• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Escola de Israel é repreendida por usar livro que traz ponto de vista palestino

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
O diretor de uma escola israelense foi convocado pelo ministério da Educação por ter usado em seu estabelecimento um livro que traz, além do ponto de vista do Estado de Israel, a visão palestina do conflito entre as duas partes, segundo o jornal "Haaretz".

O manual expõe os dois enfoques da fundação do Estado de Israel em 1948, segundo o diário.

Cada página é dividida em três partes: uma para a versão israelense dos acontecimentos, uma para a versão palestina, e uma terceira, em branco, para que o aluno escreva suas próprias conclusões.

"No segundo dia de aula do ano escolar, ele nos disse que não usaríamos esse livro porque não estava aprovado"
pelas autoridades, declarou um professor do colégio Shaar HaNegev, perto de Sderot, uma cidade israelense frequentemente alvejada pelos mísseis disparados pelo Hamas da faixa de Gaza.

O professor lamentou o que chamou de
"reflexo condicionado, quase pavloviano, diante de qualquer tentativa de levar em conta o lado palestino".

O ministério da Educação indicou em um comunicado que o livro didático havia sido "rejeitado" há cinco anos, sem explicar os motivos da atitude.

Fonte
 

Menegroth

Bocó-de-Mola
Bom, mas um mimimi de Israel. Cadê a novidade?

Os dois lados se apegam a qualquer coisa para continuar essa besteira que eles chamam de guerra.
 

Éomer

Usuário
Só falta fazerem queima dos livros em praça pública. Não existem limites para a estupidez humana.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$150,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo