1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[HBO] Chernobyl

Tópico em 'TV' iniciado por Béla van Tesma, 8 Mai 2019.

  1. Béla van Tesma

    Béla van Tesma Paladino de Asmodeus

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Produção tem Jared Harris, Stellan Skarsgård e Emily Watson
    Julia Sabbaga, 12.03.2019, 08h40

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Chernobyl, mini-série da HBO sobre o desastre nuclear de 1986, ganhou o seu primeiro trailer, que pode ser conferido acima.

    A produção traz no elenco Jared Harris, Stellan Skarsgård e Emily Watson, e Johan Renck (Bloodline, The Last Panthers) na direção. A co-produção da HBO e Sky tem roteiro de Craig Mazin e contará a história dos que se sacrificaram para salvar a Europa de um desastre inimaginável.

    Jared Harris será Valery Legasov, um indivíduo apontado para determinar a causa do acidente logo após o desastre. Skarsgård atuará como Boris Shcherbina, membro de alto escalão do conselho de energia da União Soviética. Ele é apontado como chefe da comissão de Chernobil pouco depois do acidente, quando o governo ainda não sabia da explosão do reator. Watson será Ulana Khomyuk, uma física nuclear soviética empenhada em resolver o mistério de como o desastre aconteceu e como prevenir que aconteça novamente.

    A série terá cinco episódios e estreia em 6 de maio 10 de maio no Brasil.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    CHERNOBYL Official Trailer 2 (2019)



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Por Lucas Nascimento, 06/05/2019

    A HBO divulgou nesta segunda-feira (6) um vídeo com as primeiras impressões da crítica sobre Chernobyl, nova série dramática da emissora.
    O resultado parece ser extremamente positivo, com críticos a classificando como “assustadora e essencial”.
    Confira abaixo. [...]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Chernobyl (2019) | Critics Spot | HBO
     
    • Gostei! Gostei! x 4
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Essa eu estou de olho pra conferir.

    Há tempos essa tragédia que jamais deve ser esquecida em hipótese alguma e que poderia ter tido consequências ainda piores do que já teve, apesar de haver vários documentários estilo Discovery Channel e similares por aí no Youtube, merecia ter uma série a altura, não apenas pela importância do desastre e dos perigos que a energia nuclear representa, mas também por todo o contexto histórico de como era a antiga União Soviética na época e isso ajuda a entender como era o regime que viria a ruir bem mais rapidamente após esse desastre.
     
    Última edição: 9 Mai 2019
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Béla van Tesma

    Béla van Tesma Paladino de Asmodeus

    A energia nuclear já não representa o mesmo perigo, não, e a tendência natural da ciência é cada fez aperfeiçoar-se mais.
    Inclusive, é a única grande aposta para o problema energético no futuro, de acordo com muita gente e o próprio Steven Pinker, que traz ótimos argumentos no seu livro O novo Iluminismo. Painelzinho solar e ventilador gigante não darão conta. Há muito material interessante sobre o assunto na web, como
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e outros.
    Tem também este gráfico interessante:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Two things should be noted.
    1) The ore grade assumed for the nuclear mining was lowest commercial, but medium commercial for everything else.
    2) With sustainer+ reactors, the grey and black bars for nuclear effectively disappear.
    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Mas isso é assunto para outro tópico. :timido:

    Quero muito ver a série. Até estranhei não ter tópico.
    Mas daí lembrei que o fórum anda meio mortinho rs. :roll:
     
    Última edição: 8 Mai 2019
  4. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Até que tenhamos como lidar em reais 100% de segurança com os perigos da radiação (99,9%.. com dizima periódica pra mim ainda não é seguro) e fazer dos resíduos nucleares algo que possa ser totalmente reciclável sem causar absolutamente nenhum dano a natureza e sem precisar de nenhuma blindagem de chumbo ou coisa do tipo, pois afinal energia nuclear é sempre dita como "limpa" como dizem seus defensores... mas os mesmos sempre se esquecem dos resíduos que em algum momento sobrarão e o que fazer com eles.:eek:

    Sinto muito em discordar, mas...
    lixo nuclear por muito tempo é sim e será por um longo tempo um gigantesco perigo, senão a cidade de Pripyat construída em função da usina de Chernobyl não seria hoje uma cidade-fantasma numa zona de exclusão para habitação permanente e que tende a ficar assim até segunda ordem por sabe-se lá quantos séculos o_O e a região do desastre da usina mantida sob uma forte blindagem anti-radiação,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , pois se for retirada volta novamente a ser o mesmo perigo de pouco mais de 30 anos atrás :tsc:.

    Eu como engenheiro elétrico que já tive o prazer de visitar diversas usinas de diferentes tipos, não defendo a nuclearização pelos motivos já expostos acima, fora o enorme desperdício de dinheiro e a baixa razão custo-benefício que foi o projeto Angra, em especial Angra 3 aqui no Brasil :o?:. Sim podemos debater tranquilamente em outro tópico
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .
     
    Última edição: 8 Mai 2019
    • Gostei! Gostei! x 2
  5. Spartaco

    Spartaco Entre a genialidade e a loucura

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Para quem quiser conhecer mais objetivamente a história desse desastre nuclear, recomendo a leitura do livro Vozes de Tchernóbil de Svetlana Aleksiévitch. É por meio de múltiplas vozes - de viúvas, trabalhadores afetados, cientistas ainda debilitados pela experiência, soldados, gente do povo - que a vencedora do Prêmio Nobel de Literatura Svetlana Aleksiévitch constrói esse livro, a um só tempo, relato e testemunho de uma tragédia.
     
    • Gostei! Gostei! x 7
  6. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    A parte das centenas soldados que literalmente entregaram suas vidas pra conter o desastre e o posterior sofrimento das famílias em paralelo com a omissão/incompetência do governo soviético em tentar abafar ao máximo tudo o que estava ocorrendo é algo que é essencial de ser contado em qualquer livro, filme ou série que se destine a falar seriamente sobre esse desastre.
     
  7. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    lendo o vozes eu me dei conta de como não tinha a menor noção do que foi a tragédia de fato. tem um ponto que sempre pega bem forte para mim que é o que significou essa transição do fim da união soviética para os bielorrussos. parte dos benefícios que eles recebiam do governo (pois governo fez cagada e tinha mais do que cuidar das vidas que destruiu merrrrmo) acabaram sendo cortados quando deixou de existir a urss. aquelas filhadaputices dos poderosos: "hey, isso aí é treta da urss, não da rússia". e um monte de gente que ficou doente por causa da radiação ficou completamente desamparada.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  8. Béla van Tesma

    Béla van Tesma Paladino de Asmodeus

    Primeiro episódio saiu ontem. Coisa boa demais da conta.
     
  9. Focr_BR

    Focr_BR Usuário Usuário Premium

    Última edição: 20 Mai 2019
  10. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    diz que nos primeiros dias falaram que era só incêndio para quem era da região. e para países fora da cortina de ferro parece que foram vários dias até alguém dar o alerta de que tinha dado merda (a suécia que detectou níveis muito altos de radiação e juntou a+b. tem uns tempos atrás rolou uma notícia que um país da europa tinha detectado níveis altos de radiação de novo e eu só conseguia pensar em tchernóbil - deu treta de novo? estão acobertando mais uma vez?)

    o mais desesperador dessa tentativa de acobertar é que muitas vidas poderiam ter sido salvas. por exemplo, o fato de que havia iodo suficiente para que todos tomassem, mas autoridades acabaram optando por não utilizá-lo para não causar pânico. porque dar o iodo para a comunidade seria assumir as proporções da tragédia, no fim das contas.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  11. Béla van Tesma

    Béla van Tesma Paladino de Asmodeus

    Sim, a tentativa de acobertar tudo por razões políticas foi o que tornou o desastre muito pior. Já no primeiro episódio isso fica bem evidente. Assistam. :grinlove: Não é série de terror mas deu a maior aflição.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Na realidade, por mais que o antigo governo soviético ocultasse muitas informações, o que jamais deveria ser motivo de surpresa pra ninguém, mesmo com tudo isso, o desastre poderia ter sido infinitamente pior por outro fato que nunca deve ser esquecido...

    Se o incêndio não tivesse sido totalmente contido, havia o real risco de uma nova explosão, mas que se acontecesse não seria uma outra explosão de vapor como a primeira que lançou material radioativo na atmosfera que viria a ser detectada em outros países e sim uma verdadeira explosão nuclear, como uma autêntica bomba e aí com um poder de destruição e devastação muito maior em relação aquelas que destruíram Hiroshima e Nagasaki no Japão com prejuízos seriamente incalculáveis. Muitos especialistas afirmavam que grande parte da Europa tinha chance real de ser completamente arrasada se acontecesse.

    Outro fato muito triste em relação as decisões do governo soviético, é que embora naquela época já havia uma certa tecnologia de robótica em desenvolvimento (obviamente nada comparável com que temos hoje), para assim evitar expor vidas humanas muito próximas da radiação elevadíssima, houve o problema que as várias tentativas de se usar equipamentos eletro-eletrônicos fracassavam assustadoramente, pois não bastasse eles serem muito lentos, pifavam rapidamente poucos minutos após exposição as mais elevadas taxas de radiação. O fato é que havia o risco seríssimo de uma enorme explosão nuclear e eles não podiam perder muito tempo e aí veio a triste decisão, sem dó e sem piedade de revezar vidas humanas no mais puro sacrifício, pois bem ou mal, mesmo expondo um soldado por poucos minutos, usando proteções contra radiação precárias, ele ainda seria capaz de fazer o que os robôs com a tecnologia daquela época não conseguiam no mesmo espaço de tempo.

    Enfim, existe muitas coisas sobre os bastidores de Chernobyl que seja do aspecto físico-científico, humano e político poderia render facilmente uma longa novela ou série de muitas temporadas, mas vale a pena sempre ver o que está disponível seja nessa série, livros, documentários da National Geographic entre outros, pois um vai complementando o outro.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Béla van Tesma

    Béla van Tesma Paladino de Asmodeus

    Que feeeeio. Ninguém está acompanhando?
    Ótima série, até agora.
     
  14. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    assisti ontem o primeiro episódio e gostei. tem toda pinta de ter se inspirado bastante no vozes da svetlana mesmo. acho que o que me incomodou foi inglês ser a língua da série. tava ok até a hora que entra o personagem com sotaque?
     
  15. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Infelizmente não sou como alguns que conseguem ler vários livros e/ou filmes e séries de TV paralelamente (vulgo "ao mesmo tempo") :)
    Assim que soube da existência dessa série, até passei ela duas posições a frente de outras na minha fila de espera, mas assim que chegar a vez dela, como sempre faço com centenas de tópicos espalhados por aí, eu demoro, mas sempre cumpro a palavra deixando minha impressão.
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  16. fcm

    fcm Usuário

    baixei o HBO GO pra minha smarttv LG e o negócio não funciona.. trava a cada 10 segundos.. não tenho a mesma motivação pra uma nova série igual tive com o GOT de levar o note pra sala e ligar no hdmi da TV. Então por enquanto nada feito!
     
  17. Béla van Tesma

    Béla van Tesma Paladino de Asmodeus

    Que pena. Tá perdendo coisa boa. :gotinha:
     
  18. Nírasolmo

    Nírasolmo Usuário

    Depois do fim da fanfic, acho que a única série que quero acompanhar é Big Little Lies ... Ah, e a terceira de Handmaid's Tale
     
  19. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Quero ver mas a fila ta grande

    Tenta transmitir do celular pra TV via Home (app do Google)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  20. Béla van Tesma

    Béla van Tesma Paladino de Asmodeus

    Eu baixo os episódios em torrent, e executo na TV com um pendrive.
    Mas ultimamente fiquei vendo no PC mesmo, por preguiça.
     

Compartilhar