1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[FX] Fargo (3ª temporada)

Tópico em 'TV' iniciado por Bilbo Bolseiro, 23 Mar 2017.

  1. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Saiu hoje o primeiro trailer:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Tomara que mantenha o mesmo nível ótimo das temporadas anteriores!
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Na temporada passada eu cometi o erro de assistir assim que saía cada episódio, de semana em semana. Eu sei que não funciona assim comigo, não consigo manter uma memória afetiva com obras por um intervalo muito grande assim. Vou fazer com essa como sempre faço, esperar acabar, ou estar terminando, e fazer maratona :D
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Eu prefiro assistir sempre logo depois que o episódio saiu, até pra não correr o risco de levar spoilers, como aconteceu com uma série que estou assistindo atualmente e me tirou a graça da surpresa, hehe.
     
  4. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Legal o primeiro episódio, com um andamento lento mas normal já que é o começo da trama, quando os personagens mais marcantes já tiverem sido todos introduzidos ela deve pegar um ritmo melhor. E já teve uma morte cabulosa, digna de Game of Thrones, hehe.
     
  5. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Fargo não decepciona. O primeiro episódio talvez tenha sido um pouco abaixo dos inícios das temporadas passadas, mas ainda assim foi um bom episódio.
     
  6. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Ainda não apareceu o personagem equivalente ao Malvo e o Mike Milligan, pelo menos eu acho que não. Curioso pra ver como ele será, hehe.
     
  7. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    O equivalente dessa temporada é o V.M. Varga, mas ele tem um estilo totalmente diferente dos seus antecessores. O cara é extremamente ameaçador, mesmo com uma cara de pamonha. Claro, parte disso decorre dos dois capangas que estão sempre por perto, mas acima de tudo o cara é um gênio do crime e sabe conseguir aquilo que deseja.

    Até aqui (E06) a temporada vem muito bem. Bastante diferente das passadas, mas ao mesmo tempo farguesca como nunca.
    Especialmente sobre esse último episódio

    a morte do Ray foi completamente imbecil, e inesperada (ao menos da forma como foi). E nas circunstâncias típicas da série: o cara tinha um encontro marcado com a morte (o assassino chinês no hotel), parecia ter escapado temporariamente por um suposto golpe de sorte (esquecer a grana em casa), mas foi justamente esse fato que o levou para morrer pelas mãos do próprio irmão, numa disputa estúpida spbre quem era mais desapegado do selo que era o foco do conflito e da ambição de ambos.

    Enquanto isso, a Gloria vem fechando o cerco, e a Nikki provavelmente vai buscar vingança. Próximos episódios prometem.
     
  8. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Surpresa do episódio 7:

    Demorou, mas apareceu um personagem das temporadas passadas.

    Mr. Wrench dá as caras na cena final, sentado ao lado de Nikki Swango no ônibus. Acho que teremos um confronto entre ele e Yuri. Meu palpite é que o russo vai levar a pior.
    A propósito, a música que começa no momento em que Mr. Wrench aparece é a mesma que toca na primeira temporada quando ele e Mr. Numbers atacam o Malvo.

    E agora Mr. Wrench é o único personagem a aparecer em todas as três temporadas.

    Na primeira, ele e Mr. Numbers trabalham para o sindicato de Fargo, chefiados por Moses Tripoli/Hanzee:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Na segunda, ambos aparecem ainda crianças no último episódio, provavelmente sendo recrutados por Hanzee/Tripoli
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  9. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Perdão pela demora em responder. :oops:
    Então, eu até agora assisti só até o 4º episódio, e por esses infelizmente minha opinião é de que está inferior às temporadas anteriores. A estória não empolga, não tem aquele ritmo alucinante e malucaço de antes. o 3º episódio eu achei chatíssimo, custei pra aguentar até o final. :tsc:
     
  10. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    A temporada é mais lenta que as outras mesmo, mas nos últimos episódios deu uma acelerada, especialmente no E08. A propósito, sobre minha previsão do post anterior:

    De fato ocorreu um embate, e parece que o Yuri levou a pior, mas Mr. Wrench e Nikki também ficaram bastante feridos. Aí teve aquela cena um tanto enigmática com o Ray Wise reaparecendo (no papel de Paul Marrane), e te deixando com a pulga atrás da orelha sobre o significado daquilo tudo. No reddit a galera especula que ele (Paul) poderia ser o Judeu Errante. E quanto ao Yuri, ele morreu? Vai reaparecer na trama? Enfim, várias questões, mas uma coisa é praticamente certa: várias não serão respondidas, já que um dos charmes de Fargo é o de inserir esses elementos sobrenaturais e deixar que o espectador os interprete como bem entender. Lembram do disco voador na segunda temporada?

    Mas enfim, gostei bastante dos últimos episódios, e até aqui acho que esse oitavo foi o ápice da temporada.
     
  11. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    E09

    Outro episódio excelente. Nikki e Mr. Wrench trabalhando juntos e muito bem, conseguindo inclusive sacanear o Varga. A cara do Meemo (o japa) após ser enganado pela Nikki foi impagável.

