1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Diário de uma Paixão

Tópico em 'Cinema' iniciado por Meia Palavra, 23 Jan 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Nicholas Sparks é um escritor contemporâneo, tipicamente americano, carregado de valores trazidos pelos puritanos ainda na colonização dos EUA. A propaganda feita do escritor é aquela imagem que o americano tende sempre a valorizar, sólidos valores familiares, belos filhos e esposa muito amados pelo pai de família, e valores religiosos marcantes em sua personalidade. Porém, não podemos criticá-lo por isso, pode ser que não seja apenas marketing, já que o autor vive na sociedade que cultiva essa herança dos ingleses.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Liv

    Liv Visitante

    Adoro esse filme! Na minha opinião, muito melhor que o livro =} Impossível não chorar!
     
  3. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Eu também gosto do filme, mas também, eu gosto de tudo do gênero.

    E deixo o link de uma matéria do Gosling falando que o filme ao mesmo tempo que é romântico, também gera rompimentos pela alta expectativa que gera sobre os relacionamentos.
    http://www.digitalspy.co.uk/showbiz/news/a295777/gosling-the-notebook-causes-break-ups.html
     
  4. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Concordo contigo o filme é melhor.
    eu curti mais o filme, pq ele mostra mais os velhinhos no asilo com suas emoções e depois a grande revelação que ele era o seu amor :grinlove:
    o final do filme tb achei mais bonito, eles morrerem juntos abraçados ^^
    agora no livro termina insinuando que eles iriam fazer amor? achei sem sentido para aquela ocasião...
    E o livro fica muito na cena em que ela vai para casa dele...o filme já explora desde que conheceram e tudo mais, então achei que ficou mais dinâmico o enredo =)
     
  5. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Pô, isso é muito WTF. Dois velhinhos que tão no bico do corvo e iam dá umazinha pra morrer de ataque do coração? Weird.
     
  6. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Pois é, fiquei no vácuo com isso :gira:

    Trecho final do livro:
    E quando os lábios dela encontram os meus, sinto um formigueiro estranho como nunca antes senti, em todos os nossos anos juntos, mas não me afasto. E subitamente, um milagre, porque sinto a boca dela aberta e descubro um paraíso esquecido, imutável durante todo este tempo, sem idade como as estrelas. Sinto o calor do corpo dela, quando as nossas línguas se encontram, e permito deixar-me escorregar, como o fazia há tantos anos. Fecho os olhos e torno-me num poderoso navio em águas agitadas, forte e destemido, e ela é a minha vela. Suavemente desenho-lhe o contorno da face, depois pego a mão dela na minha. Beijo-lhe os lábios, as faces, e fico a ouvir enquanto ela murmura docemente, "Oh, Noah... Senti a tua falta." Outro milagre - o maior de todos! - e não há maneira de suster as lágrimas quando começamos a escorregar para o próprio céu. Porque, nesse momento, o mundo está cheio de maravilha enquanto sinto os dedos dela procurarem os botões da minha camisa e devagar, tão devagar, ela começa a desabotoá-los um a um.
     
  7. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Safadeeeenha :rofl:
     
  8. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    :wall::chibata:
     

Compartilhar