1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[L] [Litzhel] Morte Egoísta

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Litzhel, 23 Fev 2003.

  1. Litzhel

    Litzhel Delirium

    [Litzhel] Morte Egoísta

    Morte egoísta

    Unhas descascadas, mas cabelos lindos e ruivos como o bronze. Ana lembra dos resquícios de felicidade em sua vida, das poucas palavras de afeto de quem amava, dos poucos carinhos e confortos que recebeu. Vestida com um vestido azul ténue, Ana pálida como uma nuvem num paraíso, sente a fome estremecer seu corpo.
    Acende um cigarro, e degusta seu ultimo prazer.
    Hoje é dia de morte. Hoje é dia do fim da amargura presa no coração de uma menina.

    Ana apoia-se no chao do banheiro, levanta-se com um sorriso fraco de tranqüilidade. Seu vestido escorre por seus braços e pernas, lisos como seda. Ela deixa a água levar um mínimo sentimento de medo presente nela, e ainda com seu corpo úmido da água quente, Ana leva a lâmina a seu pulso. Sente aquela dor imensamente prazerosa invadir seu corpo. Pode sentir ajoelhar-se diante a parede.

    O sangue escorrendo.. a vida acabando.. Ana revive novamente seus poucos momentos de felicidade. Mas automaticamente revive suas tristes lágrimas deslizarem em seu rosto, naquele dia imundo, naqueles dias mórbidos de dor.

    Ana deita no chão molhado, move delicadamente o rosto em direção a sua morte, e sente o sangue escorrendo por seus pulsos.. ouve a lâmina cair no chão e fazer um ruído remoto.
    Sua visão nublada, pode ver sua mãe e sua irmã abrindo a boca e pronunciando palavras que ela não podia ouvir,mas que podia adivinhar serem de uma tristeza imensamente forte, mas ela já não sente dor, já não sente arrependimento.

    Ana ouve o distante som de água deslizando por seu corpo... Sente o distante abraço desesperado de sua mãe... Ve a distante imagem de sua dócil irmã chorar lágrimas dolorosamente incuráveis...
    Ana não se arrepende porque já não raciocína direito. Mas a dor que ela causou as pessoas que a amavam, não era menos forte do que a dor que ela sentia.

    Inocentemente egoísta, Ana fecha seus olhos. E pela primeira vez pode ver o que é realmente negro. Ana morre. O dia da dor chegou. Morte egoísta.
     
  2. Omykron

    Omykron far above

    axo q isso resume tudo que vc passou no texto
    mtu bom dona barbara
     
  3. Litzhel

    Litzhel Delirium

    Eu queria saber se o usod as palavras tb ficou bom, porque como disse uma vez, o conteudo pode ser legal, mas a forma que foi passado pra palavras talvez nao tao bom.
     
  4. Northern Lad

    Northern Lad Usuário

    Tipo, eu li, mas fiquei meio sem palavras... O texto me tocou bastante... Mas tudo tem seu lado bom e seu lado ruim... Sei lá, se ela continuasse vivendo, viveria em função das pessoas que a amavam. Viveria para deixar feliz seus parentes, que por suas vezes ficariam felizes por ela existir. Mas dentro dela mesma, não se sentiria bem. Seria estranho. O assunto é estranho, delicado... Eu fico em cima do muro... Mas o texto é mto bom, o uso das palavras ficou ótimo, ficou bem transparente o que vc queria passar.

    "Inocentente egoista", adorei isso.
     
  5. Litzhel

    Litzhel Delirium

    Laurelin Vox, realmente esse é um assunto delicado. Nunca poderemos realmente julgar isso, até porque não devemos. E também.. nunca saberemos que dor é maior, porque pra cada pessoa a dor é encarada de uma forma diferente.

    Mas, obrigada por ter gostado :roll:
     
  6. Alex deLarge

    Alex deLarge Usuário

    Ficou excelente. O melhor texto que já li nesse fórum, sério. Se esse foi seu temor, o jeito como vc passou o texto para as palavras, pode ficar tranquila, ficou bem passada a idéia de Morte egoísta. :D
     
  7. Fox

    Fox Visitante

    Gostei do modo vagaroso com que a história foi narrada.

    Isso me passou uma perspectiva aproximada da menina. =)
     
  8. nossa...tah mto ....! o título fikou PERFEITO!! mto bom...mto mesmo...!
     
  9. Thrain...

    Thrain... Usuário

    Fico mto bom litzhel, eu ja tinha lido ms isqueci di comentar(eu geralmente faço isso :oops: :mrgreen: )

    Gostei mto da descrição da Ana "Unhas descascadas, mas cabelos lindos e ruivos como ..."
     
  10. Hal

    Hal Usuário

    Muito bom. Mas gostaria de entender direito porque a morte dela foi egísta? pq ela não pensou nos outros q ficariam mal com a sua morte? :o?:
     
  11. Litzhel

    Litzhel Delirium

    Olha, acho que está bem explicado no trecho:
    "Ana não se arrepende porque já não raciocína direito. Mas a dor que ela causou as pessoas que a amavam, não era menos forte do que a dor que ela sentia."
     
  12. Omykron

    Omykron far above

    seria privar ela da dor, e da angustia.... ela ter sempre o amor q ela sempre quis......

    isso q ela deixou por entender
    certo barbara?
     
  13. Tik

    Tik Usuário

    mto interessante.... o suicídio sempre foi um tema bastante controverso, e gostei bastante de como vc espressou exatamente o q um suicida pode sentir ou pensar... (pelo menos chegou bastante próximo do q seria) mto bom o texto
     
  14. Litzhel

    Litzhel Delirium

    É, o que eu realmente tentei colocar aí, foi o que eu sinto, o que eu penso sobre o assunto.. mostrar antes de tudo a dor que ela sentia por estar fazendo aquilo, mas tambem expressar de que alguma forma a morte dela foi algo egoista, porque ela pensou mais na dor dela, do que na dor das pessoas que a amavam..

    É meio complexo expressar isso. :?
     
  15. Tik

    Tik Usuário

    Mas vc expressou d uma forma bastante clara.. fikoh mto bom
     
  16. V

    V Saloon Keeper

    Como eu já disse... gostei da narrativa. O único porém, pra mim, é que, por não saber nada sobre a protagonista, não fui levado a me importar com a morte dela. Mas como não é esse o objetivo do texto, que se concentra mais em retratar o momento, está muito bom. :lily:
     
  17. Sméagol

    Sméagol Usuário

    Gostei, muito bom. Ficquei pensando o que teria levado a protagonista a morte.

    Comentário inútil: dificilmente um pessoa morre cortanto os punhos...ela tem que ficar horas com os punhos abertos pra morrer. Normalmente quem quer se matar e usa uma navalha, corta ou o pescoço ou a virilha; esses que cortam os punhos só querem chamar a atenção. Mas esse comentário realmtente foi inútil, não importa no caso do seu texto...
     
  18. Clarice Starling

    Clarice Starling Usuário

    Eu gostei bastante.
    Quanto as palavras, foram bem colocadas...
    o texto ta bem escrito.
    Vc retrata de forma convincente a morte. Esse assunto abstrato e obscuro, delicado e fatal. Esse assunto inevitavel.
    Realmente, esta muito bom.
    Parabens :wink:
     
  19. Omykron

    Omykron far above

    depende do corte
    tem um corte, que em 2 min vc desmaia
    em 4 minutos vc ja eh declarado morto..


    tudo eh uma questã de como vc eh fatiado...
     
  20. Sméagol

    Sméagol Usuário

    Tem que ser beeem profundo o corte mesmo...prq pegar alguma artéria...

    Mas como eu disse, se quiser suicidar-se com estilo, siga as dicas do Sméagol, corte sua garganta ou sua virilha, em 10 segundos você vai estar em um lugar melhor.... :lol:

    EDIT: Erros de português... :obiggraz:
     

Compartilhar