1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Nossa grande aventura!

Tópico em 'Play by Forum' iniciado por KADU, 5 Abr 2002.

Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    [ Aqui eu vou começar uma aventura e todos nós vamos continua-la. Funciona assim: cada um pode escrever no máx 10 linhas por mensagem(pra ficar rapido e divertido, e nao cansativo) e ninguém pode escrever 2 vezes consecutivas. Posts(ou comentários) que nao sejam para esse fim(continiar a aventura) DEVEM ser colocados entre [ ] pra nao virar bagunça. Nao existe restrição quanto ao que escrever mas soh pra dar um piso pra começar vamos tentar formar um grupo de 6 aventureiros , nao mais que isso(use o mundo e a ambientação de D&D). O que esta escrito é certo mas qualquer brecha que deixarem(cidades e pessoas sem nomes por exemplo) pode ser definido por outra pessoa. Siga sua imaginação e vamos ver aonde nossa aventura vai dar, hehe, esta preparado aventureiro?? ]

    [começando...]

    Chovia forte na cidade de Krustirdur como a muito nao acontecia. Nao era grande a cidade mas ficava na rota de comércio das grandes caravanas quem vinham do reino vizinho; por isso Krustirdur contava com várias tavernas e hospedarias além casas de entreterimento para os mais variados gostos. Em uma dessas casas entava Jonatan Furtos um sujeito esperto. Nao morava ali, estava de passagem rumo a grande(e distante) cidade de Maztir onde esperava encontrar um amigo antigo que lhe fez uma tentadora proposta, mas devido a forte chuva teve que parar nessa cidade, e foi bom pois cavalgava a muito tempo e precisava de descanso(seu cavalo também). Parou diante de uma animada casa e entrou...

    [continua...]
     
  2. Anglachel

    Anglachel Usuário

    Logo na entrada esbarrou sem querer em um volumoso anão, este anão, chamado Tom e de expressão feroz, é um mercenário que está a vários dias a procura de empregador e gasta suas derradeiras moedas de ouro se embriagando na taverna.
    Tom olha para cima encarando Jordan:
    - Não olha por onde anda não?!
     
  3. Orion

    Orion Jonas

    -Devido ao seu tamanho, fica difícil te ver... rs
    -Pois bem estou a procura de algum lugar para descansar, enfrentarei uma penosa viajem até Matzir e não em arriscarei a continua-la por hoje devido a chuva forte.
    -Com o que se ocupa?
     
  4. Anglachel

    Anglachel Usuário

    [Agora estou em dúvida se eu entendi direito, qualquer um pode definir as ações de qualquer personagem? Pensei que só o Kadu poderia jogar com o Jonatan.]
     
  5. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    [é mais um conto que uma campanha, entaum qualquer um pode escrever sobre qualquer personagem, Anglachel]

    -Meus assuntos naum lhe interessam - diz o anão, escondendo que na verdade ia para Matzir atrás de vingança.
    -Bem, meu caro, tbm vou para Matzir, então poderiamos ir junto e tornar essa viagem menos penosa.
     
  6. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    O anão passa alguns breves instantes observando Jonatan e diz:
    -Você não é nenhuma bela anã, o que seria uma companhia realmente agradável, e não me parece muito perigoso. Hmmm, está certo. Mais não trame nada contra mim, pois a força do meu machado é famosa em...
    Nesse instante a música parou e todos gritaram. Um guarda gritava "É ele! Peguem-no!", enquanto um rapaz que cantava e dançava com sua cítara no alto de uma mesa pulava, escapando por pouco da lâmina da espada! As pessoas riam e se divertiam enquanto o jovem fugia saltando pelas mesas. "O elfo cantor! Esse ladrão!"-gritavam os guardas.

    [Não, não pensei em um nome pro personagem, mas ele é um bardo meio-elfo. Podem batizá-lo com algum nome adequado.][/img]
     
  7. Orion

    Orion Jonas

    Yan, O elfo, ao se deparar com a descoberta de sua verdadeira identidade, comeca a correr como um louco, atrás dele, anões e guerreiros, este se encontra desesperado por que nao espera perder a cabeça.
    Este com sua velocidade grandioza, consegue despistar os perseguidores por um tempo ate que encontra 2 individuos que nao o perseguiram.
    -Me ajudem! Por favor, diz o elfo desesperado
     
  8. Glaurung

    Glaurung Usuário

    Antes que os três tivessem se dado conta do que havia acontecido, eles são capturados por uma rede que foi arremessada pelos guerreiros. Tom e Jonatan se debatiam e diziam não conhecer o elfo, mas os guerreiros não queriam nem saber. Foram então levados para a presença de Gorthaur, um nobre da cidade de grande influência e poder.
    Gorthaur : Então Yan? Você achou que conseguiria fugir daqui com meus pertences?
    Yan : Não, nobre Gorthaur, claro que não, eu estava a serviço destes dois companheiros que me contrataram. (em seu interior, Yan ria sarcasticamente)
     
  9. necropower

    necropower Usuário

    -Nao me arrisco por um elfo nem que me pagassem com um machado de mithril puro!- Diz Tom, tentando se afastar do elfo cantador.

    - Nao ajudo ninguem que eh acusado de ser um ladrao meu caro cantador,muito menos contrataria um.
     
  10. Glaurung

    Glaurung Usuário

    A guarda de Gorthaur logo se aproxima, os três estão completamente cercados.
    Gothaur : --Larguem essas armas seus tolos, vocês não tem amor a própria vida?
    Jonahtan : -- Eu não conheço esse elfo! Não vês que ele está querendo enganar a todos nós?
    Yan : -- Eu? Mentindo? Nobre Gorthaur, eu não possuo mais os seus pertences, eu vendi a esses dois. Pergunte a eles aonde está o seu tesouro. Eu não tenho mais nada a ver com isso.

    Jonahtan, notando que não adiantava ameaçar Yan abaixou sua arma.
     
  11. necropower

    necropower Usuário

    [acho que vc viu as outras 3 msgs q eu editei antes de fazer a versao final, eh que quando eu estava escrevendo , veio um e escreveu na minha frente, por isso tive q modificar a msg 3 vezes]

    - Revistem a mim e verao que nao tenho nada que pertencem a voces. -disse Jonatan ja irado.

    - E desde quando voces veem um anao pedindo ajuda a um elfo sujo? -Braveja o anao.

    - E mais, acabo de chegar, certamente a guarda que existe na entrada pode confirmar isso se eh que ela ainda presta atencao nos visitantes peculiares, afinal, nao eh todo dia que se ve alguem carregar uma arma como a minha. -Argumenta Jonatan ja arranhando o chao com sua espada bastarda serrilhada ,um pouco maior que ele proprio.
    [esses caras tem carismas abaixo de 10 !! :!: :!: ]
     
  12. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    [hahaha, ta ficando muito legal...sempre que virar a página eu faço um pequeno resumo, com nomes de persoagens e tudo mais pro pessoal nao ficar perdido]

    Eles estavam em um salao escuro e os guardas depois da tensao voltaram a posição de vigília mas embaiaram suas espadas. Dois deles foram à entrada da cidade verificar se os vigias confirmavam a versao de Jonathan. Mas Gorthaur perdeu a paciencia e pegou Yan pelo colarinho: -me devolve agora seu bastardo ou seu estomago vai cair nos seus pés!(falou isso ao apontar um afiado punhal). Yan sentido a morte nos olhos do homem decidiu entregar: - ta bom Gorthaur mas nao me machuque... Mas antes que pudesse indicar o local ao furioso nobre uma voz ecoou do ecuro: - Vcs nao tem noção do que é aquele anel nao é mesmo? O voz era sonora e pousada. Das sombras surgiu um indivíduo que parecia ser um elfo mas sua pele era escura com o ébano e seu cabelo brilhava a luz da lua...

    [alguém pensou em elfo negro? :twisted: ]
     
  13. necropower

    necropower Usuário

    -Comeco a compartilhar seu odio por elfos Tom. - disse Jonatan praticamente pego de surpresa.

    - Otimo, se com um elfo ja tinhamos problemas, com um ELFO negro entao estamos acabados-Lamentos de Tom, que ja se via pendurado por algo que nao havia feito. - Todos os elfos deveriam ser mortos!

    Nisso ouve-se passos metalicos adentrando na sala e uma OUTRA voz forte,diferente da do elfo negro, resoa.

    -Nao concordo nem um pouco com voce Anao, nas ultimas guerras e desavencas que os elfos tiveram, grande parte dos problemas foram iniciados pela sua raca ao entrar em terreno sagrado elfico,mesmo sendo sob montanhas, voces deveriam tomar cuidado aonde mineram.

    Todos na sala viraram-se para ver quem era esse homem que do nada aparecia. Ele trajava uma placa de peito negra, com uma cruz prateada invertida. Suas manoplas eram transparentes e seu capacete, que carregava no braco, nao possuia visor, era totalmente fechado. Como se ele nao precisasse olhar quando o usasse.Sua bainha era desprovida de arma. Estava simplismente vazia.Seus olhos estavam com um corte reto que passava a ambos numa unica reta. Suas orelhas eram pontudas em extremo.

    Yan se assusta dizendo:
    - O que sua raca faz aqui? nunca houve demonios ao redor para saciar sua fome por essas terras!

    O elfo negro que acabara de aparecer comenta:
    -Iceshield, Ha tempos nao nos vemos, se eh que posso dizer que algum dia voce me viu... hahahahhahaha

    -Esse era meu antigo nome Arthon, e nao me lembro de ter dado minha permissao para dize-lo novamente desde nosso ultimo encontro, ou sera que preciso arrancar sua OUTRA mao para lembrar disso? -Responde o elfo de armadura negra.

    Arton nao gostou do tom da voz de seu antigo conhecido, mas ja recolhia sua mao habil protegendo o que restava da mao que um dia havia sido arrancada por ele.

    -E quanto a voce bardo, pode nao haver demonios, mas elfos como vc deturpam toda nossa raca, eh triste ver que mesmo gente provida de tanta sorte no mundo tem que roubar por bel prazer. E agora o anel de Amoth foi mais uma vez solto no mundo. Voce tem ideia da grandiosidade do mal que isso vai causar?
     
  14. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    [necropower lembre-se do limite de 10 linhas]

    Yan: - Que anel Amoth o que! Isso aqui é um anel vagabundo vc acha que eu nao conheço uma peça valiosa?! Dizendo isso ele tirou do bolso um anel cor de prata , com duas presas esculpidas e colocou no dedo: - E além disso eu nao sou elfo eu sou MEIO-ELFO seu ignorante! Veja só nao acontece nad... antes de terminar a frase um grande medo se abateu sobre todos e todas as tochas do ambiente se apagaram...um medo crescente crescia em toda volta. Jonathan percebendo que o elfo negro esta surpreso e parado a luz da lua correu em sua direção e o empurou com toda força: - Corra Tom e vc seu elfo ladrao de uma figa tira esse anel e vamos que o tempo aqui ta fechando!... Aproveitando a confusao e a escuridao saíram pelo portao como 3 flechas pegando os primeiros cavalos que viram pela frente. Tom: - eu vou te pegar se elfo lazarento mas antes precisamos sair dessa cidade.
    E saíram os 3 debaixo de chuva forte o mais rápido que podiam...
     
  15. Orion

    Orion Jonas

    [Me desculpe Kadu, mas vou escrever um pouco mais de 10 ok?]

