• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Por R$ 110 milhões, Globo libera rara ação de merchan dentro do Jornal Nacional

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

william-bonner-tv-globo-jn_fixed_large.jpg

William Bonner no Jornal Nacional: Nubank fecha patrocínio milionário e vai aparecer em um conteúdo​


O banco digital Nubank assinou contrato com a Globo para ser o principal patrocinador do Jornal Nacional até janeiro do ano que vem. Entre as ações previstas entre as partes, está algo raro, que havia acontecido apenas uma vez em toda a história do telejornal: a marca da empresa vai aparecer dentro de um conteúdo noticioso. O patrocínio começa já nesta quinta (1º).

Segundo apurou o Notícias da TV, o preço para patrocinar o JN é de R$ 15,8 milhões por mês. Com isso, o Nubank teria que desembolsar R$ 110 milhões por todo o período que ficar no ar. Este é o preço de tabela, mas negociações do tipo geralmente envolvem descontos para contratos longos.
https://noticiasdatv.uol.com.br/not...apos-mal-estar-em-show-muito-assustado-104181
O patrocínio inclui a presença da marca logo na vinheta de abertura do Jornal Nacional, antes da tradicional escalada comandada por William Bonner e Renata Vasconcellos. Até então, os patrocinadores apareciam em um intervalo de 10 segundos antes da abertura.

Mas o grande diferencial será um merchandising enquanto os âncoras mostram os indicadores de mercado financeiro na saída para o intervalo, o que configura propaganda no conteúdo. Até então, isso havia acontecido apenas uma vez. Em 2010, o projeto JN no Ar, comandado por Ernesto Paglia, teve patrocínio do Bradesco --a marca aparecia no avião que transportava o jornalista por todo o país.

"Chegamos aos 10 anos, e a marca está em um momento importante de amadurecimento: ampliamos nosso portfólio, evoluímos a forma de servir e estamos expandindo os segmentos que atuamos. Nessa nova campanha, vamos trazer a história de como nossos consumidores acessam diversas possibilidades na vida por meio dos nossos produtos e serviços. De forma leve, vamos convidar o consumidor a conhecer tudo o que oferecemos para além do roxinho", comentou Juliana Roschel, diretora de marketing do Nubank, em nota à reportagem.

"Escolhemos o Jornal Nacional porque, além de impactar massivamente, gera consistência na mensagem. É um programa tradicional, com muita credibilidade. Como o Nubank tem tudo a ver com dinamismo, buscamos novos formatos mais integrados com o conteúdo", destacou Gui Cavalcante, chefe de mídia, dados e conexões da Wieden + Kennedy SP, agência que intermediou o negócio entre as empresas.

É a primeira vez que o Nubank patrocina um jornalístico da Globo. A marca já apareceu em programas de entretenimento. Recentemente, o JN havia dado espaço até mesmo para casas de apostas, em um modelo de patrocínio para apenas alguns dias da semana.

Mas o grande diferencial será um merchandising enquanto os âncoras mostram os indicadores de mercado financeiro na saída para o intervalo, o que configura propaganda no conteúdo. Até então, isso havia acontecido apenas uma vez. Em 2010, o projeto JN no Ar, comandado por Ernesto Paglia, teve patrocínio do Bradesco --a marca aparecia no avião que transportava o jornalista por todo o país.

O banco digital Nubank assinou contrato com a Globo para ser o principal patrocinador do Jornal Nacional até janeiro do ano que vem. Entre as ações previstas entre as partes, está algo raro, que havia acontecido apenas uma vez em toda a história do telejornal: a marca da empresa vai aparecer dentro de um conteúdo noticioso. O patrocínio começa já nesta quinta (1º).
Segundo apurou o Notícias da TV, o preço para patrocinar o JN é de R$ 15,8 milhões por mês. Com isso, o Nubank teria que desembolsar R$ 110 milhões por todo o período que ficar no ar. Este é o preço de tabela, mas negociações do tipo geralmente envolvem descontos para contratos longos.

 
Será que um dia ainda verei o Bonner entre uma notícia e outra virando um Milton Neves e anunciando uma air fryer da Polishop? :rofl:
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.404,79
Termina em:
Back
Topo