1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

127 Horas (127 Hours,2010)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Phantom Lord, 31 Jan 2011.

  1. Phantom Lord

    Phantom Lord London Calling



    A primeira vez que li sobre este filme pensei se tratar de mais um daqueles dramas burocráticos de superação e tal,mas me surpreendi de maneira bastante positiva com ele.

    A direção do Boyle é bastante competente,transformando um material que poderia ser cansativo em uma experiência bem memorável.Senti na pele o desespero do personagem em muitos momentos.
    E a atuação do James Franco é soberba,se o Oscar ficasse com ele ficaria satisfeito(apesar de ainda não ter visto o Colin Firth em O Discurso do Rei).


    A Anica já fez uma bela resenha sobre o filme lá no
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
  2. Anica

    Anica Usuário

    eu gostei. e fiquei toda emocionada com o final, confesso. james franco mandou bem, embora eu ache que ele deveria ter sido indicado por Howl, não por 127 horas ehehe

    (adorei a trilha do filme!)
     
  3. Alisson P.

    Alisson P. Usuário

    Confesso que me interessei pelo filme meses atrás, por causa daquele bafafá das pessoas desmaiando e saindo correndo da sala de cinema. :dente:

    Daí vieram as críticas positivas e as indicações, e a vontade de ver só aumentou. Vou esperar sair nos cinemas.
     
  4. Excluído044

    Excluído044 Banned

    Estou indo assistir daqui a pouco. Uhú!
     
  5. Calib

    Calib Visitante

    Baita filme. Recomendo também.
    A cena do braço é forte, mas... Desmaiar? :nao:
     
  6. Anica

    Anica Usuário

    né? nesse caso eu concordo com a avó do James Franco >> http://funnyordie.com/m/51gz
     
  7. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    A cena da mutilação teria sido mais forte se ela tivesse sido realista, sem essa chatice de ficar com "cortes de suspense". Terror psicológico no cinema, plis... Que tal colocarem trinta minutos de mutilação com câmeras imitando as clínicas ou cirúrgicas? Ficaria entediante? É claro que ficaria... Você tem um Geodude preso no braço, hello...

    De toda forma... James Franco mandou bem. Sempre soube que ele tinha mais potencial que um simples Duende Macabro
    (aquele filme dele vestido de marinheiro, filmado aqui em Goiás, em Anápolis, é dos bão também)
     
  8. Calib

    Calib Visitante

    Há! Velhinha engraçada.
     
  9. Excluído044

    Excluído044 Banned

    Se eu soubesse inglês... ¬¬
     
  10. Calib

    Calib Visitante

    Bem, a primeira metade é bobagem. A segunda, de 00:36 em diante, é mais ou menos assim (tradução porca e preguiçosa):

    - Você foi à premiere do meu novo filme, 127 Horas, em NY, certo?
    - Com certeza que fui.
    - Gostou?
    - Adorei.
    - Adorou?
    - Você viu todo ele. Vejo que está usando uma camisa que diz que você manteve os olhos abertos.
    - Eu estou tão orgulhosa de você.
    - Mas foi um filme agradável?
    - Com certeza foi.
    - Bem, há umas pessoas que se interessam por esse filme e estão com um pouco de medo de vê-lo. E eu estava pensando que você podia contar a todos o que pensa sobre essas pessoas.
    - Eu acho que eles são um bando de maricas!
    (risos)
    - Feliz Natal.

    (fim)
     
  11. aces4r

    aces4r Usuário

    Antes de ver este filme, eu achava que a história não seria interessante. Mas é um dos melhores filmes que vi este ano. E o James Franco provou ser um excelente ator.
     
  12. Excluído044

    Excluído044 Banned

    Thanks, Calib! :timido:

    Eu gostei do filme, mas só acho, realmente bom, nas partes em que ele tenta se salvar. Também sou da opinião que james Franco fez um bom trabalho e carrega o filme todo nas costas. No mais, é normal. Quanto a temível cena, eu não tenho os culhões da vovó Franco. Eu apertei o olho para a cena ficar embaçada. XD
     
  13. aces4r

    aces4r Usuário

    Eu tenho dúvidas se faria a mesma coisa.
     
  14. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]Achei um filme bom, principalmente pela atuação do James Franco. A história, que retoma a idéia de destino traçado e engrenagens do universo trabalhando etc. e tal é batida, mas funciona. Quando o Franco imita aquele jornal de manhã cedo é sensacional, show de versatilidade sem cair nos clichês de caras e bocas exageradas mas mantendo distinções entre as diferentes personas.

    Concordo com o que foi dito pela Maura sobre as melhores partes serem as que ele tenta se salvar e tudo o mais, mas gosto também de quando ele fica pensando sobre as possibilidades de ser salvo e ir aos poucos descobrindo que é "culpado" por dificultar seu resgate ou mesmo de ter se metido com o Geodude (Mavericco pelo jeito era pokemaníaco, hi5 \o).

    Agora abstraindo mesmo aqui, as cenas de multidões de pessoas e acontecimentos cotidianos não querem suscitar, ainda que de forma meio rala, a individualidade e isolamentos das pessoas? Sei que o filme não foi feito para ser uma obra questionadora e refletir sobre grandes problemas da humanidade, mas tentando entender a coerência da coisa fiquei aqui pensativo.[/align]
     
  15. Dthemis

    Dthemis Usuário

    Fora direção, atuação, roteiro e cia, 127 horas nos leva a uma reflexão escrachada sobre persistência.
    Aron toca na imprudência da juventude.. e nos dá uma aula sobre a vontade de viver. Adorei aquela fotografia. Pôxa, e que linda trilha sonora.
     

Compartilhar