1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)
  1. silver_eagle

    silver_eagle Usuário

    para onde os elfos vão depois que morrem?
     
  2. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Silver, antes de abrir um novo tópico, entre na opção "Procurar" que existe no topo da página.
    Assim você consegue saber se já existem tópicos iguais ao que você quer começar.


    Mas vamos lá.

    Quando morrem os elfos vão para Mandos que fica a Oeste de Valinor. É a casa do mortos. Eles ficam lá até se recuperar ou sentirem vontade de voltar.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  3. Parthadan

    Parthadan Pirata Autista Bebado e não um

    Menegroth disse tudo.

    mas como sabemos que os elfos só morrem de morte matada, quando os elfos se cansam da vida, navegam para Valinor, e lá permanecem, no Reino Abençoado, até o fim dos tempos.
     
  4. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Elfos nao morrem. Eis a verdade.

    Seus feas estao presos a Arda e sua existencia esta' ligada 'a existencia de Arda.

    Quando seus corpos morrem, seus feas partem para os Saloes de Mandos, em Aman (como bem ja' disse o Mene').
    Ali eles descansam e decidem se querem reencarnar ou nao. Entretanto a "esperiencia" da morte e' considerada muito traumatica, e poucos elfos se decidem por voltar, sendo que os unicos dos quais se tem noticia de ressurreicao sao Luthien e Glorfindel.

    Corrigindo Parthadan, os elfos nao morrem somente de "morte matada". Eles podem se cansar do mundo e simplesmente desistir de viver (foi o caso de Luthien). Apenas os que se cansam da TM e' que partem para Aman, no entanto nao morrem, continuam vivos.




    Mais uma vez, me desculpem pela falta de acentuacao. Eu nao sei usar esse teclado do Mac.
     
  5. Roger

    Roger HEXACAMPEÃO BRASILEIRO!!!!!!!

    E pra acrescentar o que o Snaga disse, eles tambem podem ser proibidos por Mandos de reencarnar, como foi o caso do Feanor, que so no final dos tempos poderia sair dos salões de Mandos!
     
  6. Aellue

    Aellue Usuário

    :grinlove:
    obrigada pelas respostas... eu também tinha duvidas sobre isso...^^

     
  7. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Entrando um pouco no tema, pode-se dizer que Eru criou vida em duas realidades independentes e existia vida em Arda e também fora dos círculos do mundo. Era como se fossem duas dimensões.

    Enquanto Eru habitava com outros Ainu fora do mundo, alguns Ainu e os filhos de Eru habitavam dentro do mundo.

    No caso do mundo de Arda, havia sub-realidades que eram conhecidas e chamadas de mundo dos vivos e mundo dos mortos.

    O mundo dos mortos era percebido como parte da realidade pelos Elfos e era quase ignorado pela maioria dos homens.

    Os elfos tinham muita intimidade com essa sub-realidade que era pouquíssimo estudada pelos homens. Eles não temiam fantasmas e seus sentidos os detectavam. Todavia o conhecimento deles sobre a sub-realidade das almas era ainda limitado e mesmo quando morreu Míriel eles não conseguiram curar sua alma. Ao que parece os conhecimentos dos Valar também eram limitados nesse campo ou então suas decisões foram suprimidas dada a natureza do destino de certos Elfos.
     
  8. maritsu

    maritsu the biggest Ent


    É provável que os elfos obtiveram uma maior consciencia dessa sub-realidade, pois a morte não constituia mistério a eles, uma vez que seu destino estava unido ao de Arda , eles sabiam que se sua vida chegasse a um fim, eles seriam enviados para o palácio de Mandos onde poderiam descansar ou retornar se assim desejassem. Acredito que essa segurança foi o que lhes permitiu buscar conhecimento desse mundo e até mesmo ter contato com os espiritos, pois a sombra do medo não estava em seus corações, e este aspecto da realidade era natural para eles.

    Em oposição os humanos nunca souberam ao certo o que lhes acontecia após o fim de suas vidas e nunca chegaram a entender a dádiva que receberam de Eru, pois Melkor permeou com medo os dons que estes receberam.
    Como parte da dádiva que Eru lhes concedeu os humanos seriam capazes de moldar seus destinos idependentes da musica dos Ainur, teriam uma vida curta e quando está terminasse eles deixariam Arda e partiriam para um lugar desconhecido, e foi nesse ponto que Melkor semeou o medo no coração dos homens.
    Devido ao medo do que acontecerá após a morte, eles não foram capazes de encarar com naturalidade o lado do sobrenatural, pois esse permeava o desconhecido e o incerto.
     

Compartilhar