• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Notícias Com 3 brasileiros e time de Leonardo DiCaprio, Fórmula E estreia na China

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Com Bruno Senna, Nelsinho Piquet e Lucas di Grassi no grid, categoria é a primeira de carros 100% elétricos da FIA. Etapa no Rio de Janeiro chegou a ser cogitada

As questões ambientais já fazem parte da realidade da Fórmula 1, que começou a utilizar motores híbridos no início desta temporada. Mas a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu dar um passo adiante nas discussões sobre sustentabilidade nos esportes a motor ao chancelar a Fórmula E, primeira categoria com carros 100% elétricos. Com três pilotos brasileiros (Lucas di Grassi, Bruno Senna e Nelsinho Piquet) e até uma equipe fundada pelo astro de Hollywood Leonardo DiCaprio, a temporada inaugural da competição começa neste fim de semana em Pequim, na China.

leonardo-dicaprio-launches-race-car-team-with-venturi.jpgO astro Leonardo DiCaprio é co-fundador de uma das equipes que disputam a Fórmula E (Foto: Divulgação)

O objetivo da nova categoria é promover o desenvolvimento de carros elétricos e do automobilismo sustentável. Para isso, o campeonato contará com 10 corridas de rua nos centros urbanos de grandes cidades do mundo - duas delas na América do Sul (Punta del Este, no Uruguai, e Buenos Aires, na Argentina). O Rio de Janeiro, com um circuito no Aterro do Flamengo desenhado por Di Grassi, embaixador da competição, chegou a ser incluído no calendário provisório, mas ficou fora da versão definitiva por conta do prazo apertado e poderá receber uma etapa na próxima temporada.

A categoria será disputada por 10 equipes, com dois pilotos cada. Além de duas escuderias que disputaram a Fórmula 1 (a Virgin e a Super Aguri), um dos destaques do grid é o time co-fundado por Leonardo DiCaprio, conhecido também pelo ativismo ambiental. A Venturi Grand Prix tem sede em Mônaco e será representada pelo alemão Nick Heidfeld, que competiu na F-1 entre 2000 e 2011, e o francês Stéphane Sarrazin, que participou do GP do Brasil de 1999, pela extinta Minardi. O astro de "Titanic" investiu 50 milhões de euros (cerca de R$ 150 milhões) na empreitada. Há também uma equipe comandada pelo tetracampeão Alain Prost, a E.Dams, que contará com o filho do francês, Nicolas Prost, e o suíço Sébastien Buemi, piloto da F-1 de 2009 a 2011.

Piloto da indiana Mahindra, Bruno Senna é um dos representantes brasileiros na F-E (Foto: Divulgação)
Cada etapa da F-E terá dois treinos livres, com durações de 45 e 30 minutos. O treino classificatório que define o grid terá ao todo 40 minutos de pista, com os pilotos divididos em quatro grupos de cinco carros. Cada piloto terá apenas um carro à disposição nos 10 minutos de pista de seu grupo. Além de largar na pole position, o autor da melhor volta receberá três pontos na tabela do campeonato. Na etapa de Pequim, os dois treinos livres serão realizados na noite desta sexta-feira, às 21h e 23h30 (de Brasília). No sábado, o classificatório ocorre à 1h, e a corrida, com duração de 1 hora, está marcada para 5h.

------------------------------------------------------------------------
Bacana a FIA constituir uma categoria só pros carros elétricos e assim abrir uma nova vitrine para as empresas desenvolverem um veículo sustentável.
 

Deriel

Administrador
Não sei se é a melhor maneira de fazer isso - se a F1 já está estranha com os novos motores pouco barulhentos, imagina uma corrida onde não há barulho nenhum do motor.

Eu acho que um campeonato de trilha offroad seria mais interessante pro público
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Como entretenimento é claro que a questão de falta de barulho e a velocidade são dois detalhes a princípio desfavoráveis, mas acho válido que exista pelo menos uma competição pra submeter os carros a prova em diferentes condições de pisos.

Na minha visão o ideal seria realizar provas com pistas bem diferenciadas: um gp no asfalto num autódromo convencional, outro totalmente na terra fora dos grandes centros e por aí vai. Ser um campeonato misto de Rally e de circuito de rua/autódromo.
 

Deriel

Administrador
Algum atrativo tem que ter , se quiserem atrair público. Se não é nem rápido nem empolgante/barulhento, alguma outra coisa deveria ter.

Só pra ser vitrine de carro elétrico eu acho uma besteira.

Mas uma corrida de Stock com modelos estilo Tesla, eu já acho bem mais interessante.
 

Deriel

Administrador

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
F-E acerta realização de corrida em São Paulo a partir de 2018 em traçado no Sambódromo do Anhembi

A F-E está chegando ao Brasil, o GRANDE PRÊMIO pode confirmar. O diretor-executivo da F-E, Alejandro Agag, esteve no país em meados de fevereiro para tratar do assunto. Ele se reuniu com Lucas Di Grassi e a SPTuris para amarrar as pontas e fechar o acordo para o primeiro eP de São Paulo. O prefeito João Doria já deu o OK para a corrida, que terá o Sambódromo do Anhembi e a avenida Olavo Fontoura como locais da pista. Mas não a Marginal Tietê
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo