1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"E Se... " Bilbo não tivesse traído Thorin?

Tópico em 'E Se...?' iniciado por Thingol, 8 Out 2010.

  1. Thingol

    Thingol Amor de Melian, odiado por um

    Uau!! Você nunca havia imaginado uma pergunta dessas a respeito de Bilbo Bolseiro, não é mesmo?

    Muito bem! Em "O Hobbit" um momento crucial é quando Bilbo deixa a Companhia, escondido, usando o Anel de Gollum, e entrega da Pedra Arken, o maior tesouro dos Anões, aos Comandantes dos exércitos dos Elfos da Floresta( que nenhum direito tinham sobre o tesouro dos Anões ) e dos Homens de Esgaroth( que tiveram sua cidade destruida pelo ataque de Smaug), que a usaram como moeda de troca, uma refém.

    Imagine " SE " não tivesse sido Bilbo que tivesse encontrado a Pedra Arken, " SE " tivesse sido Thorin ou um dos outros Anões, como você acha que teria terminado a estória?

    Vamos lá! Ponha o escritor dentro de você para trabalhar e imagine o que teria acontecido!
     
  2. Gimli Axefighter

    Gimli Axefighter The Goathead...

    Acho que a palavra "traído" é um pouco forte demais.
    Em primeiro lugar, Thorin assegurou a Bilbo que ele poderia escolher a sua parte no tesouro. Tá certo que Bilbo sabia que a pedra Arken era muito importante para Thorin, mas o mesmo não disse que ela seria exclusivamente dele. De certo modo Bilbo estava certo em sua atitude.

    Mas respondendo a pergunta como foi feita...
    ...Bilbo deu poder de negociação aos elfos e aos homens de Esgaroth, evitando assim uma guerra. Mas não faria muita diferença, já que Orcs e Wargs estavam vindo em sua direção. E o ódio contra os Orcs e Wargs superaria qualquer desavença.
     
  3. Thingol

    Thingol Amor de Melian, odiado por um

    A palavra "traição" é marcante nessa parte da estória, Mestre Anão. Digo isso pois Thorin diz que aquele é seu maior tesouro, herança de sua familia. Thorin chega a "viajar" em seu modo de falar da Pedra. E Bilbo, ao encontra-la, como um verdadeiro ladrão, pega-a e a esconde, tomado por uma ganância maior do que a de qualquer Anão!
    Quando tem a oportunidade de contar que a encontrou, quando percebe Thorin vasculhando o tesouro à procura da Pedra, se cala e se faz de desentendido.

    Traidor!

    A Pedra Arken mudou completamente a reação de Thorin, que cego de ódio, só dificultou ainda mais qualquer negociação. E com justiça, afinal, quem se controla depois de uma traição tão grande e de alguém que se passou a ter em alta estima, como foi o caso de Bilbo. Se Bilbo não se sentisse um traidor, teria enfrentado de frente a ira de Thorin e não se encolhido.

    O caso é que existe uma tendência a se perdoar os "heróis" das estórias, mas esse feito, se fosse de obra de um Gríma, um Gollum, todos cairiam de espada, machado e cajado pra cima.

    Acredito que, Thorin tendo encontrado a Pedra, tendo seu tesouro guardado, só poderia conversar e até mesmo negociar com Bard, e isso somente após a retirada do exercito elfico(coisa pouco provável de acontecer) e com Gandalf como embaixador, ou um mediador.
    Thorin não cederia à presença do Rei Élfico( como era o nome dele mesmo?:dente:), que só o tornaria mais irredutível por tê-lo aprisionado, o que, se dependesse da vontade do rei, o faria por muito tempo, em sua prepotencia e ganancia.
    Bard teria uma chance de negociação, pois era alguém que falava direta e justamente a respeito das coisas. Certamente, diria da recepção que a Cidade do Lago lhes deu e dos laços que haviam antes da chegada de Smaug.

    Quanto à chegada do exercito Orc, havia também a chegada do exercito dos Anões. E nessa batalha a coisa seria mais pesada, pois o Rei Elfico poderia se afastar do confronto, tendo em vista a anterior reação de Thorin.
    Seria uma batalha mais dura, mas o final, apesar de tantas mortes, seria a vitória dos Anões e do povo da Cidade e Valle.
     

Compartilhar