1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Série Silent Hill (Ps, Ps2)

Tópico em 'Jogos Eletrônicos' iniciado por bubosh, 10 Nov 2004.

  1. bubosh

    bubosh Usuário

    alguém já jogou??? É muito bom o jogo mas é de terror ou supense cada um fala uma coisa mas rende pelo menos uma noite sem dormir!!
    Comentem!!
     
  2. DW

    DW Usuário

    De qual Silent Hill vc ta falando? Ñ tem só um.
    Quer ficar noites sem dormir? Vai jogar Doom 3!
     
  3. Gilriel

    Gilriel Blogaholic

    Bem, vejamos... A pergunta do caro DeMoN'WiZ... Qual dos Silent Hill? Não joguei nenhum, mas conheço detalhadamente a história dos quatro existentes até o momento e, sinceramente, de todos eles, o que mais criou um clima de pânico foi o quatro, seguido de perto pelo três e pelo um. Já o dois... Ahn... Perdoem-me os que apreciaram o dois, mas creio que este foi o "aborto" da série, uma vez que sua história é completamente confusa, mesmo para um SH, e seu sistema de "pânico" se tornou uma sequência de sustos chatos por causa de monstros escatológicos... Quanto ao Doom 3... Com certeza vc ficará com muito medo!
     
  4. Garius

    Garius Usuário

    Ahn... eu não joguei nenhum deles... mas tive a oportunidade de ver o 4 e cara... vc pode não dormir se jogar sozinho a noite heheheh... a história é bem sinistra, e o clima acompanha direitinho... coloca resident evil como um passeio no campo, pois a coisa é beeeemmm mais psicológica... mexe com uns "medos" interiores...

    Ahn... do que eu vi de DOOM 3, é... até pode ser, mas ainda assim é um jogo de tiro... o que mais assusta é o famoso "peguei-o-item-apareceu-uma-renca-de-monstros-me-matando-em-volta". Claro, esta é apenas minha opinião, não estou dizendo que seja assim, nem que o jogo seja ruim, mas se podemos comentar...
     
  5. DW

    DW Usuário

    A série Silent Hill é só Play 2 né!?
     
  6. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Nope, se não me engano o Silent Hill 2 ou 3 saiu pra X-Box... mas eu posso estar enganado...
     
  7. bubosh

    bubosh Usuário

    não sei qual é não viu mais eu acho que é o 1!!! Bom você também tem que dar um desconto porque eu tive a capacidade de ficar com medo no sinais! :D
     
  8. DW

    DW Usuário

    Nossa, vc é medroso...
     
  9. Snypper

    Snypper Holy Smoke

    Re: silent hill


    manda ele jogar Alone in The Dark trancado na casa as 2:00 AM
     
  10. Armitage

    Armitage Usuário

    Re: silent hill

    Olá a todos!

    A série Silent Hill é a melhor série de horror na minha opinião. Destaque para Silent Hill 2, que tem o enredo mais mind-blowing, thought-provoking que já ví num jogo de horror - um psicodrama em quebra-cabeças que vai se encaixando deliciosamente, e que, de acordo com suas atitudes e comportamento durante o jogo (que serve para traçar o perfil psicológico do personagem), permite 4 finais diferentes. Uma OBRA PRIMA. (não é para todos, já que o enredo é bem sutil, e muita gente pode não conseguir "encaixar os pontos", mas quem conseguir vai ter uma experiência ímpar. Dica: o jogo é altamente psicológico, enxergando o mundo por essa ótica, fica mais fácil "encaixar os pontos".)

    Silent Hill 4: The Room, também é muito interessante, e inovador. É o mais medonho na minha opinião.

    Já o 1, apesar de inovador pra época, tem um enredo altamente clichê, e o 3 é um run-and-gun com mais ação do que suspense, que está mais pra Residente Evil do que Silent Hill - como eu gosto mais de um enredo inteligente e bem elaborado, o 3 é o que menos gostei da série.


    Aliás, a característica mais interessante da série é essa - os protagonistas do jogo são pessoas comuns, como eu e você, que de repente se vêem em meio a um contexto sobrenatural e tem que se virar pra entender o que está acontecendo e se safar. Diferentemente dos Residente Evils, em que os protagonistas são herois, mocinhos, super policiais, etc. Por isso os personagens da série Silent Hill acabam tendo um apelo maior, você se identifica mais com eles - principalmente nos jogos 2 e 4.

    Enfim, essa é minha opinião. Pra quem não conhece a série, recomendo o seguinte:

    - se você gosta de muito suspense com ação, jogue Silent Hill 4: The Room;

    - se você gosta de um enredo de mistério inteligente e bem trabalhado, jogue Silent Hill 2 (o melhor de todos na minha opinião).


    Abraços!
     
    Última edição: 6 Abr 2007
  11. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

  12. Armitage

    Armitage Usuário

    Re: silent hill

    Mas é claro Dakon! :D

    Atenção : Possíveis Spoilers:
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .

    Silent Hill 2 tem o enredo mais maduro e inteligente de todos Drakon. Não é sobre cultinhos ao demônio (como os outros da série) - é sobre pessoas comuns e seus conflitos interiores, pessoas como eu e você, e seus tormentos, seus sentimentos de culpa, seus pecados, e sobre como essas mesmas pessoas lidam com isso (por isso os 4 finais - cada final representa uma forma direrente com que você lidou com esse sentimento interior, o que pode ir do suicídio, à superação total desses problemas.). É tudo altamente psicológico! Bem diferente do clichê "Culto ao demônio(Samael) e blá-blá-blá" dos outros da série.

    A amaldiçoada cidade de Silent Hill, no episódio 2, atua como um espécie de purgatório, atraindo pessoas que possuem uma grande culpa interior, e as obrigam a lidar com isso - ou superam esses problemas, ou são condenadas a viver repetindo seus atos culposos pelo resto de suas vidas. A cidade se alimenta de culpa.


    O protagonista não é nenhum super-policial, nenhum descendente de demônios com poderes especiais, nada. É um joão ninguém que recebe uma carta da namorada pedindo para encontrá-la na cidadezinha que eles passaram férias anos atrás (Silent Hill). O problema é que, a namorada está falecida já há algum tempo!!! então como poderia ter mandado uma carta? Daí ele parte pra procurá-la. O que o jogo não revela de início (e que você só vai suspeitar a longo prazo, isso se estiver prestando atençao nas pistas que o jogo dá) é que, o que o impulsiona, o que o motiva, a achar a falecida namorada não é amor ou saudade, é culpa, culpa por um fato tão trágico que sua mente gerou um bloqueio à essa lembrança (e que a cidade de Silent Hill vai fazer questão de relembrá-lo, da pior forma possível ). Quando o player/jogador descobre a verdade, no final, é de ficar boquiaberto ! 8-O

    TUDO está ligado do ponto de vista psicológico! Inclusive todas as criaturas que você vê no 2, não aparecem para mais ninguém! Isso por que todas elas têm um significado tirado do seu subconsciente (as enfermeiras carniceiras são dessa forma por que foram tiradas do seu subconsciente, da época que você visitava sua namorada no hospital, já em estado terminal, e odiava aquele ambiente; a monstruosidade final do jogo é um mulher grotesca grudada numa cama de hospital, adivinha quem é?). A medida que você interage com outras pessoas que também estão perdidas em Silent Hill, você repara que elas não vêem as criaturas! Ou, quando vêem, enxergam de maneiras diferentes, manifestações de seus próprios subconscientes (como a criatura grotesca que você aniquila para salvar auela mulher (cujo nome não lembro), mas que, ao matar a criatura, a mulher diz que era o pai dela, que a molestava quando criança e estava tantando molestar de novo. Mas você tem certeza que enxergava uma aberração, enquanto ela enxergava o próprio pai. Bizarro hã?)


    Enfim, o enredo de Silent Hill 2 deixa não só todos os outro da série no chinelo, como também todos os outros enredos de horror que já vi até hoje para games (faz Residente Evil parece coisa de criança) em matéria de maturidade (nada de matar demônios, protagonistas são seres humanos genuínos, com sentimentos e motivações comuns, o jogo não gira em torno de "matar hordas de monstros"), inteligencia (está tudo ligado, e tudo faz sentido, de um ponto de vista psicológico, e você pode chegar ao final e superar tudo, ou cair em desgraça, tudo depende de suas atitudes no decorrer do jogo - você é julgado desde o primeiro instante em que pisa em SIlent Hill, mesmo que não saiba disso. [só vai saber disso no final] :mrgreen: ).

    Pra quem curte um run-and-gun , ou seja, correr e fuzilar ao estilo "Resident Evil", não vai ver graça aqui. Mas pra quem curte enredos bem bolados e maduros, não há nada igual na industria eletrônica. Obra prima. Psicodrama eletrônico at its best. :D


    PS: O artigo da Wikipedia americana (a única confiável, diga-se de passagem), explica exatamente esse psychological twist que o jogo possui, na parte Influences and Design do artigo:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 7 Abr 2007
  13. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Re: Série Silent Hill [Ps, Ps2]

    Eu só zerei o 3, mas tenho o 4.
    Experimentem chamar uma turma pra jogar isso de noite...
    Sozinho não tem tanta graça, você fica mais tempo perdido e só toma uns sustos esporadicamente.
     
  14. Joguei/jogo 3 deles, já vi walkthrough dos 6. Prefiro o 2 :~

    MUITO VODA! Me borro i.i'

    E o gênero é "survive horror", Terror Psicológico (:

    Se quer filmes do tipo (que se parecem muito com o jogo), busque por "Jacobb's Ladder" e "Session 9".
     

Compartilhar