1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Hackers desbloqueiam o Nintendo 3DS, que acaba de ser lançado no Japão

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por BeorZenni, 1 Mar 2011.

  1. BeorZenni

    BeorZenni Usuário

    Recentemente a Sony teve um prejuízo enorme na venda de jogos para Playstation3 com a exploração de hackers em falhas de segurança no seu console. Agora é a vez da Nintendo ter seus dias de pesadelo. Acreditem ou não a nova vítima é o novíssimo portátil Nintendo 3DS que acabou de sair do forno.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Embora a Nintendo tenha afirmado que o novo portátil seria o aparelho mais seguro contra a pirataria já produzido pela empresa, grupos de hackers aguardavam ansiosos o lançamento a fim de procurar falhas de segurança que possibilitem que o aparelho rode jogos pirateados.
    É impressionante a velocidade que os hackers trabalham, o novo portátil da Nintendo mal chegou as prateleiras no Japão e vemos relatos na internet que já encontraram falhas as tais falhas de segurança no aparelho.


    Vídeos no youtube mostram como foi feito o desbloqueio. O método usado para burlar o sistema usa a entrada flashcard (R4) compatíveis com a versão “Nintendo DS” fazendo com que o novo aparelho rode os jogos piratas projetados para a versão “DS”.
    Ainda não há relatos de que os jogos exclusivos para o 3DS tenham sido pirateados, mas com a velocidade que os cyberpiratas agem é apenas uma questão de tempo para começar aparecer os primeiros jogos piratas da nova geração do portátil.
    A empresa ainda não se manifestou oficialmente sobre o caso, porém, obviamente não deve ter gostado nada disso. Agora fica a dúvida, será que a Nintendo fará vista grossa sobre o assunto como uma estratégia para vender mais aparelhos, ou adotará alguma política para conter a pirataria? Vamos aguardar o desenrolar da história esperando um final feliz.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar