1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Nasa encontra condições para a vida no passado de Marte

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Sinner, 18 Mar 2013.

  1. Sinner

    Sinner Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Pode ter existido vida microbiana no passado em Marte, segundo uma análise dos minerais contidos na primeira amostra de uma rocha coletada com instrumentos do Curiosity, anunciou nesta terça-feira (12) a Nasa (Agência Espacial Americana). O robô está em solo marciano desde agosto de 2012 e buscava evidências de ambientes habitáveis no planeta vermelho.


    "Uma pergunta fundamental desta missão é se Marte pode ter sido propício para a vida", disse Michael Meyer, cientista chefe do Programa de Exploração de Marte da Nasa. "Pelo que sabemos agora, a resposta é sim".


    Os cientistas identificaram enxofre, nitrogênio, hidrogênio, oxigênio, fósforo e carbono - alguns dos ingredientes químicos essenciais para a vida - no pó retirado pelo Curiosity mês passado. No início de fevereiro, o robô concluiu a primeira perfuração no planeta vermelho, para coletar amostras da rocha chamada "John Klein" no 182º dia de missão.


    Em dezembro. a agência havia divulgado que o Curiosity descobriu moléculas de água, enxofre e perclorato, um composto formado por cloro e oxigênio, na duna de areia Rocknest. O perclorato tem partículas de carbono, elemento orgânico fundamental para a formação da vida, mas na época ainda não era possível afirmar se o carbono era de origem marciana ou tratava-se de uma contaminação da Terra.


    Será realizada uma perfuração adicional para confirmar estes resultados.

    Condições para a vida


    As pistas que indicam que Marte já teve um meio habitável vieram da análise de dados dos instrumentos SAM (Análise de Amostras de Marte) e CheMin (Química e Mineralogia). Segundo elas, a área de Yellowknife Bay era o final de um antigo rio ou um lago intermitente que pode ter fornecido a energia química e outras condições favoráveis para o desenvolvimento de micróbios. A pedra é composta de um tipo de argilito refinado, com minerais de argila, minerais de sulfato e outras substâncias químicas. Este ambiente antigo e molhado, ao contrário de alguns outros em Marte, não é muito oxidado, ácido nem extremamente salgado.


    "A variedade de ingredientes químicos que identificamos na amostra é impressionante, e sugere pares tais como sulfatos e sulfetos que indicam uma possível fonte de energia química para micro-organismos", disse Paul Mahaffy, investigador principal do conjunto de instrumentos SAM.


    A amostra foi retirada de uma rocha onde encontra-se em uma rede antiga de canais de correnteza na borda da Cratera Gale. A base mostra evidências de múltiplos períodos de terra molhado, incluindo nódulos e veias.


    Na última quinta (7), artigo publicado na Science informou que foram encontradas marcas "recentes e profundas" de corredeiras debaixo do solo de um dos maiores vales de Marte. O sistema de canais tem mil quilômetros de comprimento e indica que a atividade hidrológica dataria de cerca de 500 milhões de anos atrás.


    "Os minerais da argila são, no mínimo, 20% da composição da amostra", disse David Blake, investigador principal do instrumento CheMin. Estes minerais são o produto da reação da água fresca com minerais de origem vulcânica, como a olivina, também presente no sedimento. A presença do sulfato de cálcio, juntamente com a argila, sugere que o solo é neutro ou ligeiramente alcalino.


    Os cientistas ficaram surpresos ao encontrar uma mistura de compostos químicos oxidados, menos oxidados, e não oxidados, proporcionando um gradiente de energia do tipo que muitos micróbios da Terra exploram para viver. Esta oxidação parcial foi sugerida porque os cascalhos eram cinza em vez de vermelho.


    "Nós encontramos uma área, que apesar de muito antiga, é 'cinza', onde as condições já foram favoráveis à vida ", disse John Grotzinger, cientista do Laboratório de Ciência de Marte. "O Curiosity está em uma missão de descoberta e exploração, e como uma equipe, sinto que há muitas descobertas mais excitantes pela frente nos próximos meses e anos."


    Os cientistas planejam trabalhar com o robô na Yellowknife Bay ainda por muitas semanas antes de começar mais uma longa viagem para o centro da Cratera Gale, o Monte Sharp. Ao investigar as camadas expostas no Monte Sharp, onde minerais de argila e de sulfato foram identificados, pode adicionar informações sobre a duração e a diversidade das condições habitáveis de Marte.

    ________________________________________________________________________


    E depois de ler isso tudo, a pergunta que fica é essa:

    Será mesmo possível nós habitarmos um outro planeta no futuro?
    Acredito que é bem provável(99,99%), mas a questão é: teríamos como chegar lá?Com a nossa tecnologia atual levaria milhares de anos para mandar uma nave da Terra para lá.
    Gliese 581 c é o primeiro planeta com características provavelmente terrenas descoberto e está "apenas" a 20,5 anos -luz da Terra.
    Um dia poderemos contornar isso e desenvolver tecnologia que permita tornar humanamente possível as viagens interestelares?
    A resposta seria sim, se sobrevivermos a nós mesmos.

    "
    Nós pensamos e evoluímos!”. É. Estamos evoluindo tanto que talvez acabaremos com nós mesmos."

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

    Arquivos Anexados:

    • Gostei! Gostei! x 3
  2. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Não estou desdenhando do seu post e nem do esforço dos cientistas, MÃS... tanto "pobrema" aqui na Terra e eles vão ver se Marte teve vida ou não! oO

    Aqui tem vida, e vida sofrendo uns maus bocados... acho que era mais importante direcionar recursos para que essa vida pudesse ter mais qualidade.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Sinner

    Sinner Usuário

    1% ou menos das pessoas que vivem aqui pensam como você, concordo contigo, mas creio eu que não resistiremos a nosso futuro e como essa frase diz: "Eu temo o dia em que a tecnologia vai ultrapassar a interatividade humana. O mundo terá uma geração de idiotas" (Albert Einstein)
    Acredito que estamos quase lá rs
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Pior que é verdade.

    Crianças com celular de última geração, mas sem contato com os pais. A internet atualmente mais separando do que unindo as pessoas.

    É osso... rsrsrsrsrs!
     
  5. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Essa pergunta não se encaixa, esses problemas não são problema da NASA. E as viagens nos trouxeram coisas que ajudam nossa vida, alguns aparelhos que usamos foram desenvolvidos com propósitos espaciais.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  6. Grimnir

    Grimnir Usuário

    É, eu também não concordo muito com esse tipo de argumento ("pq explorar o espaço se há tantos problemas na Terra?"). Se for assim, tem tantos outros "desperdícios" de dinheiro no mundo hoje em dia, como artes e filosofia, por exemplo (acho que nem precisa explicar que não acho artes e filosofia desperdícios de dinheiro... mas já acabei explicando). Ou então todos os desenvolvimentos da humanidade deveriam ser suspensos até o fim de todo o sofrimento na Terra. Sei lá, acho meio complicado pensar assim.
     
    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 2
  7. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Estudar se Marte teve vida no passado por mais banal que seja, em algum momento ajudará a entender aquelas velhas questões "De onde viemos?" "Quem somos?" "Pra onde iremos?" e por aí vai.

    E por mais que o mundo tenha prioridades mais urgentes (e nisso concordo e entendo perfeitamente o questionamento da Lindoriel) enquanto o ser humano for sempre curioso pra entender e buscar suas origens, nunca faltarão pessoas e entidades como a NASA dispostas a direcionar esforços nisso.
     
    Última edição: 18 Mar 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
  8. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    Na minha opinião cada um cuida do seu trabalho. Quem tem que cuidar da politica são os políticos, quem tem que cuidar da ciência são cientistas e assim por diante.
    Querendo ou não isso é parte do futuro da humanidade, por que vamos ser francos: A terra não vai acabar, mas se continuar do jeito que tá vai ficar um péssimo lugar para se viver.

    Por isso que eu acho que o futuro mais provável para terra se encontra em Blade Runner ou Wall-E. Para mim o futuro será uma dessas duas opções.
    E nas duas opções existem a habitação de humanos em outros planetas.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  9. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Marte sempre será um objeto vasto e importante de estudo porque é o planeta onde mais se encontram evidências concretas que um dia lá pode ter tido água em estado líquido e com isso a possibilidade de rios e lagos e até algo maior como mares e oceanos, condições para permitir a vida.

    Sem falar dos estudos que são dedicados para compreender porque o planeta foi perdendo seu campo magnético, algo que se acontecesse com a mesma intensidade aqui poderia modificar seriamente nossa atmosfera e a longo prazo fazer a Terra ficar numa situação igual ou até pior que lá.

    Nessas horas o que a NASA faz é um verdadeiro trabalho de arqueologia espacial, pois é o estudo de um passado muito distante que pode ajudar muito a entender o nosso futuro.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  10. Eu ainda acredito no futuro Star Trek, o melhor possível.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • LOL LOL x 1
  11. Sinner

    Sinner Usuário

    Existe também a possibilidade de nos morarmos em naves cilíndricas gigantescas, movidas por energia solar e dotadas de atmosfera, solo e gravidade próprias para a subsistência dos humanos. Como no anime "Gundam" :mrgreen:
     

Compartilhar