1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Cadastro nacional dos condenados por pedofilia?

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Faerie, 22 Jun 2011.

  1. Faerie

    Faerie Usuário

    Estava olhando no site da
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , e achei a seguinte matéria.

    Eu sou totalmente a favor. E qual a opinião de vocês?


    Se quiser acompanhar a tramitação do projeto,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Eu acho que existem crimes mais graves.
    Se todos forem ser etiquetados, aí eu pensaria ser a favor também.
     
  3. Hobbit Bonzinho

    Hobbit Bonzinho Usuário

    Isso praticamente garante que qualquer um que queira se regenerar jamais ganhe uma segunda chance. Isso garante que um pobre coitado vai ser perseguido pro resto da vida.
    E isso de uma nação cristã. Que coisa hein.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Péssimo Péssimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Pim

    Pim God, I love how sexy I am!

    Regenerar de pedofilia seria o mesmo que regenerar de homo ou transexualidade, ou de qualquer outra parafilia (que significa desejo, atração recorrente por algo, cujo sufixo 'filia' vem do grego "amor") não existe! É como pedir prum cara que adora morenas pra deixar de gostar ou se atrair por elas.

    Todas as parafilias (pedofilia, zoofilia, necrofilia, coprofilia, masoquismo, etc) são desejos recorrentes por alguma coisa e geralmente que acompanham a pessoa da infância até a morte. Não existe regeneração. Um pedófilo é sempre um pedófilo, a diferença entre os "regenerados" é que estes sentem atração por crianças, mas não partem pra ação de molestá-las. Eu NUNCA deixaria meu filho com um ex pedófilo, por exemplo, na escolinha... No máximo sob minha supervisão direta econstante e olhe lá.

    E sou à favor do fichamento sim, desde que criterioso. Existem critérios pra definir pedofilia e, aos que se enquadram nisso, sinto muito, carreguem o fardo do fichamento pra proteção das nossas crianças. Vocês não tem noção da devastação psíquica e emocional que uma molestação causa numa criança... Foi uma das coisas mais tristes que já presenciei.
     
    • Gostei! Gostei! x 6
    • Péssimo Péssimo x 1
  5. Deriel

    Deriel Administrador

    Sou contra.

    Se o pedófilo foi preso, julgado, condenado e cumpriu a pena (expiando seu crime perante a sociedade) não deveria ficar com o estigma eterno de constar em um BD nacional. na verdade isso vale para qualquer crime. E jamais, jamais, seja por qualquer crime! Constar em qualquer BD antes de condenado.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  6. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Se tem pra pedófilo, ok

    E pra estuprador? Esses jamais podem faltar.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  7. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Ótimo Ótimo x 1
  8. Maria Pretinha

    Maria Pretinha Usuário

    Gentem, nação cristã o escambal. O ESTADO É LAICO, LEMBREM-SE DISSO, O ESTADO É LAICO!!! Vamos nos ater a isto antes que este se transforme em mais um tópico sobre religião.

    Voltando ao assunto. Concordo em gênero número e grau com o que disse a pim. Não existe ex-pedófilo e apoio o cadastro. A pedofilia, assim como as outras parafilias citadas pela Pim, não têm "cura". São desejos que não se esvaiem, constantemente alimentando a "vontade" de voltar a cometer o crime.

    É preciso que se pense além do indivíduo, além dos possíveis danos que identificar um sujeito como pedófilo poderia trazer para ele, é preciso garantir que as crianças sejam protegidas.

    Não é possível graduar com precisão os crimes e apontar que este ou aquele é pior que a pedofilia. Eu fui vítima da pedofilia, fui abusada sexualmente quando tinha 4 anos. Eu tive a sorte de ter uma família que me apoiou e me amou muito, mas eu ainda carrego os estragos disso ter acontecido comigo. Ao longo do tempo, conheci várias outras vítimas da pedofilia e afirmo: algumas delas nunca conseguiram se reerguer e ter uma vida normal. Ser vítima de pedofilia pode estragar a sua vida.

    É pior morrer ou viver uma vida horrível? Quem pode decidir isto? Quem pode dizer que o assassinato é pior que a pedofilia? Gravidade do crime não pode servir de parâmetro para defnir-se a validade do cadastro.

    Repito: para mim, o cadastro é valido já que o pedófilo pode "pagar" pelo crime, mas as razões que motivaram o crime nunca vão embora.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Ai, MP, que cansativo, quem disse que o Estado não é laico? Mas a nação continua sendo cristã.:roll:

    Mas eu concordo com esse cadastro porque é diferente, os pedófilos representam algo de irrecuperável ou que pelo menos precisam ser monitorados constantemente.
     
  10. Maria Pretinha

    Maria Pretinha Usuário

    Paganus, é mesmo cansativo. O Hobbit levantou a bandeira da nação cristã para contestar uma possível decisão do Estado. Você e ele me cansam. Abs.
     
