matar por saber que ela e seu irmão se amaram etc, mas sim por achar que Túrin estava morto.

    Mas deixemos isso de lado por enquanto, já que não estou com o livro aqui para argumentar com certeza...

    Bom, acredito que esse filho teria sim chances de ser feliz, a não ser que Glaurung tivesse os deixado escapar de propósito, para poder impôr ainda mais sofrimento à eles. Daí creio que o dragão daria um jeito de atormenta-los nas melhores oportunidades, e o filho poderia ser levado ao mesmo caminho de tragédias que o pai.

    Caso contrário, existia sim chances, como já disse. Nienor podia ver nele um modo de ter Túrin ao seu lado, e cria-lo com todo o amor que pudesse, e, se nada mais atrapalhasse, quem sabe o guri crescesse feliz.

    Mas, ela também podia ser atormentada pela lembrança dele, e, apesar de criar a criança com carinho, permancer imersa na tristeza, o que acabaria afetando o jovem, que iria querer saber o motivo da infelicidade de sua mãe, e, quando descobrisse, certamente iria querer correr atrás de vingança, o que levaria a mais tristezas, pela maldição de Morgoth ou não.

    Não creio que ela se importasse muito com a questão do filho de ambos ser "fruto do pecado" ou não, depois de cria-lo. O amor que ela sente por Túrin e pelo filho certamente deixaria questões como essa em um plano muito abaixo. Talvez ela ficasse triste por saber que permanecera na ignorancia por tanto tempo, ou com raiva de Glaurung, se viesse a descobrir que ele foi o responsável, mas não creio que ligasse muito para o fato em si, não após tanto tempo.

    Quanto à índole do garoto, creio que dependeria de como fosse criado mesmo, e de acordo com a vida que levasse. Se Nienor encontrasse Húrin, por exemplo, quem sabe o guri fose criado como um guerreiro por ele, e viesse a vingar sua família. Ou, caso isso não ocorresse, ele pudesse ser encontrado ou encontrar os antigos conhecidos de seu pai, como a Ly já falou, e quem sabe ao lado deles se tornar um guerreiro habilidoso, e tomar o caminho cheio de imprevistos em que isso resultaria, para a melhor ou para o pior.

    Uma outra coisa que me pergunto é o que faria aquele coxo, que era apaixonado por Nienor, e cujo nome não lembro :dente:. Me pergunto se ele tentaria se aproveitar da situação e da mãe da criança, oferecendo a ela consolo. Acredito que, se Nienel acabasse cedendo, ele atentaria contra a vida do bebê assim que nascesse, ou mesmo antes, com algum chá abortivo ou coisa do gênero. De qualquer modo, acredito que, se a mesma pegasse ele no pulo, o mataria, de que modo não sei, mas que mataria mataria. Já, se ele tivesse sucesso sem ser descoberto, acredito que ela aí sim definharia de tristeza, por ter sido negado até mesmo isso pra ela, e quem sabe ela acabasse mesmo se matanto.

    Se ela não cedesse, creio que o infeliz seria capaz de tentar força-la, mas sabe-se o que daria dessa história. Vendo pelo modo como as coisas se desenvolveriam num romance, creio que ou ela o mataria, e fugiria, ou o guri cresceria, sendo tratado como um lixo pelo padrasto, e acabaria por mata-lo futuramente, quem sabe tendo que fugir, muito possivelmente com a mãe junto, se tornando um exilado, e quem sabe percorrendo um caminho de tristezas também.

    Mas fico me perguntando se Húrin seria solto, com Morgoth sabendo que um descendente do mesmo ainda andava pelo mundo... assim que pensar mais nessa questão, desenvolvo ela melhor :D

    Bom, tem várias outras hipóteses...assim que pensar nelas ou ordena-las, volto para expôr as mesmas =]
     
    • Ótimo Ótimo x 2
  3. Roger

    Roger HEXACAMPEÃO BRASILEIRO!!!!!!!

    Olha.. Acredito que sabendo da existencia desse descentende de Hurin, Melkor nunca o deixaria sair da montanha.
    Quanto a criança crescer feliz sendo criada pela mãe, isso e praticamente impossivel dada a situação do local.
    A guerra avançava. Melkor estava vitorioso e apenas Gondolin e doriath ainda eram seguras, o resto estava sob o poder de morgoth, o que significa que um filho de Turin e neto de Hurin seria caçado por todas essas forças. ainda mais depois de Turin ter matado Glaurung e Hurin desafiado Melkor.
    Em suma, o guri morreria rapidinho.
     
  4. Dúnadan Thorongil

    Dúnadan Thorongil Mensageiro de Gondor

    Ou talvez Thingol, sabendo da existência desse filho, poderia ir buscá-lo. O Húrin levantou essa questão no tópico
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Assim como o elfo abrigou uma vez Túrin, ele poderia abrigar o filho deste também. Ainda mais, como o Roger disse, com todo mundo caçando esse filho, Doriath poderia ser um lugar protegido para ele por algum tempo...
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  5. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Obrigada pelas respostas meninos...

    Lobo, num sei não sobre viver feliz e coisa e tal. Se parar pra pensar, se ela teve coragem de se matar pelo fato de Turin estar morto, mesmo carregando em si uma criança dele; acho que ela num levaria as coisas de forma tão fáceis não. Na verdade acho que embora determinada, quando saiu atrás da mãe a procura do irmão, ela era de certa forma muito frágil. Não acredito que o criaria de forma fácil lembrando-se de Turin...
    Quanto ao cretino manco lá, também não acho que ele mataria o filho de Turin... pelo amor que parecia sentir por ela, acho que faria de tudo para que o menino fosse realmente tido como seu filho e assim conquistar mais ainda o amor de sua amada.

    E Dúnadan, concordo com vc. Acredito que se ele (filho) soubesse da verdade iria preferir crescer em Doriath e lá adquirir conhecimento e proteção; embora não ache que Niniel iria levá-lo até lá por vontade própria não...
     
  6. Oromë

    Oromë Purge 'em all

    Acredito que essa questão do Húrin é ainda mais complicada. Mais do que atormentar a família dele, Morgoth queria Turgon, e acredito que iria preferir libertar o velho por esse motivo. Entretanto, isso vendo por um lado mais racional...se pararmos pra pensar no pensamento distorcido pelo ódio de Morgoth, creio que ele faria aquilo que fosse atingir mais aquele que detivesse a maior parte de seu desgosto.

    Tem esse lado Ly...o problema é que não me lembro se ela sabia ou não que estava grávida :tsc:

    Mas ainda assim, é bem provável que, com a criança sendo o que restou de Túrin no mundo, ela tivesse um amor incomum pela mesma, tanto como seu filho quanto como ligação com seu amado.

    Pelo amor que ele sentia sim Ly, mas ele também odiava Túrin, e, levando-se em conta o que conhecemos dos padrões medievais de pensamento, junto com os próprios atos desagradáveis dele no livro, já são o suficiente para mostrar qual seria seu posicionamento com relação à criança. Não creio que ele agiria contra ela na cara dura, mas que faria isso na primeira oportunidade que tivesse sem se tornar suspeito, ah faria. Até porque isso entristeceria ainda mais Nienor, tornando-a mais frágil, e talvez mais suscetível ainda a ele.

    Concordo com Dúnadan também. Também existe a possibilidade de que, se Thingol fosse morto pelos anões, o jovem fosse atrás de vingança, e quem sabe seguisse pelo mesmo caminho de tristezas. De qualquer forma, acredito que se tornaria um guerreiro e tanto em Doriath. Quem sabe até mesmo viesse a empunhar Gurthang =]
     

Compartilhar