1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O poder do Conhecimento....

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Raukai, 6 Jul 2003.

  1. Raukai

    Raukai Usuário

    Que emocão!
    Esse é o meu primeiro tópico...(a inspiração me veio ao ler um dos textos do Deriel no Leituras fortemente recomendada)
    Bem, lá vai:


    Bom, na minha opnião não há maior poder do que o conhecimento, já

    que através dele podemos conseguir tudo o que quisermos.
    Também acho que o poder é o maior corruptor humano. Ele permite

    que se faça o que não se poderia fazer sem ele.
    Assim o conhecimento(em todas as áreas) total seria um grande

    perigo para a humanidade. Por isso, espero então que os cientistas nunca

    descubram tudo o que querem/queremos saber. Bom, quem tem todo o

    conhecimento deveria saber que ninguém pode saber de tudo. Mas

    várias pessoas ao longo da história acharam que sabem de tudo(seja

    na sua área ou no geral). Por exemplo, os fundamentalistas

    religiosos(islâmicos e católicos) acham saber de tudo, que

    conhecem a verdade. Por isso são e foram capazes de atos tão

    terríveis como os atentados terroristas e a inquizição

    respectivamente. Hitler tb achava-se o dono de uma verdade

    inabalavel: a supremacia ariana. Não precisa dizer que tal

    convicção levou a um dos maiores massacres da história que foi o

    extermínio de milhões de judeus na II Guerra Mundial.
    Mas não são só esses casos famosos. Todos nós as vezes achamos que

    sabemos de tudo, que a razão é nossa. Isso em todos os

    campos(religião,relacionamentos pessoais

    principalmente
    , etc.) e isso é uma grande fonte de sofrimento,

    achar que sabemos o que não sabemos
    .
    ->Chegando ao ponto: vcs concordam que só a ciência junto com uma mente aberta pode nos salvar???


    Fui claro?
    Espero que tenham entendido o que eu quis dizer.
     
  2. Ogden

    Ogden Usuário

    não, não concordo...
    o conhecimento chega a certo ponto q naum vai ter mais nada para q vc abra sua mente, e isso é um tanto ruim, pois aí sim chegaríamos ao ponto de haver os "donos da verdade", e eles teriam provas para isso...

    mas muitas vezes o conhecimento chega a ser inutil, muitas vezes são somente informações armazenadas na sua abeça q naum saum usadas... e vai demorar mto pro homem conseguir todas as suas respostas, se é q vai conseguir.
     
  3. tb não concordo, em parte
    conhecimento é a chave de tudo, é a unica coisa q não podem tirar de nós, mas tb é a fonte de muitos problemas, como foi dito ele as vezes nos corrompe, pois pensamos q sabemos qual é a melhor maneira de resolver os problemas de uma forma inteligente, mesmo assim, não devemos desistir nunca de adquirir o maximo de conhecimento...
    é o q acho
     
  4. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Interessante tópico... (mas edita seu primeiro post que tá ruim de ler :roll: :eek:)

    Não. Eu tenho muitos conhecimentos científicos comparado a um malandro na rua. Mas o malandro na rua tem muitos conhecimentos de psicologia de forma natural (não foi na faculdade, mas entende os desejos das pessoas, o que as move, o olhar seletivo da pessoa para não ver o que não deseja). Ele consegue mais dinheiro (que é algo que EU quero) que eu.

    E mesmo que eu tenha o conhecimento, colocar todo o conhecimento em minha cabeça é improdutivo e ineficiente. Demora muito tempo para acessar determinados bancos de dados com tanta informação.

    Assim, conhecimento per se não é poder. O poder advém de saber procurar a informação que é necessária, e quem pode dar essa informação. E mesmo assim é apenas UM tipo de poder.

    Isso sim é um grande sofisma.

    Poder é capacidade de fazer. Normalmente o poder corrompe porque as pessoas implicitamente acham que se eles podem fazer, outros não o podem. Governar a si mesmo por exemplo. Em algum ponto da civilização, foi necessário colocar por escrito que matar é crime, pois muitos não queriam entender que seu direito termina onde começa o do outro (ainda hoje é assim :roll:)

    Porque eu posso não significa que outros não podem. Por exemplo, matar. Eu posso matar outras pessoas, está dentro de meu alcança. Mas outras pessoas podem também. Então combinamos que ninguém vai sair matando um ao outro, senão capaz de eu morrer quando estiver dormindo.

    Governo de si mesmo teria o mesmo caminho. No entanto, poucos querem governar a si mesmos. Preferem que alguém diga o que fazer. ISSO é o que gera a corrupção, pois dá a impressão para quem tem o poder de influenciar a vida das outras pessoas que só ela pode fazer, e outros não.

    Pensar que sabe de tudo não quer dizer saber tudo. :roll:

    Um profundo conhecimento de si mesmo já faria com que o ser humano parasse de ser um ser tão imbecil de imputar a culpa do que acontece no mundo em outras pessoas.

    Aqui eu vejo antes o contrário: por que não há busca do conhecimento é que há essa imbecilidade humana de estarmos no mesmo estágio evolutivo em mais de 3 mil anos de civilização. Matamos, destruimos o ambiente, etc., e não saímos do lugar exceto por um ou outro expoente ocasional.

    Agora, chega né?

    Indique UM ÚNICO cientista que seja mente fechada. Um nome famoso, atual ou do passado que tenha feito as besteiras que você imputou à ciência, ao conhecimento.

    Até onde vi, as únicas fontes das besteiras foi devido à ausência de iluminação, de esclarecimento.

    Um cientista, um filósofo sabe que não existem verdades absolutas. Sabe que para "descobrir" é necessário muitas vezes quebrar paradigmas antigos e estabelecidos. Que temos de abandonar idéias antes reconfortantes e que pareciam seguras.

    As idéias de superioridade, inferioridade vem antes da ignorância do que do esclarecimento e da busca pelo conhecimento. Um homem realmente superior, sabe que isso tudo de superioridade blabláblá é conversa para boi dormir.

    Se queremos imputar culpas, lembre-se que cientistas são homens. Estão sujeitos às mesmas fraquezas do resto da espécie humana. Estão sujeitos a "a culpa não é minha, mandaram eu fazer". E vejo isso não como culpa da ciência e do conhecimento em promover holocaustos, mas a culpa da fraqueza HUMANA em fazer esse tipo de coisa.

    A discussão ética sempre esteve presente na ciência. Não existem cientistas loucos fazendo experiências sádicas em todo lugar. E mesmo ao procurar as respostas, por causa dos erros do passado da humanidade, muitos cientistas já se perguntam antes das consequências de suas (possíveis) descobertas, se podem ser usadas de forma hedionda pelo resto da humanidade. Ou seja, devem tomar para si a responsabilidade de não fabricar a pólvora, por medo de que usem para matar (quando seria útil para abrir estradas, fazer fogos de artifício, detonar edifícios condenados de forma segura).

    A meu ver, isso por si também é um erro. Ao tomar para si as responsabilidades do resto do mundo (tentando antever que merda vão fazer com as descobertas que fazem), os cientistas não ajudam nada o mundo a amadurecer e deixar de ser criança pirracenta. Sim, eu invento a dinamite e a energia nuclear. Fontes de energia que salvariam muitas florestas de serem inundadas, de se tornarem carvão. Mas porque o resto do mundo, o resto das pessoa teimam em contruir armas, deixamos de estudar?
     
  5. Raukai

    Raukai Usuário

    Respondendo...

    Primula escreveu:
    Talvez eu tenha restringido meu conceito de conhecimento, dando a entender que só era conhecimento o conhecimento acadêmico/científico(no sentido que foi descoberto ou gerado por cientistas seja de que área for ou estudado em escola/universidade), mas é claro que o conhecimento é muito maior do que isso: existe a escola da rua(no caso do malandro), da vida, da experiência que podem ser tão ou mais eficazes do que o conhecimento científico(novamente no sentido citado anteriormante). Experiência gera conhecimento e por isso o malandro possui muito conhecimento em sua área: pilantragem. Mas, e se ele soubesse tudo(absolutamente) sobre isso? Ele não seria extremamente perigoso para toda a sociedade?
    Bom um cientista como Einstein que descobriu/criou a bomba atômica Não pode ser considerado imensamente perigoso? Não que necessariamente ele fosse fazer algum mal para a humanidade, mas como ele têm imensa capacidade de fazê-lo a uma grande probabilidade de consumar o fato mesmo que indiretamente ou sem querer. Há tb a possibilidade de ele naum causar nem um mal, pelo contrário. Mas a possibilidade negativa mesmo que pequena, naum é assustadora?


    Quanto aos cientistas naum serem mente fechada eu discordo completemente. Claro que todos sabem que naum existe verdade absoluta, mas questione algum físico e ponha em dúvida a existência da gravidade? No mínimo ele vai rir de você. Ou então diga para o mesmo físico que o sol naum é o centro do sistema solar, que ele terá reação parecida. Tudo bem, vc naum tem nenhuma prova para questionar essas praticamente verdades absolutas científicas, mas mesmo que tivesse sérias evidências provavelmente naum teria espaço para divulga-las. Teria no mínimo o descredito da maioria dos especialistas no assunto, assim como tiveram newton e galileu no seu tempo. Os cientistas(alguns ou a maioria, como seja) sempre tiveram e sempre terão até certo ponto mentes fechadas e isso é mais do que humano. Eu tenho, vc têm. Por mais que tenhamos uma open mind sempre teremos a porta da mente ligeiramente fechada. Isso é talvez uma das coisas mais difíceis, mas é extremamente importante para o conhecimento.

    Bjos, abraços e apertos de mão(não necessariamente nessa ordem) p/ todos.

    PS:Alguém pode me dizer como se faz para editar os post?Sabe como é sou novato e talz...
    Obrigado por terem respondido meu primeiro tópico!
    Até que naum foi mal para uma primeira vez....
     
  6. nenhum cientista tem mente aberta. isso eh impossivel.

    todo mundo toma pra si algumas coisas como sendo verdades absolutas. se vc acredita cegamente na ciencia, não pode acreditar nas verdades da sua religião. e vice e versa.

    quem sabe se daki mil anos os cientistas não achem completamente ridiculo tudo akilo q hoje em dia se tem por verdade?

    Qualquer pessoa que acredita ser o dono da verdade corre o grande risco de se tornar um ditador. Ditador não necessariamente de uma nação, mas pode ser o ditador dentro da sua casa, não dando ouvidos a opinões dos filhos/filhas, ou da mulher/marido.
     
  7. Vilya

    Vilya Pai curuja, marido apaixonado

    A questão aqui me parece muito mais moral e ética do que da quantidade de conhecimento em si.

    Se uma pessoa direciona o seu conhecimento em prol dos demais, sempre se motiva nesse sentido e tem em mente que não tem o direito de impor a sua vontade sobre ninguém, então o conhecimento (de qualquer tipo) que acumula será benéfico.

    O conhecimento em si nunca é ruim, o problema surge no detentor do conhecimento, como ele o usa e como os outros farão uso do mesmo. Ao meu ver a questão não é mais o conhecimento, mas a educação, a moral e a ética dos indivíduos que detêm (ou têm acesso a) tal conhecimento.
     
  8. Stein

    Stein Usuário

    E=mc^2 não é uma verdade absoluta para João Magueijo, como foi demonstrado no seu paper esse ano.

    Transcrição--->Tradução--->Proteína é o dogma central da Biologia até nos depararmos com algum indivíduo que não siga um padrão semelhante. ( Tá, eu poderia falar de retrovírus mas só tem a ver com o primeiro passo )

    Um bom cientista não acredita cegamente no que trabalha. Com isso, ele está excluindo a possibilidade de algo novo surgir na sua área. É uma maneira de pensar reacionariamente. Um bom cientista é crítico.

    A ciência é uma ameba; é maleável e vive contraindo e expandindo seus pseudópodos.
     
  9. Elanor Ladeira

    Elanor Ladeira Apaixonada

    Já achamos :mrgreen: O retrovírus, aliás esse dogma central da biologia molecular já caiu devido à descoberta da transcriptase reversa uma proteína que é capaz de fazer o sentido contrário :wink:

    Boa frase, é sua? Gostei bastante hehehe

    __________________________________

    O conhecimento é tudo de bom q o ser humano possui e é fundamentalmente o q nos diferencia das demais espécies animais sabiam? É a nossa capacidade de adquirir conhecimentos e principalmente de passa-los adiante através da escrita ou linguagem falada que nos diferencia dos primatas por exemplo, q até conseguem adquirir determinados conhecimentos (alguns extraordinarios) mas que não possuem a capacidade de "ensinar" ou transmitir esse conhecimento aos outros de sua espécie.

    Pensar q o conhecimento é malígno é o mesmo q culpar Santos Dummond pelo o uso de aviões para lançar bombas em guerras, ou culpar Einstein pela criação da bomba H, ou culpar Kary Mullis (q descobriu o PCR, método de amplificar o DNA) por descobrirem q seu pai não é seu pai de verdade...
     
  10. Stein

    Stein Usuário

    Eu até citei o retrovírus, mas obrigado pela colocação dessa proteína, procurarei me informar mais sobre o assunto.

