• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

ChatGPT, Sparrow e similares (notícias e novidades em geral)

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ


Google prepara lançamento do Sparrow, o rival do ChatGPT, para 2023

Imagem: DeepMind/Divulgação

A DeepMind, empresa de inteligência artificial do Google, planeja lançar uma plataforma parecida com o ChatGPT em breve. A afirmação é de Demis Hassabis, CEO da companhia, em entrevista à revista norte-americana Time.
Segundo Hassabis, o novo chatbot se chamará Sparrow e já deve ganhar uma versão “beta privada” em 2023.

A DeepMind apresentou Sparrow no ano passado como uma prova de conceito para um trabalho de pesquisa. À época, classificou o recurso como um “agente de diálogo que é útil e reduz o risco de respostas inseguras e inadequadas”.
O CEO da DeepMind disse que a companhia atrasou o lançamento do recurso porque pretende garantir que ele tenha funcionalidades importantes que faltam ao ChatGPT. “É certo ser cauteloso nessa frente”, afirmou.

O chatbot ultra responsivo da OpenAI ganhou popularidade nas redes com sua impressionante capacidade de fazer praticamente qualquer coisa, desde criar livros e desenvolver o próprio código até opinar sobre si mesmo.

Ao mesmo tempo, porém, foi alvo de críticas por disseminar informações falsas e discriminatórias. O próprio criador do Gmail disse que o ChatGPT coloca em risco o mecanismo de busca do Google, uma vez que traz resultados mais precisos nas pesquisas dos usuários.

Regras de comportamento


Hassabis afirmou que Sparrow traz algumas restrições às perguntas dos usuários. Nos testes, o chatbot se recusou a responder perguntas em contextos inapropriados.

Além disso, o robô forneceu respostas plausíveis em 78% das vezes em que os humanos fizeram uma pergunta factual. Agora, a DeepMind diz que criar regras melhores para o recurso demanda muito trabalho e um grupo especializado.

“Exigirá informações de especialistas em muitos tópicos, incluindo formuladores de políticas, cientistas sociais e especialistas em ética, além de contribuições participativas de uma ampla gama de usuários e grupos afetados”, afirmou o CEO.

 
Essa corrida maluca de pesquisa e texto gerado por chat gpt e similares é ó, a pior idéia possível.
 
Testei algumas perguntas no ChatGPT. Quando são informações pontuais, às vezes, ele erra. Por exemplo, não sabe dizer quem é o autor de A lua vem da Ásia, e inclusive dá nomes errados. Por outro lado, consegue articular frases de forma muito fluida quando são perguntas mais abrangentes (por exemplo: A que responde o surrealismo?).

Uma coisa dessas serve não sei pra quem nem pra quê. Me preocupa a questão ideológica por trás, até que ponto a ferramenta vai avaliar as diferentes visões ou se alimentar de uma só? E a questão da autoria, como fica? A escola, que faz anos que está num lodo no Brasil, vai ter mais essa pra pensar - se bobear, até a educação universitária. Não é mole.
 
É de se esperar que a ferramenta vai dar respostas erradas, mas tem gente que nem está se atentando a isso e abraçou como se fosse o bote salva vidas pra quase tudo.
 
Elon Musk:

23:59: Precisamos interromper o desenvolvimento de inteligência artificial por uns seis meses pra discutir melhor essa parada.

00:00: Vou desenvolver a minha IA pra concorrer com as outras rsrs
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.404,79
Termina em:
Back
Topo