1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Darth Vader tinha problemas psicológicos, diz estudo

Tópico em 'Clube Star Wars' iniciado por Elendil, 10 Jun 2010.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Como fazer um estudo psicológico sobre um robô? Já fizeram um estudo desse tipo com Sméagol.
     
  2. Melian_ a maia

    Melian_ a maia Eu não sou um

    Isso vai gerar um motim kkkkkkkkkkkkkkkk
    Dath Vader com problemas psicologicos... Achei q iam dizer q ele era depressivo...
    aiai... Cada coisa, cientista analisando personagem de filme... Sauron q se prepare...
     
  3. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Eu acho que o obi wan abusava do pequeno anakyn.
    São 10 anos obscuros na vida do darth vader.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Raphael S

    Raphael S Desperto

    Seu sem coração... Para mim o pequeno R2 era um dos personagens mais inteligentes e espertos da saga, depois do Yoda.

    By Raphael Silvério
    Give a Heart to a Robot Today
     
  5. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    É, deveriam investigar os casos de pedofilia na Ordem Jedi. Esses celibatários... :blah:


    :mrgreen: !
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  6. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e


    R2D2 tem mais personalidade que muita gente de carne e osso. :yep:

    Só o fato da memória dele não ter sido apagada quando o Luke nasce já vale um estudo.
     
  7. Raphael S

    Raphael S Desperto

    Proponho um Star Wars na visão de R2D2.

    O que o pequenino deve ter pensado quando Yoda teve que tirar a X-Wing do Pântano?

    R2D2: O Velhinho orelhudo é bom mesmo mas duvido ele fazer o mesmo com meus antepassados que pesavam várias toneladas a mais.

    E quando ele teve que lidar com o elevador?

    R2D2: Certo certo, fiquem escondidos enquanto eu fico levando laser na testa e salvo os traseiros de todo mundo de novo.

    E quando ele lança um dardo autocolante na cabeça do C3PO que tinha perdido o corpo e sai arrastando ela?

    R2D2: Quando eu morrer eu vou pra Matrix ficar do lado da Lain depois dessa boa ação.

    E quando ele salva Luke jogando um sabre de luz pra ele?

    R2D2: Podem aproveitar, qualquer coisa eu ainda tenho mais bombas eletrônicas escondidas, junto de uma navalha Laser para a barba e um Kit de ping pong.

    Tah tah, são toscas, eu sei. Huahuahauhuahuahu.

    By Raphael Silvério
    Andróide Suíço
     
  8. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Kabral tem razão, se Dado Dolabella estivesse aqui ele diria: vocês traíram o movimento nerd, véio.

    Eu sei, mas ainda acho que deve ser difícil fazer um estudo psicológico em um robô.
     
  9. Calib

    Calib Visitante

    Mais do mesmo. Ou não.

    Darth Vader tem transtorno borderline, dizem especialistas
    Figuras de 'Star Wars' foram parar no divã e psiquiatras diagnosticaram distúrbios mentais na maioria dos personagens
    16 DEZ2015 19h32 atualizado às 19h35

    Fãs estão surtando com a estreia de Star Wars – O Despertar da Força e mais do que preparados para “reencontrar” personagens tão queridos como C-3PO. Mas até mesmo os mais ferrenhos amantes da saga se surpreenderão ao conhecer um outro lado dessas figuras: um grupo de psiquiatras afirma que quase todos exibem sintomas de alguma condição psicopatológica. As informações são do
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Foto: Facebook / Reprodução

    Susan Hatters-Friedman, psiquiatra da Universidade de Auckland, e Ryan Hall, da Universidade Central da Flórida, publicaram os resultados de seus estudos no jornal Academic Psychiatry. Eles analisaram os personagens e descobriram que os filmes podem ser bons exemplos a serem estudados em sala de aula.

    Darth Vader, por exemplo, com pensamentos baseados no “tudo ou nada” e sua forma de projetar ou atribuir os próprios sentimentos negativos para os outros, demonstra que ele pode ter transtorno de personalidade borderline, indicaram os psiquiatras. Seu passado como uma criança escrava também pode tê-lo deixado com estresse pós-traumático, já que sofre com episódios constantes de dissociação durante os filmes.

    Pode parecer estranho usar personagens para falar sobre distúrbios mentais, porém, os médicos afirmam que o intuito não é banalizar o assunto, mas aumentar o interesse dos alunos e fazer com que eles entendam e retenham mais informações sobre a quantidade de doenças que existem. “Há muito tempo se usa personagens da literatura para ajudar estudantes a entenderem os conceitos de doenças mentais”, afirmou Hatters-Friedman.

    Outro exemplo dado é C-3PO, que demonstra ter transtorno de personalidade obsessiva-compulsiva, pois “irrita outros personagens com sua rigidez” e “está tão preocupado com as regras e os protocolos que a disfunção aparece com frequência”, enquanto Chewbacca, que “age precipitadamente e usa a violência para resolver os problemas” pode sofrer de transtorno do controle dos impulsos, explicam os profissionais.

    A falta de empatia e remorso de Jabba, o Hutt, combinada com sua “crueldade e desprezo pela vida”, o define como um psicopata.

    Yoda, em contrapartida, é usado para ilustrar como diagnosticar uma doença: a pessoa está realmente doente ou apenas simulando uma situação para conseguir algum benefício? “Seu padrão de fala é um fingimento ou um problema neurológico?” indaga Hatters-Friedman. :rofl:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Foto: Facebook / Reprodução

    Já Padmé Amidala dá uma abertura para se discutir os distúrbios psiquiátricos perinatais. Com o decorrer da gravidez dos gêmeos, frutos de seu relacionamento com Anakin, ela “perde a vontade de viver”. “Esses sintomas ocorrem antes do parto e a levam para um desfecho dramático”, contam os especialistas.

    Consequentemente, os comportamentos da princesa Leia podem ser lidos como “transtorno de personalidade histriônica”, caracterizado pela excessiva busca por atenção, que assim como o transtorno borderline, é originado por problemas de abandono.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Carrie Fisher como princesa Leia
    Foto: Facebook / Divulgação

    Porém, no caso de Han Solo, apesar de seus problemas iniciais, como a incapacidade de pagar as dívidas ou ter causado confusão com um senhor do crime, ele não pode ser diagnosticado com transtorno de personalidade anti-social, como diriam muitos alunos. Os especialistas explicam que o crescimento do personagem mostra que ele “desafia essa caracterização”. “Ele é apenas um cara do lado errado da galáxia tentando sobreviver em circunstâncias difíceis ", escrevem.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Foto: Facebook / Reprodução

    “Um ponto forte deste personagem é que ele mostra que não se pode interpretar isoladamente alguns acontecimentos na história de uma pessoa”, aponta Hatters-Friedman. Ela explica que alguns fatos não podem cegar o avaliador a ponto dele não enxergar mais o potencial de crescimento que o paciente pode ter com o decorrer do tempo.
     
  10. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Eu me pergunto se é certo utilizar raças alienígenas dentro dessa análise, já que muitas características podem vir da genética ou cultura do planeta em que nasceram. Não vejo lógica em aplicar essas conclusões no Chewie, Yoda, Jabba ou nos andróides, poderiam ter se limitado aos humanos.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

Compartilhar