    É de minha autoria sim, obrigado, porém na primeira vez que a apliquei em outro fórum o seu sentido passado não foi exatamente o que eu queria que fosse, mas no final eu o clarifiquei.

    A mesma analogia no caso do Nobel e sua invenção da mina terrestre. Chega a ser irônico, "Prêmio Nobel da Paz".

    O conhecimento também pode gerar sofrimento, enquanto a destruição ainda estiver rentável ( $$$ ), não há muito o que ser feito.
     
  11. Elanor Ladeira

    Elanor Ladeira Apaixonada

    A transcriptase reversa é uma proteina q sintetiza DNA apartir de uma fita de RNA mensageiro, exatamente o caminho contrário do dogma...
     
  12. Logan Mcloud

    Logan Mcloud Usuário

    nao existe salvaçao.......


    apenas o conhecimento ajuda a amenizar a dor da existencia do homem .... mas esse conhecimento eh tb o moivo de toda a sua dor... por isso a ignorancia eh a bençao ..... eh a maior de todas as bençaos q existem......



    abraços Dwarf.... q realmente as vezes gostaria de ser um ignorante....
     
  13. Agora vc falou tudo, o conecimento implica em querer saber mais, ou se preocupar mais com as coisas, porque?como?onde?quando? td isso vindo a mente é muito chato, por isso as vezes os genios são confundidos com malucos, ou até se tornam um pouco malucos, po exemplo, eu tenho um prof. de biologia q é genio, o kra tem doutorado em parasitologia, sabe td sobre qualquer mosquinha q pousa numa mesa, realmente tem conhecimento, mas é cheio de tiques nervosos, não suporta barulho, as vezes a cueca dele fica pra cima do umbigo, o ziper fica aberto constantemente... e por ai vai, :lol: é muito engraçado
     
  14. Undead Kurt

    Undead Kurt Usuário

    Einstein disse uma vez que o homem nunca saberia tudo, por que se sobesse provaria matematicamente a existência de Deus!
    Então por mais que a ciência avance, e isso não tem limites visíveis até agora, nunca vai ter total controle de tudo...
     
  15. Raukai

    Raukai Usuário

    Durante muito tempo agente achou que sabia de tudo, na Idade Média a Igreja tinha todas as respostas para as questões mais instigantes do mundo. O resultado? Uma das eras mais obscuras da humanidade, quando foram mínimos os avanços na filosofia e nas ciências em geral.

    Se um dia soubermos de tudo, pararemos de procurar novas respostas. Mas e se tivermos as respostas erradas. Sem novas perguntas o mundo seria muito chato. Se tivéssemos certeza que Deus existe? O mundo seria melhor? Naum sei. Por um lado as pessoas teriam mais fé(na verdade teriam certeza, o que eu naum sei se pode ser considerado fé). Mas talvez os conflitos religiosos se ecentuassem(mais fé geraria maior fundamentalismo).

    Repito:
    Que graça teria um mundo onde temos certeza de tudo?
    Como é bom naum saber se eu existo realmente. É perturbador. Mas com certeza é interessante...
     
  16. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    Conhecimento sem aplicaçaum pratica fica sem sentido, e duvido que exista um conhecimento pleno, pois que cada resposta gera uma pergunta por si só, e muitas outra combinadas com outras respostas e perguntas, ou seja, quanto mais se sabe, mais se precisa saber. naum acho que o conhecimento em si seja a causa de todas as dores, mas o seu mal uso por parte da humanidade. E ignorancia nunca impediu o ser humano de propagar o mal, muito pelo contrario.
     
  17. Undead Kurt

    Undead Kurt Usuário

    No meu aniversário eu ganhei um livro sobre o besteirol da ciência.
    Esse livro conta que até os cientistas mais famosos como Lavoiser, por exemplo, não escaparam de seus deslizes no campo científico, o que prova que não importa o quanto vc sabe, vc nunca será o dono de toda razão...
    O conhecimento é, matematicamente falando, um conjunto infinito, cujos elementos são descobertos aos poucos, mas nunca chegaremos ao fim. Teve um cientista que disse que o conhecimento chega ao fim com a demonstração da existência de Deus. E tenho absoluta certeza que essa equação nunca será descoberta!
     
  18. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    Esta estoria de Deus chega até a ser obvia. É claro que sempre vai ter alguem perguntando o que vem depois...
    "...Isto é Deus...e quem criou Deus?..."
     
  19. Eriol

    Eriol Usuário

    IGNORANCE IS BLISS
     
  20. Eriol

    Eriol Usuário

    odeio quando isso acontece...post duplo
     

Compartilhar