    Os 3 aventureiros partiram em retirada como loucos, e cavalgaram por dias e dias, o temporal estava castigante e eles estavam muito cansados.
    Estes já se econtravam ha aproximadamente 7 quilometros da cidade e estavam exautos, quase desistindo da continuacao da viajem.
    -Vamos parar! -comenta o elfo atrapalhado.
    -Nao podemos parar aqui no meio do nada elfo estúpido-Diz Tom.
    -Realmente Tom, você tem razao -diz Jonathan.
    Nisso os 3 chegam em um clarão num campo aberto, com gramíneas muito escassas e nada em volta, absolutamente nada, o ceu estava escuro como a noite e a chuva tinha parado.
    -Epa! diz o Yan O que é aquilo? Vejo uma árvore no meio do nada!! Ela é monstruosamente grande e esta sozinha no nada!! Como pode?-O elfo diz essas palavras observando bem concentrado em cima de seu cavalo.
    -Vamos ate lá para um descanso diz Tom.
    Os 3 chegam perto da arvore. Ao chegarem na mesma, o ceu, que ja estava escuro, se escurece mais, um grito corta o silencio, a escuridao era total, eles nao viam absolutamente nada. Os cavalos estavam com medo e conseguindo se livrar acabaram por jogar os 3 no chão e partiram em retirada. Nisso os 3 ficam sozinhos no nada...
    Quando menos se espera, do meio da copa da árvore surgem 2 olhos, vermelhos como o fogo, flamejando em sua copa os vijiando instintivamente e uivando, gritando na escuridao.
    -O que é aquilo? comenta Jonatham bem nervoso.
    -Alguém tem prata aí?? pergunta Tom ja prevendo o que ia acontecer


    [Desculpa por eu ter escrito demais]
     
  16. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    [Impressão minha ou estamos nos esquecendo dos guardas e do Gorthaur! O elfo negro chegou e eles ficaram olhando! E esse grupo já está com muito homem. Vou colocar uma mulher agora, talvez elfa. Aí vão ser um humano, um anão, um meio-elfo, uma elfa e um elfo negro como inimigo, não é isso? Ía ser legal se aparecesse um hobbit(ou halfling, como quizerem)]

    As flechas dos guardas voavam sem direção enquanto os três cavalgavam. Ouviu-se o grito de Gorthaur:"Guardas imbecis, peguem o elfo!". Depois de 2 horas de cavalgada, Tom resmunga: "-Argh, não agüento mais esse cavalo. Deviam saber que anões ODEIAM cavalgar!" Logo saíram da estrada e, escondidos, viram os guardas passar correndo. "-Elfo imundo, agora você me paga!", dizia o anão bradando seu machado, quando um grito de mulher se ouviu a uns 150 metros, na direção de um clarão! Os três correram pra lá e Tom pensava "te pego depois, elfo!". Lá chegando, viram numa clareira uma bela mulher ferida encurralada por 10 ladrões! Ela parecia ter acabado de lançar um encanto e estava exausta, seu fim era próximo! Não tinha mais flechas e usava sua adaga com suas últimas forças.
     
  17. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    [ sobre o elfo negro: ele estava lah sem que ninguém soubesse quando apareceu tudo aconteceu muito rápido e os guardas assim como Gorthaur foram pegos de surpressa e tb ficaram aterorizados com os momentos de terror que se passaram...depois disso vamos assumir que o elfo negro sumiu e Gorthaur e seus homens ficaram sem entender muita coisa...podem ateh ter pensado que foi uma jogada de Yan...
    Posto depois porque agora tenho que sair...]
     
  18. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    [ percebi que Maglor e black-orion postaram juntos vamos fazer o seguinte: os tres conseguiram fugir as pressas da criatura antes que ela os atacasse e seguiram cansados com medo e frio ateh se depararam com a situação proposta por Maglor, ok??
    Black-orin tem nada nao postar mais de vez em quanto desde que isso nao vire regra, eu alertei o necro pra todos nao esquerem]
     
  19. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    [Foi mal Black Orion! Vou sugerir o seguinte: eu guardo a minha parte da hitória e fica a sua. Alguém continua o que acontece na hora que as criaturas aparecem, já de sobre aviso que eu vou colocar o meu trecho da história depois. De acordo? E eu apago esse post aqui depois, pode deixar.]
     
  20. Orion

    Orion Jonas

    [Tudo resolvido galera, é poruqe ao meu ver, eles sairam da cidade e despistaram guardas e elfo negro]
     
Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Compartilhar