1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Morgoth o maior colaborador de Eru?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por grlopez, 1 Abr 2007.

  1. grlopez

    grlopez Usuário

    E aí pessoal, alguém já pensou nisto?


    Na leitura do Silmarilon o Eru deixa bem claro que tudo se origina dele e segue a vontade dele, portanto, como os Valar vem de Eru e da mente dele, provavelmente o próprio Eru tinha este lado sombrio e que visava dominação total, lado este, projetado no valar Melkor.
    Já pensaram que Morgoroth não era mal por que queria e sim porque deveria ser? Sob esta ótica ele é o maior colaborador dos desejos de Eru!

    Loucura, mas aí, quem sabe?
     
  2. Karnillë

    Karnillë Geologista

    Re: Morgoroth o maior colaborador de Eru?

    Sua teoria é interessante. Mas me soa absurdo pensar que Eru desejava que Melkor fosse o que fosse e criasse tal caos, deturpasse as obras dos outros Valar e gerasse tamanho sofrimento. Olhando sob sua ótica, seria natural que Melkor participasse de Arda e procurasse dominá-la e molda-la, poderia ele ser uma provação para os Valar, Elfos e Homens, previsto por Eru.
     
  3. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Re: Morgoroth o maior colaborador de Eru?

    Todos os Ainur estavam livres para compor, cada um à sua maneira, a Música Magnífica. Em momento algum Eru tentou corrigir o que era feito por Melkor e pelos outros Ainur que ajustaram as suas vozes a dissonância de Melkor. O que Ilúvatar fez foi tornar aquele embate musical em algo real e introduzir dentro da Música os seus Filhos. De certa forma, todos são colaboradores para realizar os desígnios de Eru. Seja Ainur ou orc.
     
  4. Luki_nha

    Luki_nha Usuário

    Re: Morgoroth o maior colaborador de Eru?

    O maior não acho que seja não.
    Porém foi com a discordância da sua música que muitas coisas também magníficas foram criadas. E como disse Elring "Todos os Ainur estavam livres para compor, cada um à sua maneira, a Música Magnífica".
     
  5. Peonia Cachopardo

    Peonia Cachopardo Supercalifragilisticament e

    Eu não sei bem em que tópico, mas já houve uma discussão um pouco parecida sobre o livre arbítrio.
    Eru nunca proibiu ninguém, muito menos os seus valar de fazer alguma coisa. Inclusive se tivesse proibido não precisava de mais ninguém para criar as maravilhosas coisas da TM, teria feito tudo sozinho e à sua maneira. Acredito que Eru gostava da idéia de ver até onde os valar poderiam criar, como suas mentes seriam criativas e ao mesmo tempo, em contradição à isso, tudo só acontecia porque ele permitia. Permitir é diferente de querer. Então, Eru permitiu a dissonância de Melker e não quis que ele fosse mau. Partindo desse princípio, Eru não foi seu maior colaborador, mas foi sim quem mais soube respeitar suas escolhas.
     
  6. Falca_Br

    Falca_Br Usuário

    A sua ideia é interressante. de fato, muitas das histórias de Arda foram enriquecids através de Melkor. Por maior que fosse a inteção de domínar Arda Melkor acabou incorporando coisas magnificas que jamais ocorrreriam sem ele. Houve amor que sobrepujou a discoirduia, fidelidade que superou a traição, enfim, ele realmete ajudou e muito, mesmo ele perdendo a identidade como um ser sub-criativo, Arda eriqueceu demais devido a seus atos.

    No entanto creio eu que não era dessa maneira que Eru pretendia enriquecer Arda. Pois com certeza, através do veneno de Melkor Arda se tornou desfigurada, e Eru se desagradou com diersos atos funestos de Melkor, como a criação da raça dos Orcs.

    Melkor aprendeu a duras penas que não da pra bater de frente com o Um, e que tudo que ele fez, colaboraou com a música. No meu ver, Manwe alem de compreender melhor a itenção de Eru para com os outros, era o que, através dos atos de justiça exercidos por ele, mais agradava eru...
     
  7. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    discutimos isso vastamente no primeiro dos salões de fogo(o único em que eu fui :( ) quem quiser pode procurar pelo tópico na seção Valinorices.
     
  8. Vainkan

    Vainkan Não sou um

    Bom, eu acho interessante esse ponto de vista, e parte de mim chega a concordar, afinal se Eru tudo sabe e tudo pode isso tudo era de seu conhecimento antes de acontecer, mas acho que Eru não se sentia bem vendo seus filhos sofrendo.

    Mesmo achando importante que elfos tenham morrido (se não fosse haver guerra nenhum morreria, e as mansões de mandos nem teriam sido criadas), e afinal, a maldade é sempre prevista, mas creio que tudo o que aconteceu em Arda não foi planejado por Eru, desde as Duas Arvores até a Guerra do Anel.

    A liberdade de escolha existia no canto, assim como, apesar de ter uma idéia de como queria que ficasse, Eru deixou que fizessem com Arda oq ue bem entendessem, tanto os Seus filhos quanto os Valar e Maiar e os filhos de Aulë.
     
  9. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Creio que sua idéia tenha como base a questão de Melkor, quando ao colocar seus intentos no Ainulindalë não tenha sido repreendido, mas ao invés disso Eru lhe disse que sua "rebeldia" fazia parte de seus planos.

    "Então, falou Ilúvatar e disse: - Poderosos são os Ainur, e o mais poderoso dentre eles é Melkor; mas, para que saiba, e saibam todos os Ainur, que eu sou Ilúvatar, essas melodias que vocês entoaram, irei mostrá-las para que vejam o que fizeram. E tu, Melkor, verás que nenhum tema pode ser tocado sem ter em mim sua fonte mais remota, nem ninguém pode alterar a música contra minha vontade."

    Neste trecho de O Silmarillion; (Ainulindalë, página 6) mostra-se que Melkor não seria um "coloborador", mas sim, assim como todos, era parte integrante dos desígnios de Eru. Acho muito interessante essa ruptura com a idéia de "bem" e "mal" presente nesta explanação.
    Sendo assim, antes de ser considerado "mau", ele deve ser entendido dentro da concepção de Eru, uma divindade Suprema, humanizada, cujos Ainur de sua mente provém.
    Neste ponto nos deparamos com infinitas possibilidades de atuação e ação dos Ainur, e seus reflexos em Arda.
    Voltando a idéia de Melkor ser mau, pois assim deveria ser de acordo com os desígnios de Eru, acho que seria uma idéia um tanto quanto extremista.
    Mas a ação de Melkor é aceita por Ilúvatar, e concebida em seus planos como parte integrante da criação.
     
    Última edição: 3 Abr 2007
  10. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

  11. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Ter surgido do pensamento de Eru é muito diferente de significar que Eru tinha um lado "sombrio", até porque sabidamente ele não tinha.
     
  12. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Como já disse, não me parece cabível essa questão de um lado "sombrio" em Eru, porém Eru é claramente uma divindade humanizada, mas em nenhum momento é dito que tinha intenções malígnas, ou algo do tipo, apenas que as ações de Melkor, assim como tudo que ocorrerá em Arda, não foge a seu plano.
     
  13. Laurelin

    Laurelin Voltei a ser um

    Quer dizer que qualquer um poderia ter se tornado malígno?

    Porque eu acho que qualquer um dos Ainur poderia ter as mesmas intenções de Melkor, e assim ter idéias e planos sombrios e malígnos. Mas consequentemente foi Melkor que quiz criar e dominar o que não era permitido.
     
  14. miharu

    miharu Wild~

    partindo desse pressuposto eu acredito que sim..
     
  15. Peonia Cachopardo

    Peonia Cachopardo Supercalifragilisticament e

    Estrela, qualquer um deles poderia se tornar "mal". Acredito que tenha acontecido com Melkor porque ele era o mais próximo de Eru. Aquele que conhecia mais dos seus planos. E por conhecer assim as vontades de Eru ele desejou ter mais poder. Mais poder do que lhe foi dado. Acima de malvado ele foi ganancioso, pelo menos no inicío quando começou a dissônancia na canção.
     
  16. Laurelin

    Laurelin Voltei a ser um

    Eu entendi o que tu quis dizer, Peonia.
    Justamente por que ele era o que tinha mais poder,entre os Ainur, também queria criar coisas que sua própria mente sabia. E claro que foi ganancioso, e cruel.
     
  17. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Como sendo o mais poderoso, era natural que desejasse maior participação, seu coração o impulsionaria para esse caminho. Quando se revelou "contra" os demais, muitos dos Ainur, que desejavam coisas semelhantes, resolveram abertamente unir-se a Melkor.
    A questão de "bem" e "mal" não me parece clara neste contexto, pois é notável que as intenções de Aulë, por exemplo, mesclam-se às de Melkor, tanto que culminam na criação dos Anões. Obviamente dentro de outro contexto, que no caso tornou-se aceito por Eru.
    Mas é de mesma forma notável o fato de dois servos de Aulë inclinarem-se para a vontade implantada, ou insuflada, por Melkor. Não somente Sauron, que desde cedo sentia atração pelas idéias de Melkor, mas posteriormente esse caráter de "criador", de dominar a matéria, mais uma vez guiou para "fora" do caminho natural mais um Ainu, Curumo.
     
  18. Peonia Cachopardo

    Peonia Cachopardo Supercalifragilisticament e

    Resumindo: foram levados pelo desejo cada vez maior e mais intenso pelo poder, a ponto de querer superar o poder que emana de Ilúvatar.
     
  19. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Exato. =]

    Obs: ressaltando a questão de serem esses Ainur ligados diretamente a arte da criação, como Aulë e seus servos.
     

Compartilhar