• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Como ressuscitar seu celular depois de deixá-lo cair na água

BeorZenni

Usuário
Passo 1. Retire-o da água imediatamente e, antes de qualquer coisa, resista à tentação de ligar o celular (isso pode causar um curto circuito);

Passo 2. Retire a bateria, abra todos os dispositivos, remova tampas, conectores e tudo que possa ser retirado ou aberto para secá-lo melhor. Se o dispositivo for do tipo GSM, remova o chip SIM também.

Caso o celular tenha caído em água salgada é importante lavá-lo em água doce (após extrair bateria e complementos) antes de continuar o processo;

Passo 3. Agora que você já retirou bateria e o cartão SIM, seque o aparelho e os seus acessórios imediatamente. Você pode usar uma toalha de papel ou de tecido macio. Se tiver à mão, utilize um compressor de ar ou aspirador de pó para tirar toda a umidade.

Importante: nunca usar secador de cabelo ou algum tipo de máquina que provoque aquecimento do aparelho, pois ele pode danificar os circuitos por completo;

Passo 4. Agora que já tirou toda a água possível, o ideal é que use um dessecante para tirar a umidade restante. A escolhe mais simples é arroz cru. Encha uma tigela até uma altura que seu aparelho não fique visível. Insira o aparelho e mude-o de posição até a hora de dormir. Deixe até o dia seguinte.

Se você estiver preocupado com o pó do arroz, outra alternativa é o gel de sílica. Se não o tiver em casa, use o que tiver em mãos para não perder o seu aparelho. Químicos para tirar umidade de armário também funcionam;

Passo 5. No dia seguinte, retire o aparelho da tigela e coloque sobre papel toalha ou algo que absorva água e você consiga visualizar umidade. Deixe-o lá de quatro a seis horas. Passado o período, se onde ele ficou apresentar sinais de água, repita novamente o processo a partir do passo 3;


Passo 6. Certo de que não haja mais nenhum resquício de água, chegou a hora de testar o telefone. Passadas 24 horas do período em que iniciou o processo, coloque a bateria, o cartão SIM e os outros itens e tente liga-lo.

Se o celular não ligar

Passo 7. Conecte-o no carregador. Se isso funcionar, você vai precisar de uma bateria nova, pois este é o item mais provável de dar defeitos devido ao curto-circuito realizado quando o aparelho caiu na água (pelo menos tente arrumar uma bateria para testar se é isso mesmo, antes de se convencer de que o aparelho está definitivamente morto).


Passo 8. Caso o passo acima não funcione, leve-o a um revendedor autorizado. Muitas vezes eles conseguem resolver o problema. Não omita que ele foi molhado, pois as chances de o problema se solucionado são maiores se eles souberem do ocorrido. Telefones mais modernos vêm com dispositivos que denunciam se o aparelho caiu ou não na água, então nem tente mentir.


Passo 9. Se não tiver jeito, infelizmente você precisará de outro aparelho. XD
 

annon

Usuário
minha mae lavou meu celular junto com a minha calça .... vo ver se isso dá certo.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Por incrivel que seja a água entrando em contato com circuitos e componentes é simplesmente implacável

Somente se ela fosse quimicamente pura como a destilada o risco cairia, mas ainda assim não eliminaria totalmente a possibilidade de danos.
 

Neoghoster Akira

Brandebuque
Usei um método parecido num pen-drive.

O meu pendrive foi para a máquina de lavar dentro do bolso da bermuda e passou pela lavagem com sabão, enxágüe e centrifugação. Só encontrei ele quando estava na pilha de roupa para passar, com água respingando de vários cantos. Como eu queria recuperar os dados balancei com força e dei várias batidas contra um travesseiro e deixei descansar por dias na frente do ventilador ou distante do ar condicionado num quarto mais seco por dentro e por fora. Foi o bastante para o PC reconhecer pela derradeira vez e eu passar o conteúdo para um HD externo (claro que corri o risco de ele pipocar num curto se a secagem não tivesse sido suficiente, mas as vezes o arquivo dentro do drive pode valer muito a pena e o dono dele pode estar desesperado para copiar XD, enfim só enfio o treco na entrada usb se o arquivo for mesmo importante). Não voltei a enfiar de novo no buraco mas imagino que as peças comecem a oxidar mais rápido depois do acidente hehe
 
Última edição:

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo