1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Nicolau Sevcenko

Tópico em 'Autores Nacionais' iniciado por Lucas_Deschain, 14 Jul 2010.

  1. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [size=medium][align=center]Nicolau Sevcenko (1952- hoje)[/align][/size]

    [align=center]
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    [/align]

    [align=justify]Nicolau Sevcenko nasceu em 1952 entre o mar e o Orquidário, na cidade de Santos, litoral paulista. Pequeno ainda, sua família se mudou para São Paulo. De coletor de metais usados para reciclagem, a office boy e escritor, fez um pouco de tudo pelos quatro cantos da cidade.
    Se formou e se tornou professor de história na Universidade de São Paulo. Trabalhou também na Pontifícia Universidade Católica, na Universidade Estadual de Campinas e, como professor-visitante, em universidades de Londres, no Reino Unido, Illinois e Georgetown, nos Estados Unidos, onde ainda atua na Universidade Harvard. Ligado às grandes questões do mundo contemporâneo, mantém uma colaboração ativa com jornais, revistas e publicações independentes.
    Entre seus livros mais importantes estão A revolta da vacina (1983, com reedição em 2010 pela Cosac Naify), Orfeu extático na metrópole: São Paulo nos frementes anos 20 (1992), A corrida para o séc. 21: no loop da montanha-russa (2001) e Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República (2003), além de ter organizado o volume História da vida privada no Brasil: da belle époque à era do rádio (1998), todos pela Companhia das Letras.
    Sempre teve um encanto especial por Alice no País das Maravilhas, obra que traduziu no começo dos anos 90 e foi relançada, pela Cosac Naify, em 2009. Para a nova edição, Nicolau escreveu um texto de posfácio e traduziu também os poemas que integram a narrativa, o que não havia feito da primeira vez.[/align]

    Fonte: http://editora.cosacnaify.com.br/Autor/1324/Nicolau-Sevcenko.aspx

    [align=justify]Gosto muito do que ele escreve, e li três livros de sua autoria: Orfeu Extático na Metrópole, O Renascimento e Literatura como Missão. Ele consegue aliar o jargão acadêmico-científico na dose certa para uma leitura agradável e bela, fora que demonstra um conhecimento absurdo sobre História e Literatura. Recomendo principalmente o Literatura como Missão.[/align]
     
  2. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Dele eu já li "O Renascimento" e é bom como introdução, embora um pouco conciso demais em se tratando de alguns países.
     

Compartilhar