    E a Gloria está saindo de seu "estado quântico": ela deixou de ser uma casada/não-casada e uma chefe/não-chefe, para ser apenas divorciada não-chefe. Agora a posição dela no espaço já pode ser determinada e os sensores de movimento conseguem detectá-la. Talvez isso seja o prenúncio de que ela conseguirá solucionar o caso no episódio final. Ou não =P

    A propósito, o nome do episódio é Aporia que
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . É praticamente o tema da Gloria. Por fim, vale notar que ela solucionou esse estado paradoxal após uma demonstração sincera de afeto pela Lopez. Talvez faltava amor na vida dela, e isso signifique que o amor seja aquilo que dê sentido à vida, nos ajudando a superar nossos conflitos internos.

    O que também pode nos levar à conversa entre a Nikki e o Varga: ela quer se vingar dele tomando algo que ele ama. Mas será que o Varga ama alguma coisa? Talvez o poder, e a si mesmo. O nome do último episódio é "Somebody to Love", então talvez isso signifique que seja realmente um alguém (ele mesmo), não algo. Mas isso é só um palpite, claro.

    Enfim, essa tem sido uma temporada bastante densa, cheia de metáforas e referências, e que vem sendo conduzida com maestria. Agora é esperar que a conclusão esteja à altura.
     
  12. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Triple cheeseburger for me!

    E acabou a temporada. Vou deixar todos os comentários em espoliador, pra não influenciar as expectativas de quem ainda porventura não viu:

    Pra mim, mais uma temporada fantástica. Numa pegada um tanto diferente das anteriores, é verdade, com menos violência e mais diálogos densos, mas ainda assim digna do que se espera de Fargo: uma série de eventos tragicômicos que começam devido a uma pequena ideia que dá errado.

    Achei muito legal como o personagem da Nikki cresceu nos últimos episódios. Uma pena que no final ela tenha morrido, ainda mais porque parece que ela falhou em cumprir a missão entregue pelo Paul Marrane: ele tinha dito para ela que ela se lembraria da mensagem quando chegasse a hora de entragá-la, mas na hora que ela começa a recitar a frase, ela se esquece. Isso provavelmente porque Emmit não era o verdadeiro alvo. O verdadeiro mal que Paul a encarregou de lutar contra era Varga. Mas ela desistiu de Varga após a fuga dele, e se focou apenas em vingança pela morte do Ray.

    Cinco anos depois o Mr. Wrench faz uma espécie de "justiça" tardia em nome dela, matando o Emmit.
    Aliás, será que se houver uma quarta temporada, o Wrench vai aparecer de novo?

    E aí ficamos com aquela cena final: Varga detido, sendo interrogado pela Gloria, reforçando a temática da temporada, uma temática que tem muito significado para esses tempos em que a verdade é cada vez mais uma narrativa, uma construção individual, uma "pós-verdade". Você fica totalmente livre para interpretar o final e decidir quem estava certo, Varga ou Gloria. Após algum tempo necessariamente algum deles se provaria certo, mas nós (provavelmente) nunca vamos saber. Assim como naquela cena no início do primeiro episódio, do interrogatório em Berlim, mas com a diferença que naquele caso a disputa entre verdades era sobre um fato já ocorrido (lembrando a frase do Varga de que o passado é imprevisível). De toda forma, o que fica é o contraste entre o construir uma história a partir dos fatos, ou construir fatos a partir de uma história - e esse último caso se repete ao longo de toda temporada, daquele início em Berlim, ao xerife, ao Varga, que é o grande mestre nessa "arte".

    Enfim, fiquei bastante satisfeito com a temporada e sua conclusão. Agora é torcer para que venha uma quarta, embora seja provável que tenhamos que esperar mais de um ano, já que o Howley declarou que ainda não tem nenhuma história em mente, e que só fará mais uma temporada se ele conseguir contar uma história que valha a pena e que ele julgue manter o nível da série.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  13. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Virei a madrugada ontem/hoje vendo essa temporada toda de uma vez e foi minha favorita da série por alguns motivos:
    Carrie Coon, Mary Elizabeth Winstead; a trama bem mais minimalista, mais centrada, sem ser tão expansiva mas mantendo uma rede emaranhada de acontecimentos e fatalidades inesperadas; O retorno de Mr. Wrench (e o tema dele, com aquela batera maravilhosa, que desde a primeira temporada me fez buscar saber quem estava a cargo da trilha, e ouvi-la de novo); o David Thewlis com um novo personagem quase como uma força da natureza a la Malvo; o terceiro episódio todo focado na personagem de Carrie Coon, e certamente inspirado em The Leftovers (A.K.A. A melhor série que existe) com seus varios episodios assim que parecem uns filmes em si mesmos, ainda mais pq a serie tbm tem a Coon; o típico humor Coeniano, como quando o cara atira uma flecha no capuz de lobo do capanga do varga, achando ser um lobo de verdade, eu gargalhei nessa (mas por mais que tenha tido humor aqui e ali, achei essa a mais sombria temporada, e até assustadora mesmo em vários momentos); o oitavo episódio, quase que em P&B em algumas partes; o final ambíguo. Enfim, adorei, e, de novo, me arrependi de ter visto a segunda temporada conforme os episódios saíam, acho que tive uma impressão geral dela meio média, pareceu mais meio monotona na memoria, coisa que eu acho nao aconteceria vendo tudo de uma vez.

    Ah, e me irritou demais o policial chefe lá da Carrie Coon, pareceu meio reciclagem desses personagens que insistem em não ver os problemas de filmes desastre...

    E
    eu sei que ela era meio bandida, mas nã curti o fim da personagem da Mary :cry:
     
    Última edição: 30 Jun 2017
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1

Compartilhar