  11. Excluído045

    Excluído045 Banned

    É cansativo porque isso já foi dito milhares de vezes e muito foi debatido aqui sobre isso. A religião do povo, da sociedade em nada diz contra a laicidade do Estado. E as decisões do Estado deveriam ser pautadas pelo respeito ao que pensa a sociedade que ele representa. do contrário, seria somenta algo 'pra inglês ver' como tem feito. Seria cego ao povo.

    Mas não creio em uma 'consciência cristã' muito acentuada no povo não.
     
    Última edição: 23 Jun 2011
  12. Maria Pretinha

    Maria Pretinha Usuário

    Não vou comentar pra que o tópico não seja usado para discutir religião.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Não se trata especificamente de religião, é na verdade mais amplo. Mas também é off-topic.

    Eu nem consigo imaginar o trauma de uma criança abusada sexualmente. Só o que eu sei é que o Estado deveria fazer o máximo pra impedir que esses malditos continuem a fazê-lo. Aí fica a pergunta: como o Estaod iria se utilizar desse cadastro? Que tipo de controle poderia ser feito?
     
  14. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Também sou contra.

    Acho que iniciar tratamento diferenciado para alguns crimes que provocam forte comoção popular é um exagero, que vai contra o espírito de "racionalidade" que se deve ter na elaboração das Leis.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Pim

    Pim God, I love how sexy I am!

    Acho que o Kurt tem algo BEM INOVADOR pra acrescentar... :roll:
     
  16. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    A questão é bem controversa: em busca do benefício da proteção, essa medida prejudica a possibilidade da pessoa de se reinserir na sociedade. E aqui é importante fazer a distinção entre reinserção e regeneração. A Pim já esclareceu bem sobre a questão da impossibilidade de regeneração no caso de parafilias. Entretanto, o sistema penal, como é concebido no Brasil, tem não somente o objetivo de i) aplicar a punição, mas também de ii) reinserir o indivíduo na sociedade. E aí o ponto é: essa proposta, se adotada de maneira pura, fere esse segundo objetivo.

    Vejo esse tipo de proposta como uma tentativa de amenizar o problema que é justamente essa deficiência do sistema penal no que se refere à reinserção social. Na verdade, ela é uma declaração de incompetência nesse quesito. E por causa dessa incompetência do sistema penal, o infrator continua sendo punido, mesmo após ter cumprido sua pena, o que é absurdo.

    E isso vale para pedófilos, assassinos, ladrões de galinha, estupradores...

    Parênteses: digo isso com base na proposta do sistema penal brasileiro. Não significa que eu concorde com tudo que está no código penal, e que eu ache o nosso sistema excelente etc. Mas se vivemos sob um código penal com essas características, então não se pode criar medidas que ferem o que está instituído. Esse tipo de coisa só prejudica nossa realidade jurídica, que já entupida de contradições.

    Essa medida estaria mais de acordo com as penas praticadas em certos países, onde quem rouba tem a mão amputada, por exemplo. Mas reforço, não estou expressando juízo de valor sobre qual sistema é melhor ou pior. Apenas ponderando que é preciso fazer as coisas dentro da legalidade.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  17. General Artigas

    General Artigas Não tá morto quem peleia

    Sou a favor do fichamento.

    Se o cara é um pedófilo tem que ser fichado. A integridade física e psicológica de uma criança é mais importante que a reinserção de um maníaco na sociedade.
     
  18. Excluído045

    Excluído045 Banned

    É? Baseado em que você diz isso?

    Porque ambas as coisas são altamente desejáveis e essenciais para uma sociedade mais justa, quais os seus critérios de valor para renegar a recuperação de um maníaco e impedir a ataque a uma criança? Isso faria os ataques e abusos diminuírem?
     
    Última edição: 26 Jun 2011
  19. General Artigas

    General Artigas Não tá morto quem peleia

    O maníaco não tem como se recuperar psicologicamente, é um distúrbio irrecuperável. É como um alcoólatra que para de beber, mas sempre vai ter aquela vontade e pode cair na tentação novamente. A diferença é que um bêbado se mata sozinho com a cachaça, o pedófilo acaba com a estrutura psicológica da criança.

    E sim, sou a favor de renegar a falsa recuperação, já que não tem cura, de um maníaco e não reinserí-lo na sociedade e com isso impedir ataques a mais crianças.
     
  20. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Mas isso não fere os direitos humanos? Não tentar uma reintegração de forma alguma, mesmo que parcial? Sei lá, inserí-lo em um lugar de adultos ou onde possa ser vigiado? Não sei, essa história de irrecuperável me parece meio extrema demais, por pior que seja o distúrbio.
     

Compartilhar