1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

violencia até na porta de casa...

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por July, 22 Jun 2004.

  1. July

    July Usuário

    mermao!!! minha mae acabou de ser assaltada na frente da casa da minha voh (4 quarteroes da minha casa).. levaram o carro que chegou ontem!! isso mesmo, o carro novissimo, ainda tava com plastico..
    nele tinha bolsa, chinelo, cartao..tudo!!!!tres homens armados..
    acabaram de ligar aq em casa dizendo q acharam o carro num bairro vizinho pq parece q eles deixaram o carro e assaltaram outra mulher q tava lah...meu irmao vai com ela pra lah..soh estao esperando o policial chegar..mais noticias eu posto qnd souber.. 8O

    outras noticias: o carro foi recuparedo..os caras eram filhinhos de papai..tavam soh se divertindo..foram pegos, um era filho de policial e tava com a arma do pai..isso n eh revoltante?

    isso q aconteceu aq retrata oq tah acontecendo em tds o lugares do brasil..filhinhos de papai fazendo merda por ai por diversao, violencia aumentando...enfim..! :|
     
  2. Erufeliel

    Erufeliel I'm a whole lotta trouble

    Nós não temos culpa se há paravos fazendo porcarias por aí,
     
  3. TT1

    TT1 Dilbert

    Todos temos culpa.
     
  4. Erufeliel

    Erufeliel I'm a whole lotta trouble

    Olha desculpa-lá, mas se os pais não dão edução aos seus filhos, se eles roubam por causa da droga e isso ou porque sairam de uma casa de maluquinhos eu axo que a culpa é deles.
    Agora francamente, a culpa é de todos não, isso não, temos culpa de que? :o?:
    De levar um tiro na cabeça? :tsc:
    No outro dia na minha rua andava um maluco co uma pistola, na minha escola assaltaram a papelaria,(e já não é a primeira vez) e a culpa é de todos? :x
    Por favor explica-te que eu não entendo.
    :o?: Fui.
     
  5. TT1

    TT1 Dilbert

    O que voce faz para que a situação melhore ?
     
  6. 655321

    655321 Usuário

    Deixa eu ver se entendi o objetivo desse tópico. Partindo do princípio que vc tenha uma condição financeira boa, já que assaltaram seu "carro novissimo, ainda com plastico.. "; vc de família classe média/alta, ficou chocada com a violência na porta de sua casa. Irônico isso não? Quando tem pobre morrendo na favela, ninguém liga, afinal pobre não vai fazer diferença alguma para o mundo. Agora, bandidos roubando meu carro novinho, na porta da minha casa, em um bairro nobre? Isso é inadmissível! Eu classe média/alta/elite sendo vítima da violência? Ah! Justiça não existe!
    Engraçado essa mania dos outros se preocuparem só quando a violência bate na porta da casa. :disgusti:
     
  7. Groove Boy

    Groove Boy Usuário

    de quem é a culpa então ?
     
  8. Dante Aqueronte

    Dante Aqueronte Usuário

    A culpa é de todos. Não só de nós, a culpa começou a surgir há 504 anos atrás e de culpa em culpa se chegou a isso. Infelizmente, a essa altura é muito dificil, beirando o quase impossível, redimir os estragos feitos até agora.

    Quanto à violência na porta de casa, eu já tô acostumado. Aqui na rua quase toda noite se reune um monte de viciados em drogas pra fazerem festas, sem contar que já perdi a conta de quantas pessoas já foram mortas NO PRÉDIO por causa de problemas com traficantes.

    Na casa do meu pai era mais legal ainda, pq ele morava de frente pro chefe do tráfico na região, então não parava de ir e vir aquele pessoal "meio" esquisito. Pelo menos o cara era legal, não fazia festas até tarde, nem muito barulho, ficava o dia todo só polindo a ferrari dele, bem gente fina. Melhor que esses drogadinhos pés-de-chinelo aqui que só fazem estardalhaço.

