1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Notícia] Divulgado preview do anime Gunpla Builders Beginning G

Tópico em 'Anime & Mangá' iniciado por Turgon, 17 Ago 2010.

  1. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Em julho, a Bandai anunciou a produção do anime Mokei Senshi Gunpla Builders Beginning G, que comemora o 30ª aniversário da franquia Gunpla, robôs de brinquedos que fazem sucesso no Japão. Com produção da Sunrise, o anime será composto por três episódios (Parte A, Parte B e Parte C). Comenta-se que a série é uma mistura de Gundam, Medabots e Angelic Layer.

    A direção é de Kou Matsuo (Kure-nai, Mobile Suit Gundam Battlefield Record: Avant-Title, Red Garden, Rozen Maiden), e o roteiro fica por conta de Yousuke Kuroda (Hellsing, Hayate the Combat Butler, Infinite Ryvius, Mobile Suit Gundam 00). Recentemente, o site oficial lançou um preview da série:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    O personagem principal da história é Haru Irei, um menino que se torna um construtor de "gunplas" depois de encontrar um robô do modelo Beggining Gundam. A série conta ainda com Ryna Noyama e Kenta Sakazaki, amigos de Haru, também fãs dos plastic kits.

    Fonte: ANMTV
    ----------------------------------------------------------

    Bem clássico. :mrgreen:
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  2. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Incrível, não tem profissão ou hobby que não vire anime no Japão! De Go a kits de montegem de miniaturas tudo pode vir a se tornar anime de $uce$$o.

    Fico imaginando como seria um anime sobre o trabalho em barracões de escolas de samba, sobre os mistérios da Chapada Diamantina ou sobre os deuses africanos da Umbanda ao estilo Besouro... :think:
     
  3. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Mas será que eles investiriam em histórias fora do eixo Japão, Europa e Estados Unidos? A maioria são compostas por histórias ou lendas japonesas e é raro ter alguma história sendo contada em anime fora desse eixo.

    Eu acho difícil isso ocorrer pelo fato da audiência. Não acredito que lendas de outros países ou até mesmo algum costume daria tanta audiência dentro do Japão. Sem contar que em alguns países os animes não possuem tanta audiência ou investimento para eles produzirem com a história de algum e conseguir se manter por lá. Eles vão preferir a cultura japonesa como base de inspiração.
     
  4. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Não digo eles investirem em animações fora do Japão. Me referia a turma do lado de cá. Se bem que foi delírio meu, com os elevados custos de uma produção de animação aqui no Brasil (Holy Avenger, alguém lembra?) ficaria impossível tirar um projeto do papel. Basta comparar como um anime é feito no Japão que, somente depois de ter vendido e alcançado um expressivo sucesso em tankobons e outras mídias é que o passo seguinte será a animação.

    Além de excelentes estúdios, há ainda o fato de que o anime terá garantida sua exibição em um canal de tv em horário nobre. Onde uma coisa dessas vai acontecer por aqui?? Nem no horário da madruga.
     
  5. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Sim. Os animes que tínhamos no período da noite foram todos cortados, infelizmente. E eram animes conhecidos e não apenas promessas. Apesar de que a MTV até que apostou em Desert Punk na época, com o embalo que estava os animes, e acabou dando certo. Tanto que trouxeram mais tarde Afro Samurai.

    Animações nacionais são mesmo complicadas. O melhor seria investir em pequenas animações ou até em filmes, antes de um projeto mais longo.
     

Compartilhar