1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Os Magos, Lev Grossman

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Gigio, 12 Dez 2010.

  1. Gigio

    Gigio Usuário

    [align=center]
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    [/align]

    [align=justify]
    O desejo mais profundo de Quentin sempre fora atravessar um portal mágico, como os jovens Chatwin das histórias que admirava, encontrar um lugar onde muitas aventuras lhe aguardassem e onde não existissem todas as complicações do mundo real. Um dia ele descobre que esse portal realmente existe. Mas o mundo do outro lado não é exatamente como esperava...

    Essa história, escrita por Lev Grossman, é ao mesmo tempo uma história de fantasia, uma homenagem ao gênero de fantasia - os Chatwin são obviamente uma referência às "Crônicas de Nárnia" - e uma reflexão sobre os mecanismos do gênero. Quentin de fato encontra um mundo mágico do outro lado, uma escola de magia, tal qual Hogwarts, mas e se ao invés de alguns movimentos de varinha e uma palavras em latim fosse necessário estudar vários níveis de influências místicas, com suas respectivas tabelas de páginas e páginas? E se a magia, em vez de uma brincadeira de crianças, fosse algo duro, inglório e muitas vezes perigoso? São questões assim que movem o livro, em ciclos nos quais novas fantasias se apresentam, apenas para que se extraia delas o encanto.

    Até hoje não sei o que pensar sobre o livro. Todas essas reviravoltas chegam a causar enjoo, além da nítida impressão de que estamos sendo manipulados, de que Grossman está mexendo com nossas mentes. Sério. Mas ao mesmo tempo essa é uma das histórias que mais se fixou na minha memória, cheia de momentos expressivos, tanto de ascensão quanto de queda.

    Se você realmente gosta de fantasia, se você já pensou como Quentin que tudo ficaria melhor do outro lado, então deveria ler este livro. Principalmente se, no fundo, você ainda acredita nisso. Mas vá preparado, porque nem tudo é como se espera...

    A tradução para o português acaba de ser lançada pelo selo Amarilys da editora Manole.
    [/align]
     
  2. Lukmega

    Lukmega Usuário

    Como eu poderia dizer... É... EXTREMOOOO.O livro é muito bom 100% aprovado :traça: :traça: :traça:
    Rola até relações mais intimas, bem legal mesmo, as vezes você chega a sentir a vontade de ser o Quentin.
     
  3. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Gigio, vc acabou de apresentar um livro que preciso ler AGORA!! Adorei a resenha e a história... peraí que to indo pro Submarino...
     
  4. Gigio

    Gigio Usuário

    :iei:

    Viva! Mais pessoas curtindo "Os Magos"!! Leiam, leiam! Preciso encontrar mais pessoas para dizer "Nossa, e aquela parte em que..."!

    E até pela crítica (que não torce o nariz para fantasia) ele foi bem recebido. Foi escolhido livro do mês pela Amazon na época.

    Lukmega, o que foi mais memorável para você? Nossa, e aquela parte em que...
    ... eles estão na Antártida? Aquele foi o período mais incrível, na minha opinião, muito original e ao mesmo tempo de muito sensibilidade.
     
  5. imported_Elanor

    imported_Elanor Usuário

    Livro muito bom. Uma amiga me falou dele, mas como não tinha em português ela me enviou o dela em inglês mesmo. Gostei tanto que comprei um em português pra mim...
     
  6. Gigio

    Gigio Usuário

    Vai ter continuação!! :iei:

    Sai agora dia 9 de agosto o "The Magician King", sequência de "Os Magos"!

    Por enquanto só está disponível o hardcover, então sai um pouquinho mais caro, mesmo assim, com o dólar a $1,55... Link da
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .
     
  7. É um dos livros mais melancólicos que já li (e ao mesmo tempo um dos mais autoconfessionais). Dá para ver muito, mas muito do próprio autor nas falas do Quentin e nos acontecimentos que o cercam. Dá para ver que para o autor, essa transição da adolescência (ou da pós-adolescência universitária) para a vida adulta não foi fácil e nem isenta de alguns traumas

    Me marcou em especial em determinado ponto onde a Alice vira pra ele e diz algo como "você não era feliz no Brooklyn. Não era feliz em Brakebills. Não era feliz comigo, não é feliz em Fillory. Talvez o problema esteja em você". E no caso dele acaba bem visível isso mesmo, de que ele mesmo tinha problemas internos para resolver - como quem ele era, qual seu papel no mundo, o que fazer com todo seu conhecimento - e que se ele não os enfrentasse, nenhum escapismo do mundo o ajudaria. E o final é especialmente amargo nesse sentido....

    Tou ligeiramente curiosa para ler a continuação, mas dá para esperar sair em português...
     
  8. Gigio

    Gigio Usuário

    Tem razão, Ana, dá para imaginar que muito disso ele deve ter tirado das próprias experiências ou de pessoas próximas. Mas acho que isso traz um efeito todo especial para a história porque os fracassos do Quentin não são simplesmente derrotas contra algo externo, são forças que abalam diretamente suas convicções. E esse é o tipo de coisa com que todos têm que lidar na transição para a vida adulta...

    Por outro lado, o livro também tem muitos momentos empolgantes, em que as fantasias do Quentin voltam a ganhar força. O final mesmo me pareceu meio ambivalente...
     
  9. Rahmati

    Rahmati Grub grub grub uáááááá

    Nossa, nunca tive tanto desespero para ler um livro (ainda mais pela resenha!) quanto a esse agora...!

    Vou TER que comprar!
     
  10. imported_Aléxia

    imported_Aléxia Usuário

    Pessoas que o leram me disseram que Os Magos só se diferenciava de Harry Potter no título. Acho que estão mal informados.

    Adorei a resenha Gigio, aguçou minha curiosidade e lerei assim que tiver oportunidade.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  11. Bem mal-informados.

    A única coisa em comum, além da magia, é que o Harry Potter se passa numa escola e Os Magos numa faculdade mágica...
     

Compartilhar