    Sem contar na minha escola, onde metade dos moleques da minha classe faziam parte de uma boca de fumo ali perto. Periodicamente acabava tendo briga entre o grupo deles e o meu, já chegou a rolar ameaça com faca e talz, mas as brigas por sorte eram com as mãos limpas. Só teve um que ameaçou trazer um revólver, mas estamos esperando até hoje. :lol:

    Como pode ver, eu já tô mais do que acostumado com crime "perto de casa". Não sei se isso é bom ou ruim, mas pelo menos eu tenho bem menos medo de sair na rua do que o pessoal que não tá acostumado com essas coisas. É uma vantagem, eu acho. :think:
     
  9. July

    July Usuário

    nao..eu nao me preiocupo qnd a violencia chega na porta da minha casa, e sim fico puta mermo..eu jah fui assasltada vairias qnd eu morava na "boca"de uma favela..alias, olinda estah se tornando uma favela... tb n tenho esse pensamento de "Eu classe média/alta/elite sendo vítima da violência? Ah! Justiça não existe!" pq isso existe..se sao os proprios classe media/alta/elite que fazem a violencia..eu soh o usei o fato de que minha mae tinha acabado de ser assaltada pra criar um topico em como a violencia esta piorando e sao as classes mais altas q a fazem..! realmente ..tem muito pobre morrendo na porta da minha casa tb...e faz diferença pra mim sim..assim como faz pra td sociedade...
     
  10. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    A sociedade, digo a merda de mundo é um reflexo dos cidadãos que o habitam.

    Mesmo o crime é um reflexo da sociedade onde se insere.

    Como posso explicar... tenho um amigo que achou este texto que escreveu em seu blog. (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    )

    Já mencionei antes que em sociedades indígenas a educação é responsabilidade da aldeia, e não apenas dos pais. Acho esta forma de encarar a criança muito interessante... de um lado faz com que a aldeia fique se metendo no número de crianças que pode manter. Por outro a criança não é objeto para que uma dupla de pessoas (que pode ou não ser equilibrados) fazer como quiser.

    Ao mesmo tempo, a criança vai enxergar outros ponto de vista do resto da aldeia... não apenas do pai e da mãe (tipo, esqueçam esse negócio de continuar o legado ou missão do pai :P).

    Muita gente pensaria que é como delegar um trabalho para outra pessoa. Mas só quem teve babá sabe o risco de ter outra pessoa no lugar do pai e da mãe. Genes não garantem lealdade ou amor.

    Mas voltando ao negócio de responsabilidades. Vamos pegar os países como Holanda e Japão que antigamente contatava os governos do Suriname e Brasil para ajudar no desenvolvimento dos paises em desenvolvimento. (antigamente... hoje por conta dos corruptos e do Paulo Maluf, a Holanda e o Japão preferem contatar ONGs diretamente...)

    O ponto é que os paises desenvolvidos que tem visão sabem que não adianta muros (como no Mexico - EUA) para impedir ratazanas de tentarem salvar suas vidas de um navio afundando. As pessoas e ratazanas vão sempre tentar sobreviver e isso não é culpa delas...

    Ainda mais "invadindo" os países desenvolvidos, onde há a esperança de uma vida melhor.

    A Holanda tem um pequeno problema: sua populaçào hoje é praticamente 50% de imigrantes de sua antiga colônia aqui na América do Sul.

    Simplesmente fechar as portas ou restringir nào vai garantir que os clandestinos venham, como acontece nos EUA e em outros lugares. O que funciona? Se eles derem um jeito de consertar a bagunça que fizeram aqui.

    Não é um jeito mesquinho, ou mesmo uma redenção dos holandeses. É apenas lógica.

    No momento há um problema semelhante envolvendo dentistas brasileiros indo trabalhar em Portugal... inventaram um monte de muros para proteger os profissionais portugueses.

    Mas como eu disse, as ratazanas vão dar um jeito. Se a vida é melhor em outro lugar elas vão. Sobrevivência.

    Não que seja errado ser egoísta e pensar que não é culpa nossa que a criminalidade aumenta. É algo arraigado em nossa carne, o egoísmo e a sobrevivência.

    Só que mesmo escolhendo a cegueira, as consequências não fazem cerimonia e entram nas nossas vidas. Como disse, criminalidade é reflexo da sociedade. Se a sociedade não tem valores, seus filhos não terão também. Se a sociedade/mundo não tem consciência, seus filhos também acharão divertido botar fogo em mendigos e humilhar prisioneiros iraquianos.

    É como o voto: porque "não resolve nada e todo político é corrupto", ao deixarmos de votar, escolher, e lembrar das safadezas... bem acabamos por sempre acreditar no Paulo Maluf porque ele diz que sempre foi rico.

    O mesmo com criminalidade... ver apenas o revólver apontado na nossa cara é pensar muito pequeno.

    Pois o filhinho de papai sem nada na cabeça, teve muito mais que papai ausente ou mamãe frívola. Teve "amigos do peito" que judiavam de outros, teve gente apoiando ser tão valentão. Teve meninas que suspiravam porque ele era tão forte e machão. Teve autoridades que fizeram vista grossa com pequenas inflações...

    Se tivesse sido punido quando apenas furtava, evoluiria para assassino? Se era uma criança testando seus limites porque não foram impostos limites "sua liberdade termina onde começa o direito do outro"?

    Como disse... reflexo não apenas da falta de educaçào dos pais, mas da sociedade como um todo que louva o errado, a embalagem... mas não o certo e o recheio.

    O problema é que acho que o único que poderia realmente entender (mas não explicar) esse tipo de situação seria Hannibal Lecter.... :think:[/quote]
     
  11. Erufeliel

    Erufeliel I'm a whole lotta trouble

    Olha meu amigo isso é assunto dos polícias não meu.
    Além disso eu fiz uma pergunta primeiro.
     
  12. A culpa não está exatamente relacionada à Sociedade.

    Em qualquer país,até nos mais civilizados,acontece violência de todo tipo_O problema está em cada um,não num todo,numa Sociedade,mesmo porque não acredito que ela(a Sociedade) influencie alguém por completo,seja negativamente ou positivamente.O Ser humano possui um cérebro,capaz de discernir o que é bom e o que é ruim;aquilo que pode trazer sofrimento a outra pessoa e para ela própria.

    A educação dos pais TEM SIM boa parte de culpa nisso.Não há o que complicar:caráter,educação,respeito,boa índole...tudo têm ligação com o carinho e amor que os país dão ao filho,mesmo que isso não seja exatamente regra,quero dizer,nem sempre uma pessoa se torna bandida por falta de amor dos país.Tb não por falta de emprego,porque se fosse assim o Brasil seria o próprio Inferno.

    As pessoas que seguem este caminho de violência,na minha opinião,devem estar relacionadas a problemas mais sérios que a Sociedade e educação dos país...acho que há algo maior agindo,algo que nós mesmos nem damos conta.Vivemos tão preocupados com nossa vidinha,nosso trabalho e relação sentimental que não paramos para refletir sobre o que significa estar vivo,o que somos e porque adoramos pensar que somos tão auto-suficientes.

    A nossa vida não é apenas trabalhar,arranjar uma companheira(o),casar e ter filhos...não,não....apenas pensem um pouco,reflitam!
     
  13. Erufeliel

    Erufeliel I'm a whole lotta trouble

     
  14. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    É engraçado, alias divertidíssimo, ver que tópico vai, tópico vem e voltamos a velha política do "que se foda" ou "que que eu tenho a ver com isso"?

    Comodismo. Fácil. Muito fácil.

    Sabe que eu li esses tempos uma crônica da Prímula lá no clube dos Escritores sobre "papeis" e baseado nisso tbém escrevi uma, claro, mais singela, mas mesmo assim, demonstra um pouco do que eu penso.

    Me chama muito a atenção que essas coisas se aplicam, o homem não tem noção de que faz parte da sociedade, acha que não existe relação entre ele e ela.

    De quem é a culpa?

    De tdos, já falaram aqui e eu repito, é muito fácil se preocupar com a violência quando esta bate a porta de sua casa, difícil é ter na mente o conceito de sociedade, isso é difícil, muito difícil...

    Enquanto isso, vamos lá... que se exploda, bando de safado, sem caráter... e assim caminha a humanidade...
     
  15. Eu não tenho medo de dizer que sou um pouco Anti-Social.É importante isolar-se do mundo em sua volta,refletir mais...ter mais tempo para cuidar do seu "Eu",da sua alma(pra quem acredita 8-) ).
     
  16. Erufeliel

    Erufeliel I'm a whole lotta trouble

    Elendil tu tiras-me as palavras da boca, dás-me um autógrafo? :mrgreen:
     
  17. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Nem por isso vc tem que se idolar da sociedade que o cerca... Eu acredito que cada um possa ter um tempo para cuidar do seu "Eu" e ainda assim fazer parte da sociedade.
     
  18. July

    July Usuário

    eu tambem acho, mesmo sabendo que eu me isolo bastante, ás vezes não sei nem por que, mas ateh os piores anti sociais fazem parte da sociedade.
     
  19. July

    July Usuário

    :amem: é isso que tá faltando: educaçao, seja ela de casa (mostrando os verdadeiros valores, o certo/errado, sim/nao..) e na escola (mostrando o mundo e sua realidade..) eu nuncxa consigo mostrar oq eu penso, mas é mais ou menos isso :eh:
     
  20. Com muito prazer,querida Arwen Undómiel"...:wink:


    Eu tenho consciência disso.

    O que eu quis dizer é:A Sociedade não é um "corpo inteiro",mas várias partes dele, separados,que convivem em situações não regulares ou ativas.Essas partes podem ou não estar ligadas ativamente na Sociedade...

    É questão de observação...
     

Compartilhar