1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Sonda Voyager é 1º objeto feito pelo ser humano a deixar o Sistema Solar

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Ana Lovejoy, 12 Set 2013.

  1. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Após 36 anos vagando pelo Sistema Solar, a sonda Voyager 1 deixou a área de influência do nosso Sol, informou oficialmente nesta quinta-feira (12) a agência espacial americana Nasa. Ela agora se encontra a 19 bilhões de quilômetros do astro.
    Dados novos captados pela sonda indicam que ela vinha há cerca de um ano viajando numa área de gás ionizado, uma zona de transição imediatamente fora da heliosfera, onde ainda se podem perceber alguns efeitos do Sol.
    "Agora que temos novos dados fundamentais, acreditamos que esse é um salto histórico da humanidade no espaço interestelar" disse Ed Stone, cientista do projeto Voyager. "O time da Voyager precisava de tempo para analisar essas observações e dar sentido a elas. Mas agora podemos responder a pergunta que todos estávamos fazendo: 'Chegamos lá?' Sim, chegamos".
    Projeto ambicioso
    A Voyager-1 foi lançada em 5 de setembro de 1977 e sua "sonda irmã", a Voyager-2, em agosto do mesmo ano. O objetivo inicial das duas sondas era investigar os planetas Júpiter, Saturno, Urano e Netuno - tarefa que completaram em 1989.
    Em seguida, elas foram enviadas para mais além no espaço, na direção do centro da Via Láctea. No entanto, suas fontes de energia, feitas de plutônio, devem parar de produzir eletricidade em cerca de 10 a 15 anos, quando seus instrumentos e transmissores irão parar de funcionar.
    As Voyagers se tornarão "embaixadores silenciosos" da Terra enquanto se movem pela galáxia. Ambas transportam discos de cobre banhados a ouro com gravações de saudações em 60 línguas, amostras de música de diferentes culturas e épocas, sons naturais da Terra e outros sons produzidos pelo homem.

    fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ***

    eu estava assistindo o video da nasa, o cara introduziu o assunto fazendo piadinha com referência ao star trek. :grinlove:
     
    • Gostei! Gostei! x 7
  2. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Voyager Captures Sounds of Interstellar Space


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Voyager Reaches Interstellar Space

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 4
    • LOL LOL x 2
  3. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Achei bacana esse texto
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    no facebook:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 4
  4. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  5. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Já que tu mencionou a escala do sistema solar, lembrei desse vídeo:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    E tem também esse site que permite construir um modelo do sistema solar na escala correta:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    E pensar que na distância entre a Terra e o Sol cabem cerca de 108 sóis!
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Estranho

    Estranho Dancer

    Na USP São Carlos tem um modelo do Sistema Solar, construído em todo o Campus. Em uma das entradas tem o Sol, mais ou menos do tamanho de uma bola de futebol, e conforme você anda pelo campus passa pelos outros planetas, na devida escala em relação ao tamanho e distância do Sol. É bem legal.
     
  7. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    A Voyager ter chegado nos limites do sistema solar e saído intacta sem nenhuma avaria que a pudesse ter inutilizado foi um feito e tanto. Foram 36 anos de ótimos serviços prestados.
     
  8. Merllin

    Merllin Usuário

    Se todo este tempo, pesquisas, dinheiro e trabalho fosse investido para reverter a situação a qual estamos a levar o nosso planeta, talvez no futuro ainda sobrará alguém para colher o resultado de todo esse esforço, se é que ainda será útil para algo...
     
    • Bobo Bobo x 2
  9. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    o problema dessa argumentação é que:

    a) o dinheiro e o número de pesquisadores envolvidos com a nasa dificilmente representam a totalidade de dinheiro e pesquisadores disponíveis para projetos de sustentabilidade e afins. é tipo falar mal de ongs que protegem animais ao invés de pessoas.

    b) ela ignora completamente a quantidade de benefícios para nossa vida aqui na terra mesmo que esse tipo de pesquisa/descoberta pode trazer.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .
     
    • Ótimo Ótimo x 5
  10. Tilion

    Tilion Administrador

    E outra coisa:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Só no ano de 2011 os EUA gastaram mais com as Forças Armadas do que gastaram com a NASA em 50 anos.

    Acho que dá pra ver onde deveria haver corte e reaplicação de recursos, ainda mais considerando os benefícios que uma área e outra trazem ao mundo.
     
    • Ótimo Ótimo x 6
  11. Merllin

    Merllin Usuário

    Em ambos os casos, a meu ver não é justificável. Convenhamos, os resultados de anos de pesquisas sim, podem, sem sombra de dúvida, e são benéficos. Não há desacordo quanto a isso, o ponto é, priorizamos sempre B a frente de A.

    Basta olharmos para as condições actuais de muitas sociedades existentes em nosso planeta e perguntarmos que diferença faz a Sonda Voyager neste meio? Quando os princípios básicos, como abrigo, alimento, suporte moral e intelectual foram negados a estes indivíduos? Quando vivemos em um alto patamar de vida, ou em condições, digamos de passagem, confortáveis, só imaginamos os benefícios que tal irá nos trazer, não vemos fora da caixa. É sem dúvida o pensamento de todos envolvidos na NASA, ou Forças Armadas como citado. Cada quais com as suas teorias do que seria melhor, ou quais benefícios irão trazer, e que não sei quem também investe em coisas sem sentido; empurra a batata quente para outro lado... E assim vamos, todos batem na mesma tecla... Esquecem-se dos princípios básicos da humanidade.

    Porém, isso é, e sempre será um debate sem fim, cada lado da moeda irá defender o seu valor. Veremos o valor real de cada, quando chegarmos a um ponto irreversível. Como creio eu que, existam espécies mais evoluídas que nós em outras galáxias, se um dia vierem a receber nossas mensagens de 'oi', se calhar, são capazes de responder com um bilhetinho: 'faz o favor, consertem o vosso planeta e depois falamos...'
     
  12. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    "priorizamos" quem? não leu os dados que o gabriel postou? se for falar em prioridades, a nasa sequer é prioridade do governo norte-americano.
     
  13. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Merllin, com esse tipo de argumento você ignora todos os benefícios que o progresso tecnológico trouxe e pode trazer para as pessoas.

    Se você sabe que tem gente passando fome na África e se comove com imagens de genocídios, é porque você recebeu essa informação, via internet ou televisão. Se você quiser ir pra qualquer canto do mundo oferecer sua preciosa ajuda humanitária, você provavelmente irá de avião. Preciso falar também dos avanços da medicina, que permitem salvar as vidas de inúmeras pessoas? Ou você ignora os efeitos de remédios e vacinas sobre a qualidade de vida das pessoas?

    Preciso falar também da tecnologia para a produção de alimento para 7 bilhões de pessoas? Ou você acredita romanticamente que será possível fornecer alimento para todas essas bocas apenas com enxada e arado?

    Aí você vai querer argumentar que, ok, o dinheiro investido em pesquisas tecnológicas é necessário, mas que sejam pesquisas relacionadas à problemas aqui da terra, certo? Bem, a Ana já postou ali em cima um link que mostra como pesquisas aeroespaciais já trouxeram benefícios para nosso cotidiano. Só isso bastaria, mas vou adicionar um ponto: grande parte das inovações tecnológicas não surgem como resultado direto de um esforço que almejava justamente tal inovação, e sim da união de várias pequenas inovações que inicialmente serviam a propósitos completamente distintos.

    No mais, se você quer culpar alguém por um suposto desperdício de recursos que poderiam ser usados em causas humanitárias, que tal começar com
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 5
  14. Merllin

    Merllin Usuário

    Bem, mudemos o termo então: 'prioriza menos'. Até porque não vejo como e onde, todos os fundos e esforços voltados para a NASA não possam se chamar prioridade. Voltamos ao mesmo ponto; começamos então a 'priorizar menos' outras áreas, como educação, construção moral e saúde, assim como eles 'não priorizam' a construção e envio de satélites e sem dúvida, veríamos grandes mudanças... (Salientando que, este ponto não se aplica só ao governo norte-americano)

    E sim Fëanor, concordo plenamente, e não ignoro os benefícios de tais como disse ao princípio. Alguns avanços tecnológicos sim, são necessários e úteis, e atenção, não defendo aqui a total exclusão de recursos para isso, creio que me estão a interpretar mau. O que, a meu ver nos falta, é um balanço entre ambos. Chegamos em um momento em que, começamos a investir imensamente em coisas, quais, se tornam efémeras diante de outros problemas.

    A corrupção que você mencionou é um grande exemplo, na era em que nos encontramos, um ato como este estar a ocorrer? Onde está a falha? Falta de uma base de princípios que não foi gerada e priorizada e se perdeu ao longo dos anos.

    É como uma criança ao se deparar com um grande saco de gomas, sem raciocínio irá consumi-lo até o final, o que provavelmente lhe fará doente, mas, se tivesse consumido só um pouco, como uma sobremesa, e balanceado com outros alimentos necessários para o equilíbrio do seu corpo, não ter-se-ia posto enferma, mas é uma criança, precisa de uma base para perceber isso. Percebe o meu ponto de vista? Tudo é uma questão de falta de balanço entre os investimentos feitos em nosso planeta.

    Vamos pegar todas as insanidades, atrocidades, desgraças, desigualdades sociais, alterações ambientais e a destruições por quais nosso planeta está a passar e coloquemos em uma balança, agora do outro lado colocamos o excesso, tiramos o básico necessário, coloquem só o excesso de esforços e fundos oferecidos a outros assuntos quais podem ser 'menos priorizados' no momento actual. Vemos então que algo está errado...

    A questão é, essa pesagem de valores só se dará quando as coisas chegarem a um ponto crítico. O único problema é que, isto é como uma onda violenta causada por um tremor de placas ao meio do oceano, pode acontecer lá longe, mas as ondas alcançam muitos mais do que isso, atinge a milhões, assim como nos atingirá.

    É esse o meu ponto de vista, o ser humano está a perde o senso, a capacidade de balancear as coisas entre o que é vital ou prioridade.


     
  15. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Merlin, só para checar antes de continuar: você sabe que a NASA é só uma agência do governo norte-americano, certo? porque as coisas me parecem meio fora de proporção aqui: você fala de problemas mundiais bastante generalizados para criticar o pessoal e dinheiro investidos na NASA. :think:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  16. Grimnir

    Grimnir Usuário

    @Merllin

    E as Artes? Tb nao enchem barriga, né? Chega de gastar dinheiro com isso.

    Gostei, chegou polemizando!
     

Compartilhar