1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Abadia de Northanger (Jane Austen)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por -Jorge-, 28 Mai 2018.

Tags:
  1. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Northanger Abbey é um romance da escritora inglesa Jane Austen, publicado postumamente em 1817, e escrito entre 1798 e 1799, inicialmente intitulado Susan. A obra descreve a vida social em Bath, e parodia os romances góticos, muito apreciados na época.

    Sua heroína, a jovem Catherine Morland, que imagina suas aventuras sombrias em antigos castelos ou mosteiros de arquitetura gótica, acredita que pode viver um desses sonhos quando é convidada a permanecer na Abadia de Northanger. Um romance se desenvolve entre ela e Henry Tilney, o filho do proprietário do lugar.

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    -----------
    @Mireille e @Bel , sintam-se convocadas a dar suas impressões!
     
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. Mellime

    Mellime A little less lost

    Li anos atrás e adoro! Talvez por ser o primeiro e mais bobinho da J.A., acho o mais divertido. O filme com a Felicity Jones é muito fofinho.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  3. Mireille

    Mireille One ring to rule them all

    Ainda não cheguei na metade do livro e nunca senti tanta aflição num Jane Austen :(!
     
  4. Mireille

    Mireille One ring to rule them all

    Mais uma coisa: tive a impressão que aqui a Austen tá no auge do sarcasmo e do humor ácido das situações sociais, elemento que é característica fortíssima em todos os seus romances - mas por algum motivo, me pareceu aqui com intensidade over 9000! Não dá uma folga, tô achando ótimo. :lol: Talvez os personagens sejam mais "caricatos", tendem mais ao absurdo?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Ué, por quê? :think:

    Sim, acho que o fato de as personagens terem várias manias doidas torna eles mais engraçados: A Sra. Allen, com sua mania de moda e de roupas. O John Thorpe com mania de cavalos, carruagens, contar vantagem; e a Isabella, com a futilidade.

    As cenas mais engraçadas da Isabella foram a perseguição dos caras bonitos pela cidade dos quais ela disse não precisar; a profissão de fidelidade à Catherine, para em seguida deixar ela sozinha no baile; e a falta de percepção dizendo que a Catherine é muito perceptiva. A Austen deve ter se divertido escrevendo ela.

    O fato de a Catherine ser tão avoada também é divertido. Mas pelo menos ela consegue ser discreta. Acho que é a personagem principal menos perceptiva/observadora/leitora dos outras da Austen que eu vi. No final da primeira parte a gente tem uma comédia de erros entre Catherine e o John. Vamos ver no que vai dar.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  6. Mireille

    Mireille One ring to rule them all

    A coitada fala uma coisa e fazem tudo ao contrário, ninguém respeita :( (estou olhando pra você, John Thorpe)
    Essa parte foi demais :lol:. Mas acho que no conjunto acabo rindo mais da sra. Allen, que mulher doida hahah
    Excelente observação! É até estranho que a gente, como leitor, tenha uma compreensão melhor do que a personagem principal.

    Agora eu também quero ler Udolpho. :think:
     
    Última edição: 30 Mai 2018
  7. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Eu também! Quero saber o que tem atrás da cortina!

    Mas fui atrás das edições e o livro tem 700 páginas =/

    Acho muito legal a representação do leitor aqui. A Catherine fica querendo falar sobre o livro com todo mundo, tenta usar qualquer oportunidade pra ler mais um pouquinho, não quer ouvir spoilers... Me identifiquei (menos pela parte dos spoilers, que não ligo).

    Também tem umas contraposições legais, como o John Thorpe que não gosta de literatura contemporânea ("Nada publicado depois de Tom Jones presta" haha), contra o Tilney, que gosta. Mais um ponto em comum dele com a Catherine. Aliás, todo mundo é tão leitor nesse livro, né?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Mireille

    Mireille One ring to rule them all

    E é curioso que Udolpho também seja de uma autora mulher. Parece que não é realmente o tipo de leitura para os jovens cavalheiros, com cérebros tão mais elevados! :roll::lol:
     
  9. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    E no final o John Thorpe teve um papel importante na história ao ser rejeitado pela Catherine...

    E então Mireille, o que achou da segunda parte? e do todo?

    Eu estava achando muito diferente da primeira, um pouco exagerado: Se a Catherine sabia que nos romance certas situações são exageradas, porque se deixaria levar e imaginar que o mesmo acontecia na realidade? Mas mais pra frente, quando as coisas se esclarecem, acho que melhorou.

    No geral, me parece um romance bem completo: é de formação, é de suspense/gótico, é meta-romance e é Jane Austen (todos felizes no final, apesar da mocinha pobre). Me impressiona que ela tenha escrito com 20 e poucos anos.

    A Catherine como personagem principal é a mais sincera e aberta da Austen, das que eu vi, o que não aparece como uma desvantagem, incrivelmente em se tratando da autora.
     
  10. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Esse livro é sátira pura, uma delícia xD
     
  11. Mireille

    Mireille One ring to rule them all

    No fim eu acabei adorando o livro!
    Acho que é pura ingenuidade, mesmo. Com 17 anos ela não tinha tido muita convivência "em sociedade" antes (basicamente só com os Allen), e livros e reclusão podem dar asas à imaginação de uma jovem. :lol:
    Fui só eu que achei no decorrer do livro que o general Tilney tava a fim da Catherine? :think: Tem uma hora que o descrevem como muito bem apessoado apesar da idade, e sendo viúvo achei que ele quereria a mocinha pra ele. :dente:
     
    • LOL LOL x 1

Compartilhar