1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Um tal de Ossian...

Tópico em 'Autores Estrangeiros' iniciado por *Lothiriel*, 4 Jan 2003.

  1. *Lothiriel*

    *Lothiriel* Usuário

    Esse cara, descoberto em meados de 1761, por um outro carinha chamado James Macpherson, era (supostamente) um bardo dos Highlands, que havia escrito poemas gaélicos que de acordo com Macpherson, tinham um valor assombroso. Estes poemas foram revistos e reescritos como um épico, e editados com o título de Fragmentos de Antiga Poesia. Isto tudo deu inicio a um movimento chamado Ossianismo, que tratava de escavar em terrenos e em baús atrás de relíquias do passado, mobilizando meio mundo, entre artistas e escritores, movidos por uma apaixonada idealização da idade medieval, para quem os detalhes de veracidade eram irrelevantes. Os contos tiveram tamanho exito que muitos anos depois Napoleão ainda levava um exemplar nas campanhas e, pasmem, Goethe disse que neles se "abeberou" para escrever Werther. Mas dai surgiu um carinha para estragar a festa, chamado Samuel Johnson, o maior filólogo do pais, que após uma investigação cuidadosa da tal obra de Ossian, disse que tudo aquilo não passava de fantasia do escritor escoces. Mentor do primeiro Dicionário de Oxford, o de 1975, o velho sábio, deu uma de estraga prazeres e não deixou pedra sobre pedra:os poemas eram uma fraude!
    Seguramente foi para ocupar o vazio deixado entre os britanicos pelo logro de Ossian, (um Homero de araque), carentes de historias suas, autênticas, envolvendo espadas encantadas e feitos miraculosos ocorridos em tempos remotos, é que fez que quase dois séculos depois Tolkien assumisse o posto de fabulista oficial daquela terra. Axè!
     
  2. Glorwendel

    Glorwendel Usuário

    Segundo estudos de literatura, a palavra teve origem no Arcadismo. Reproduzindo:

    "Um caso interessante foi o do poeta escocês James Macpherson que, para obter prestígio, dizia psicografar poemas de Ossian — poeta clássico, do século V a.C., que cultivava a oralidade da linguagem, o apego à natureza e os sentimentos, de onde surgiu o termo Ossianismo."
     
  3. *Aredhel*

    *Aredhel* Usuário

    onde eu posso achar obras do James MacPherson?
     
  4. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Eh, eu também queria saber, me interessei muito
     
  5. Glorwendel

    Glorwendel Usuário

    Muito difícil encontrar obras de Macpherson em português na Internet, mas alguns sites em inglês os reproduzem.

    Um pequeno texto sobre Tolkien e o Ossianismo (em português):
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Ótimo site, com alguns poemas (em inglês):
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    The Songs of Selma:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Links (em inglês):
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Pra saber mais, basta procurar por "James Macpherson" (entre aspas mesmo) em qualquer site de busca.
     

Compartilhar