• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cinco álbuns favoritos com Giuseppe

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Dando sequência as listas, chegou a vez do Giseppe que de foco em seus 5 álbuns. Vários pra mim são bem icônicos e antológicos. Logo mais, comentarei mais.

-------------------------------

-------------------------------------------------------------------

Sem ordem específica, e tendo em mente que meu top 5 pode variar um pouco de tempo em tempo, eis minha lista:

-------------------------------------------------------------------

My Bloody Valentine - Loveless

Esse disco é muito estranho e maravilhoso! É o tipo de música que eu procurei durante muito tempo na minha vida e é muito especial para mim. Cada faixa do disco tem uma personalidade única, mas todas têm uma vibe lírica e sonhadora. Um álbum para se ouvir de novo e de novo pro resto da vida! Do Loveless vou escolher a música Sometimes, que pra mim é uma das mais belas do álbum e uma das minhas favoritas de todos os tempos.


-------------------------------------------------------------------

Jethro Tull - Aqualung

Esse álbum eu conheci durante a adolescência. Duas ou três músicas acabaram se tornando clássicas, mas o disco também tem preciosidades subestimadas e até esquecidas. Pra mim é sempre uma experiência única colocá-lo pra tocar do início ao fim, uma obra-prima mesmo! Do Aqualung vou escolher a belíssima Wond'ring Aloud numa versão estendida.


-------------------------------------------------------------------

Miles Davis - Kind of Blue

Um dos primeiros discos de jazz que eu ouvi e que é também um dos mais famosos, sendo pra mim e pra muita gente uma porta de entrada para o gênero. Com uma banda dos sonhos, Miles gravou esse disco lendário que nunca deixou de me fascinar. Minha favorita do disco é Blue in Green.


-------------------------------------------------------------------

Yes - The Yes Album

Os discos do Yes sempre são uma jornada, e esse não é exceção. Lançado num período de transição na história da banda, o Yes Album tem várias músicas que se tornaram clássicos no repertório do grupo e sempre me impressiono com a criatividade deles para criar momentos inesperados em cada canção. Minha favorita é Starship Trooper.


-------------------------------------------------------------------

Angra - Angels Cry

Uma das primeiras bandas que eu conheci e amei na vida e que vive no meu coração. É o primeiro disco deles e contava com o saudoso André Matos nos vocais. Esse álbum me traz sentimentos tão intensos quanto as músicas, então é difícil descrever, mas tem algo de único no fato desses caras, que até então eram apenas jovens rapazes, terem gravado logo no seu disco de estreia algumas das músicas que mais marcaram minha vida. Pra mim é de longe a melhor banda brasileira. Difícil escolher só uma canção favorita, mas hoje vou de Never Understand.

 

Erendis

Master Pretender
Usuário Premium
A prova escrita de que, mesmo dentro dos estilos que a gente curte, sempre pode ter coisas que não ouvimos. De todos os discos mencionados pelo Giuseppe, o único que eu cheguei a ouvir foi o do Angra. De resto, nenhum. Fiquei bem curiosa com os outros e como desde a semana passada estou numa vibe de querer ouvir discos inteiros, talvez eu pegue uma ou duas dicas daqui.
 

Focr_BR

Usuário
O unico que conheco é o Angels Cry também, vou tentar dar uma chance para as musicas citadas, e se animar ouço os albuns.

Alias, adoro Yes, mas nunca consegui dar uma chance para um album inteiro deles.

@Fúria da cidade o titulo do topico esta "cindo" e não "cinco". :mrgreen:
 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Eu já ouvi o álbum do Angra e o do Miles Davis (que eu também adoro) :grinlove: E do Jethro Tull conheço a música-título apenas rs. Pode ser que eu faça um esboço de maratona, como tentei com o Rush, mas abortei depois do quarto disco sem me prender (LOL)... De resto, queria dizer que descobriram de onde saiu o nick do @Loveless já que ele escutou essa banda aí um milhão de vezes no Last.fm (inclusive o primeiro avatar era dessa capa, né?). :hihihi:
 

Erendis

Master Pretender
Usuário Premium
Da fato, a música título do Jethro Tull eu também já conhecia, é um clássico das playlists de rock clássico. Também ouvi a música mencionada pelo Giuseppe e já gostei, vou dar uma escutada no disco todo, se não tiver nenhum solo de guitarra interminável, talvez eu goste.
 

Giuseppe

Eternamente humano
Se quiserem algo do Jethro Tull, recomendo os discos Aqualung e Stand Up . Esses não têm solos intermináveis nem nada assim, e agradam tanto os fãs quanto os ouvintes mais casuais. O disco Aqualung tem a faixa título e Locomotive Breath como as mais conhecidas, mas todas as faixas são excelentes.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
My Bloody Valentine é a única banda da lista que nunca escutei um álbum completo.

Yes e Jethro Tull são duas bandas de Rock clássico que num dado momento já cheguei a ouvir a exaustão nos anos 80. Bons tempos que eu ouvia ambas com grande execução em várias FM´s.

Miles Davis deve ter sido o terceiro ou quarto mega nome do Jazz que comecei a escutar na vida, mas se hoje eu fosse iniciante, eu gostaria que tivesse sido o primeiro de tão bom que ele foi.

Angra com André Matos é bom demais né? :mrgreen:
 

Loveless

J'ai une âme solitaire
Usuário Premium
Acho que não preciso discorrer sobre o primeiro item da lista, visto que eu amo tanto esse álbum que decidi colocar seu nome em meu nick. Sometimes é de longe a música que mais ouvi na vida. Segundo meu last.fm, ouvi Sometimes o dobro de vezes da segunda colocada, What You Want, que — não por acaso — também faz parte do Loveless, o melhor álbum da história.

Eu adoro o Kind of Blue. Para mim foi, como dito pelo Giu, uma bela porta de entrada para o gênero jazz instrumental (o vocal/swing eu já ouvia há bem mais tempo). Só acho o álbum muito curto, provavelmente um efeito psicológico causado pela pequena quantidade de faixas, que, embora longas, são poucas.

Yes e Jethro Tull são duas bandas que conheço muito pouco. Nada além de algumas músicas. Ouvirei o Aqualung e o The Yes Album, por serem álbuns favoritos do Giu, e cada vez que tenho oportunidade de me aventurar um pouquinho nos gostos do Giu eu fico mais feliz =]
 

Indu

Cynthiaaaaaa
Cara que lista gostosa de ouvir.
De todos, o que mais tenho intimidade é Angra, eu até tinha um CD de Angel's Cry perdido, ou emprestado por aí.
 

Bartleby

idler
Amo mbv e Miles Davis, vez ou outra escuto esses dois álbuns deles (escutar loveless alto na caixa de som é tão bom! a minha preferida é i only said — a melodia dessa musica ta sempre na minha cabeça).

Ainda não ouvi Yes ou Jethro Tull, mas tenho interesse.

Confesso que nunca tinha passado na minha cabeça ouvir Angra, mas agora quero dar uma chance.

Falar nisso, já ouviram esse cover no piano?
 
Última edição:

Melian

Período composto por insubordinação.
Gosto musical mó apreciável. Adorei a listinha. Depois, faço um comentário melhor. Por ora, só vim dizer que continuo shippando Loveless* e Giu. 🤗


*Eu sabia a origem do nick porque amo My Bloody Valentine.

Não briguem comigo! Eu sou uma velhinha fofa.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Quando vejo o maior desconhecimento das gerações mais novas por Yes/Jethro Tull, me vem a lembrança de como faz falta a antiga MTV Brasil que graças a Gastão Moreira e o "reverendo" Fábio Massari fez uma geração imensa apreciar o melhor do rock clássico.
 

Erendis

Master Pretender
Usuário Premium
Tá bom, tá bom. Vou ir ouvir esse disco do My Bloody Valentine agora por motivos de: não faço a mínima ideia do que esperar, mas todo mundo tá falando que é bom.

Edit.: como assim esse disco é de 1991??? Eu jurava que essa banda era dos anos 2000.
Edit².: ouvi metade do disco e cheguei a conclusão de que eu posso estar ouvindo de forma errada, pq na minha caixa de som as faixas ficam muito barulhentas, acho que é melhor ouvir no fone.
 
Última edição:

Erendis

Master Pretender
Usuário Premium
Edit².: ouvi metade do disco e cheguei a conclusão de que eu posso estar ouvindo de forma errada, pq na minha caixa de som as faixas ficam muito barulhentas, acho que é melhor ouvir no fone.
O @Béla van Tesma riu, mas agora de meio dia coloquei no fone e, de fato, a sonoridade muda muito. A voz é bem suave e na caixa de som só dá pra ouvir a bateria e as distorções de guitarra, provavelmente pq a qualidade da minha caixinha xing-ling não é lá essas coisas. Com o fone, parece que estou ouvindo outra música completamente diferente.
 

Bartleby

idler
O @Béla van Tesma riu, mas agora de meio dia coloquei no fone e, de fato, a sonoridade muda muito. A voz é bem suave e na caixa de som só dá pra ouvir a bateria e as distorções de guitarra, provavelmente pq a qualidade da minha caixinha xing-ling não é lá essas coisas. Com o fone, parece que estou ouvindo outra música completamente diferente.
eu ri pq foi a primeira mensagem que li e lembrei do @Bruce Torres* falando que achava o álbum só barulho. quase bati (virtualmente) nele kkk

*exponho mesmo =P
 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
É o famoso barato que sai caro. Não sei por que compram. :doh:
Eu achei engraçado que a Erendis estivesse desconfiando das caixinhas pela péssima qualidade da música (fica mais engraçado se ela tem consciência de que as caixas são ruins). :timido:
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo